Arquivo do mês: maio 2011

Boteco da Vila com Dorval e Narciso

Para os torcedores do glorioso alvinegro praiano que não puderem ir até Assunção-PAR, esta aí a oportunidade de assistir a partida Cerro Porteño x Santos em 01/06/2011 na companhia de vários outros santistas num local bacana, totalmente tematizado, com sorteio de brindes, talk-show, fotos e autográfos do ídolo Dorval e do guerreiro Narciso. O evento é organizado pela Santos F.C. Tour, agência oficial do Santos Futebol Clube.

A esquerda Narciso e Edmar Junior. A direita no alto, Dorval e Narciso em suas respectivas épocas como jogadores do Santos, logo abaixo Edmar Junior e o eterno ídolo Dorval.

Eu estive em algumas das edições anteriores do Boteco da Vila e recomendo, vai que vale a pena, o evento entrega uma experiência divertida e inesquecível. Se tudo ocorrer bem, se os Deuses do Futebol permitirem, o Santos conseguirá a classificação para grande final da Taça Libertadores da América, o Boteco da Vila certamente vai “explodir” de alegria.

Boteco da Vila,  bar temático oficial do Santos, dessa vez será montado no Ébano Bar na Vila Olímpia em São Paulo.

Clique aqui e saiba mais sobre o ídolo Dorval.

Clique aqui e saiba mais sobre o guerreiro Narciso.

Clique aqui e veja fotos do Boteco da Vila.

Por Edmar Junior

Anúncios

FOI POUCO, MAS FOI SUFICIENTE.

Ontem quando adentrei no Estádio do Pacaembu me deparei com um clima sensacional, cheguei a postar esta percepção no twitter, a torcida estava inflamada e cantava de forma entusiasmada o hino do glorioso Santos Futebol Clube. Naquele momento reinava o otimismo e a expectativa de mais uma excelente apresentação do alvinegro praiano em sua trajetória na busca pelo TRI da América.

Na brincadeira do mascote e no sorriso da menina, sinais de um clima de entusiasmo e otimismo que tomava conta de todas as dependências do estádio quando lá adentrei!

“FOI POUCO, MAS FOI SUFICIENTE.”

A frase acima é de Mauro Beting proferida na madrugada de hoje na Rádio Bandeirantes após a vitória do glorioso Santos Futebol Clube por 1×0 sobre o Cerro Porteño-PAR no Pacaembu na primeira partida da fase semifinal da Taça Libertadores da América. De fato foi pouco, ficou a nítida sensação de que o placar final poderia ter sido mais amplo, porém, eu desejo do fundo do meu coração santista que o comentarista esteja certo em sua afirmativa.

Na primeira etapa o Santos controlava bem o jogo, mas não era muito contundente no ataque, o adversário marcava bem e o juiz complicava em alguns lances, inclusive chegou a irritar muito a torcida santista, o tempo foi passando e fui ficando preocupado, comentei com um amigo ao lado que  virar o jogo com vantagem no placar seria fundamental, para meu alívio e de toda nação santista Neymar fez mais uma de suas já tradicionais jogadas geniais e cruzou para o capitão  Edu Dracena subir lá “no último andar” e marcar aos 43 minutos o nosso tão esperado gol.

Neymar fez jogada genial e o capitão Edu Dracena completou marcando gol.

Na segunda etapa o Cerro Portenõ se arriscou um pouco mais, isto deu ao Santos a oportunidade de realizar alguns contra-ataques que poderiam ter matado o jogo, infelizmente perdemos jogadas e chances claras de gol, principalmente porque mais uma vez o atacante Zé Love não esteve bem, a torcida perdeu a paciência e ele foi vaiado durante a partida, já próximo do final o técnico Muricy Ramalho tirou Zé Love, na saída ele tomou mais vaias, no seu lugar entrou  Maikon Leite, este em poucos minutos conseguiu realizar melhores jogadas do que o Zé durante todo o tempo que esteve em campo.  No último lance do jogo o meia Alan Patrick que havia entrado no lugar de Elano, teve a chance de fazer o gol que certamente transformaria o Pacaembu numa verdadeira apoteose, aumentaria nossa vantagem e nos daria uma certa “tranquilidade” para a próxima batalha lá no Paraguai, mas infelizmente de dentro da pequena área ele chutou, o goleiro adversário meio que no susto defendeu e o juiz apitou o final da partida.

Este fim por alguns instantes deixou a nação santista um pouco atônita, amigos à minha volta ficaram aturdidos, logo tratei de ressaltar que o importante foi a vitória, que não levamos gol dentro de casa, que não existe nada fácil para nós e que seguiremos contra tudo e contra todos, logo eles animaram-se novamente e saímos do Pacaembu junto com a Torcida Jovem fazendo festa, cantando e com o pressentimento de que os Deuses do Futebol, no futuro logo ali na frente (faltam 3), nos reservam ainda mais alegrias!

No vídeo abaixo, que gravei na saída do Pacaembu, uma prévia deste futuro breve, alegre e festivo demonstrado por um literalmente “JOVEM” e talentoso torcedor santista:

Em tempo, destaco mais uma boa atuação do nosso capitão Edu Dracena que melhorou muito nos últimos jogos, fez o gol da vitória e desta forma vem redimindo-se daquele fatídico pênalti que ele cometeu contra o mesmo Cerro Portenõ ainda na fase de grupos e que chegou a complicar nossa sequência na competição.

Ir ao Pacaembu, assim como na Vila, é sempre muito gostoso! Antes, no intervalo e após o jogo sempre rola resenha com os amigos (as), algumas cervejinhas para baixar a tensão e “molhar as palavras”, e claro, fotos para registro de momentos santásticos. Ontem não foi diferente, em nosso já tradicional ponto de encontro (banca de jornal na entrada da Praça Charles Miller) e também dentro do estádio encontrei vários amigos do twitter, das comunidades do Orkut, do Facebook, dos blogs e sites na Internet entre muitos outros.

É como costumo dizer, a amizade com todos estes amigos (as) é fruto de uma paixão em comum, na verdade um PEIXÃO. E  o que o Santos uniu, nada poderá separar!

O que o Santos uniu, nada poderá separar!

Já no apagar das luzes, eu e mais alguns amigos estavamos numa resenha final lá na banca, eis que surge acompanhado da esposa Suzana, o meu amigo e mestre Odir Cunha, que nos brindou, em mais esta oportunidade, com sua inteligência e conhecimento por meio de histórias e comentários extremamente pertinentes.

Suzana, Odir Cunha, Edmar Junior, Fábio Coca, Boy e Robinho (na frente).

Hoje, dia seguinte ao jogo, o sono teimava em exalar, assim como boa parte da nação santista fui dormir de madrugada e acordei cedo para ir ao trabalho, porém, antes de chegar na empresa para cumprir com as minhas obrigações profissionais, passei na padaria para tomar um café da manhã e rebater o sono, lá na padaria que costumo ir tem um painel que retrata alguns pontos da cidade de São Paulo, entre eles estádio do Pacaembu, assim que avistei o painel vivenciei novamente em pensamento todas as emoções sentidas na noite anterior, tomei meu café, tirei foto no painel e parti feliz mais uma vez!

No café da manhã, emoções da noite anterior vivenciadas novamente!

SANTOS 1 X 0 CERRO PORTEÑO-PAR
Rafael, Pará, Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Adriano, Arouca, Danilo e Elano (Alan Patrick); Neymar e Zé Eduardo (Maikon Leite) Barreto, Piris, Uglesich, Pedro Benítez e César Benítez; Cáceres, Júlio dos Santos, Villareal (Burgos) e Ivan Torres (Nuñes); Fabbro e Bareiro (Nanni)
Técnico: Muricy Ramalho Técnico: Leonardo Astrada
Gols: Edu Dracena, aos 43 minutos do primeiro tempo;
Cartões amarelos: Villareal, Cáceres, Ivan Torres, Nanni (Cerro Porteño), Arouca, Neymar (Santos)
Local: Pacaembu. Data: 25/5/2011. Árbitro: Jorge Larrionda (URU). Auxiliares: Pablo Fandiño (URU) e William Casavieja (URU). Público e renda: 31.434 pagantes/R$ 1.286.140,00

Na próxima partida diante do Cerro Porteño lá no Paraguai um empate ou até mesmo uma derrota, por uma diferença mínima, desde que o Santos marque gol, classifica o time para grande final.

E para você leitor, qual sua opinião sobre a partida de ontem? Esta confiante na classificação do Peixe para a final?

Por Edmar Junior

#HOJETEM – SANTOS X CERRO PORTEÑO

O glorioso Santos Futebol Clube enfrentará hoje o Cerro Portenõ-PAR a partir das 21h:50 no estádio do Pacaembu, o jogo é válido pela fase semifinal da tão almejada Taça Libertadores da América.

O técnico Muricy Ramalho já anunciou que pretende levar a campo o mesmo time que  jogou e agradou no segundo tempo da partida contra o Once Caldas na semana passada. O Peixe deve formar com Rafael, Pará, Edu Dracena, Durval, Léo, Adriano, Arouca, Danilo,  Elano, Neymar e Zé Eduardo.

Invicto desde sua estréia no comando da equipe (13 jogos), o técnico Muricy Ramalho comandará o Santos em mais uma batalha!

O Cerro Porteño já foi nosso adversário nesta mesma Libertadores durante a fase de grupos, empatamos com eles na Vila em 1×1 e ganhamos lá  na casa deles por 2×1. Porém, a batalha de hoje é outra história, precisamos ter muita atenção, inteligência, equilíbrio, superação e muita determinação!

O jogo de hoje é de suma importância para nossa sequência na competição, entendo que mais do que a vitória em si, o Santos precisa fazer um bom resultado, que lhe de segurança para atuar com mais “tranquilidade” no próximo jogo lá no Paraguai e assim conquistar a vaga para a esperada final.

PATROCÍNIO PONTUAL

O Santos terá uma nova marca em seu uniforme hoje. A SIL Fios e Cabos Elétricos acertou com a diretoria do glorioso mais um contrato pontual.

Sil, patrocínio pontual.

O acordo com a SIL, intermediado pela agência Wolff Sports & Marketing, não inclui a segunda partida da semifinal, que será realizada no Paraguai. Com a marca estampada no calção santista, a empresa mira a exposição nesta primeira partida decisiva da fase semifinal da Libertadores e que terá transmissão em rede aberta pela Rede Globo.

Dessa maneira, a empresa volta a figurar em um momento de alta visibilidade. Em 2010, a SIL esteve na barra da camisa do São Paulo, em um clássico contra o Corinthians. Durante o Campeonato Brasileiro, a empresa comprou a propriedade dos tapetes tridimensionais colocados ao lado do gol, durante a fase final do torneio.

 Além do São Paulo, a SIL já fez aportes pontuais em clubes como o Bragantino e o próprio Santos.

A notícia é de Eduardo Lopes e Rodrigo Capelo da ME-São Paulo.

#HojeTem

Para já ir entrando no clima do jogo assista mais um excelente vídeo produzido pela SantosTV:

Hoje todos os caminhos levam ao estádio do Pacaembu, eu estarei lá! E você, onde estará torcendo pelo Santos?

Por Edmar Junior

DIA DO CAFÉ! COM O DO SANTOS, MELHOR AINDA!

“Presente em muitos momentos,
 ele se mistura, se destaca, inspira e dá o tom.
 É quase um amigo inseparável.”

Desde 2005, o dia 24 de Maio passou a ser lembrado como o Dia Nacional do Café. É nesta data que industriais, produtores, exportadores, cooperativas, cafeterias e apaixonados por café homenageiam a segunda bebida mais consumida no mundo. Em Santos, no Museu do Café, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, o dia será comemorado com degustação gratuita de harmonização entre café e chocolate. Também haverá  abertura de mostra que destaca dados sobre a produção, exportação e o consumo de café no Brasil.

A mostra “Dia Nacional do Café”, localizada no espaço da Cafeteria do Museu, fica em cartaz até 24 de Junho e revela porque o café é personagem tão marcante no dia-a-dia do brasileiro. As informações destacadas nos painéis mostram que o Brasil é responsável por mais de 35% do café produzido no planeta e que o país também domina 34% da exportação mundial do grão, com mais de 33 milhões de sacas comercializadas no ano de 2010.

Outro aspecto abordado na mostra é o consumo interno da bebida. Recente pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) aponta que 95% dos brasileiros com mais de 15 anos consomem, ao menos, uma xícara de café diariamente. Como resultado, em 2010, o Brasil quebrou seu recorde no consumo interno de café: 4,81kg ou 81 litros, em média, por habitante.

O Museu do Café fica à rua XV de Novembro Nº 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Os ingressos para visitação custam R$ 5, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado das 8h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h.

Recentemente em um café da manhã realizado no saguão do Museu do Café de Santos – local onde era negociado todo o mercado cafeeiro do país -, foi lançado oficialmente o Café Santos FC, um novo produto licenciado do clube. Os ex-jogadores Lima e Mengálvio prestigiaram o evento. Confira no vídeo abaixo:

O Porto do Café

Ainda hoje, é difícil afirmar se foi a proximidade do porto que trouxe o sucesso internacional do café paulista, ou se foram as lavouras cafeeiras paulistas que provocaram o rápido crescimento do Porto de Santos. A exportação do café provocou importantes mudanças em Santos, no início do século XX, com a construção de armazéns e instalações das empresas exportadoras e até a criação de um padrão de qualidade internacional, o Café Tipo Santos.

Mesmo em instalações rudimentares, antes do surgimento do porto organizado em 1892, o café já era embarcado em Santos, como se vê nesta rara foto de Marc Ferrez de 1880:

Foto: Wikipedia Commons, reproduzida do livro: O Brasil na fotografia oitocentista, de Pedro Karp Vasquez, editado por Metalivros, em São Paulo/SP, 2003.

Antes do surgimento dos contêineres, as sacas de café, pesando 60 kg cada uma, eram levadas nas costas dos estivadores para o interior dos navios. Os trabalhadores, geralmente imigrantes europeus, orgulhavam-se da sua capacidade de transportar até 320 kg de uma só vez:

O cartão postal abaixo mostra diversas carroças levando sacas de café para armazéns do Centro de Santos. O cartão é de 1905 e foi editado na França com o título “Chargement du café” (Carregamento do Café):

Cartão Postal "Chargement du café" (Carregamento do Café)

Até a primeira década do século XX, o café chegava ao porto em carroças, procedente das fazendas, geralmente sendo levado pelos carregadores diretamente aos navios:

Em 1902, o fotógrafo José Marques Pereira registrou o vapor alemão Silvia, carregado com 130.136 sacos de café, maior carregamento que saiu do Brasil até então.

Vapor Silvia, foto publicada originalmente na edição especial da Revista da Semana / Jornal do Brasil de Janeiro de 1902 (acervo do historiador Waldir Rueda).

Potencial Turístico

O potencial turístico oferecido pela cultura e história do café é um atrativo de Santos e diferencial relevante para atrair mais visitantes. A opinião é de Eduardo Carvalhaes Jr., conselheiro do Museu do Café.

Para Carvalhaes, “além das praias a cidade tem outros locais de interesse, vem recuperando seu Centro Histórico, conta com bonde turístico e um projeto bastante arrojado para a ocupação da área mais antiga do porto”.

Segundo ele, Santos ainda é o centro do comércio de café mais importante do Brasil e o Café Tipo Santos é até hoje muito respeitado na Europa”.

Ex-jogadores e eternos ídolos do Santos, Lima e Mengálvio no lançamento do Café Santos FC.

Saiba mais nas seguintes fontes de pesquisa:

Museu do Café

Prefeitura de Santos

Revista Cafeicultura – A origem do café no Brasil

Santos de antigamente – O porto do café

Santos Futebol Clube

Por Edmar Junior

SEREIA CALAN, DEU A VOLTA POR CIMA!

A equipe de Futebol Feminino do Santos FC deu mais um show nesse Sábado (21). Com gols de Calan, Karen e Sandrinha, as Sereias da Vila venceram o Taboão da Serra por 3 a 0, no Estádio Vereador José Ferez, na casa das adversárias. A partida foi válida pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

Com a sexta vitória no estadual, as Sereias da Vila já somam 18 pontos na tabela de classificação. O time feminino do Peixe só perdeu um confronto na competição e continua em segundo lugar do Grupo 2.

Os gols do Santos FC saíram só no segundo tempo e foram anotados por Calan no primeiro minuto, Karen aos oito e Sandrinha aos 21.

A esquerda, sereia Calan durante o jogo. A direita sereia Calan comemorando seu gol junto com as companheiras de time! Fotos: Pedro Ernesto Guerra Azevedo.

Na primeira etapa, as Sereias da Vila sentiram um pouco de dificuldade de encontrar o gol, já que o time de Taboão da Serra se manteve todo no setor defensivo. O Taboão ganhou um pênalti aos 42 minutos de jogo e não conseguiu convertê-lo.

Já no segundo tempo, as meninas do Santos FC se organizaram, acharam o caminho da vitória e conquistaram os três pontos na tabela.

Agora, as Sereias da Vila se concentram para enfrentar o Centro Olímpico, líder do grupo. As equipes se enfrentam no próximo sábado (28), às 15 horas, no CT Rei Pelé, em Santos (SP).

Ficha Técnica
Taboão da Serra 0 x 3 Santos FC
Gols: Santos FC: Calan, a um minuto do segundo tempo, Karen, aos 8, e Sandrinha aos 21 minutos.
Cartões Amarelos: Santos FC: Calan e Ester
Árbitro: José Devison Gomes da Silva
Auxiliares: Marcelo Ferreira da Silva e Adriana de Almeida Silva
Local: Estádio Vereador José Ferez, em Taboão da Serra (SP)
Data: 21/05/2011
Horário: 15h
Santos FC Andréia Suntaque; Calan (Kelly), Aline Pellegrino e Janaína; Dani, Ester (Sandrinha), Estergiane e Raquel; Karen (Giovanna), Fabi (Mariana) e Suzana (Pikena). Técnico: Gustavo Feliciano

Fonte: Santos Futebol Clube

Gosto muito das Sereias da Vila e do futebol por elas praticado, sempre honram o manto sagrado da Vila. Fiquei feliz com mais esta vitória, mas o que me deixou muito mais feliz foi saber que a sereia Calan marcou um gol neste jogo, quem acompanha as Sereias da Vila com alguma frequência sabe que num passado recente ela sofreu contusões, precisou ter paciência e muita determinação durante o sempre difícil período de recuperação.

Edmar Junior e Sereia Calan em dois momentos durante o período de recuperação das contusões que ela sofreu!

Estive e estou sempre na torcida, parabéns sereia Calan por dar a volta por cima e continuar honrando o manto sagrado com amor e emoção!

Por Edmar Junior

NEYMAR NA ALFA!

Sou leitor assíduo da revista Alfa Homem desde quando ela foi lançada e adoro! Trata-se de uma revista com excelente conteúdo editorial que aborda aspectos como inteligência, estilo de vida, elegância e atitude, entre muitos outros temas interessantes.

A edição deste mês de Maio, não poderia ser melhor, traz em sua capa o craque Neymar do Santos Futebol Clube.

Nesta matéria de capa, o craque Neymar conta como ele e o pai, seu empresário, lidam com a indústria milionária do futebol.

Afirmam que, por enquanto, a relação traz mais bônus que ônus. Enquanto o jogador se esforça para continuar como craque nacional, “Neymar pai” zela para que a trajetória do filho seja sempre ascendente.

Neymar Pai e Neymar Jr - zelo e trajetória ascendente.

Clique aqui e saiba mais.

Por Edmar Junior

GANSO, AGORA COM A OCTAGON!

A agência de marketing esportivo Octagon anunciou na Terça-feira (17/05) a criação de uma área de comunicação dentro da operação brasileira da empresa. O jornalista Diogo Kotscho passará a ser o responsável pelo departamento. Com a chegada dele, a Octagon também passa a ter em sua carteira de clientes os meias Kaká e Paulo Henrique Ganso, que eram atendidos por Kotscho.

De acordo com a Octagon, a criação da área de comunicação terá dois focos iniciais: no trabalho com os atletas, fazer a gestão de comunicação e dos contratos de patrocínio. Já no segmento empresarial, prestar consultoria às empresas que investem em esporte.

“A idéia de me aliar a Octagon veio da necessidade de tornar o atendimento aos atletas brasileiros ainda mais profissional e globalizado. Com essa nova área, poderemos manter a consultoria personalizada e contar com uma estrutura presente em mais de 25 países para suporte aos atletas e seus patrocinadores. Por outro lado, o mercado empresarial no Brasil tem uma imensa carência de profissionais para divulgar seus investimentos no esporte. Nossa visão é auxiliar nossos clientes nesse desafio”, afirmou Kotscho.

O novo braço da Octagon no país, porém, não deve entrar em conflito com outras agências que trabalham com o gerenciamento de carreiras de atletas. Recentemente, a 9ine, que tem o grupo WPP e Ronaldo como sócios, sondou Kaká e Ganso para realizarem a gestão de imagem de ambos. Apesar do acordo com a Octagon, há a possibilidade de as duas empresas trabalharem em conjunto para gerarem novos negócios aos dois atletas.

“Iremos trazer a nossos clientes a nossa experiência em comunicação, para ajudá-los a tirar o máximo proveito de seus investimentos no esporte”, disse o presidente da Octagon Brasil, Alexandre Leitão. O executivo trabalhou com Kotscho na Ambev, no início da parceria da empresa com a seleção brasileira, em 2000.

Por Edmar Junior, artigo de Erich Beting publicado originalmente em Máq. Esporte, São Paulo-SP.