EU E O REI PELÉ, SONHO REALIZADO!

O SONHO

Os leitores que acompanham este blog talvez lembrem-se do post que aqui publiquei em 15/07/2011 com o título: ONDE ESTA O REI PELÉ? – naquele post compartilhei que desde a infância carregava comigo, como um dos meus sonhos, conhecer pessoalmente o Rei Pelé, que gostaria de tirar uma foto, pegar um autógrafo e até dirigir-lhe algumas palavras se possível. Também contei que até então ainda não havia conseguido tornar este sonho realidade e que no dia em que o Santos sagrou-se TRICAMPEÃO DA AMÉRICA eu havia ficado há menos de 2 metros da majestade, separado pela grade (entre a arquibancada e o gramado) e por um torcedor que estava na minha frente, mas que a sensação havia sido quase que indescritível e emocionante. E terminei de compartilhar tal sonho com meus leitores escrevendo que um dia conheceria pessoalmente o Rei Pelé, pois acreditava muito nisto!

INFORMAÇÃO FUNDAMENTAL

Eis que na segunda-feira (07) eu estava em casa e como faço quase todas as noites acessei as redes sociais que participo, também aproveitei para dar uma checada na minha caixa de entrada de e-mail, acabei me deparando com um e-mail enviado por um amigo do grupo de literatura e memória do futebol do qual sou membro, o título era “Livro traz depoimentos e fotos inéditos de Pelé”, curioso imediatamente comecei a ler o corpo do e-mail e o conteúdo do link que nele constava, descobri que se tratava do livro: Primeiro Tempo – O início da trajetória de Pelé com imagens e depoimentos inéditos (Editora Magma Cultural) e que o mesmo seria lançado no dia seguinte (terça-feira, 8/11), porém, a informação não estava completa pois não indicava o local e horário.

Capa do Livro

Com uma pesquisa na Internet cheguei ao blog do Amaury Jr (aquele mesmo da televisão e que esta sempre cobrindo eventos de famosos), lá encontrei um post que informava que o tal livro seria lançado na Livraria Cultura do Conjunto Nacional em São Paulo às 18:30hs, era a informação que faltava. Fiz mais algumas pesquisas e observei que o evento não estava amplamente divulgado na Internet, fato que indicava que talvez seria restrito, mas internamente algo me dizia que aquela era um chance clara de realizar meu sonho de conhecer o Rei Pelé e que eu deveria ao menos tentar. Desliguei o computador e pensando muito na possibilidade de realização fui tentar dormir, a madrugada demorou para passar, mas consegui dormir e acordei convicto que deveria tentar, lembrei do meu amigo Wesley Miranda que também nutria o mesmo sonho que eu, e avisei-o do evento. Já no trabalho, em meio as tarefas, as horas teimavam em não passar, a ansiedade já começava a se manifestar. Quando enfim deu meu horário parti rumo a Livraria Cultura para tentar realizar meu sonho.

NA LIVRARIA

Cheguei na Livraria Cultura do Conjunto Nacional pouco depois das 18:00hs, dirigi-me até o andar onde fica o Teatro Eva Herz (local efetivo do evento), minha primeira ação foi obter algumas informações com a organização do evento, soube que o Rei Pelé falaria durante algum tempo com a imprensa e que as 19:00hs iniciaria uma sessão de autógrafos.

Fui ao caixa adquirir o livro, enquanto eu realizava o pagamento chegou meu amigo Wesley Miranda, em seguida nos dirigimos para uma fila, que para nossa alegria não tinha muitas pessoas na nossa frente. Ali na fila começamos imaginar como seria nosso encontro com o Rei Pelé. Além dos livros adquiridos, eu e Wesley, cada um tinha também uma camisa do Santos nas quais pretendíamos coletar autógrafo da majestade, mas logo passou uma moça da organização informando que os autógrafos seria concedidos somente nos livros, que não seria permitido autógrafos em camisas, revistas, papéis avulsos etc. Até aí tudo bem, mas para nossa surpresa ela também informou, pasmem, que não seria permitido tirar fotos. Nos preocupamos, claro, quem não gostaria de tirar uma foto com o Rei Pelé? Mas seguimos na fila, bolando estratégias para conseguir a desejada foto, nem que fosse na marra. O tempo foi passando, passando, passando e nada da fila andar, observamos que ao lado numa área reservada aumentava cada vez mais o movimento de vips e da imprensa, que entravam e saiam do teatro onde estava o Rei Pelé, enquanto nós os normais aguardávamos pacientemente na fila que já havia aumentado um pouco, de lá vimos profissionais do Pânico, CQC, TV Fama e diversos outros programas e veículos de comunicação, também estiveram presente o Presidente do Santos Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro (LAOR), o Diretor de Futebol do Santos Pedro Luiz Nunes Conceição, o jogador do Santos Elano, o cantor e santista Kiko Zambianchi, o jornalista Orlando Duarte, o ex-jogador e capitão da Seleção Brasileira Carlos Alberto Torres entre outras personalidades.

O eterno capitão do TRI (Seleção) Carlos Alberto Torres e Edmar Junior

Somente por volta das 20:00hs começou a ser permitido a entrada de grupos de 10 pessoas por vez, mas mesmo assim o ritmo da fila era lento. Quando finalmente eu, meu amigo Wesley Miranda e mais alguns que estavam próximos de nós na fila tivemos a entrada permitida, descobrimos que a fila apenas havia sido transferida para dentro do teatro e que mesmo podendo já avistar o Rei Pelé nossa jornada para chegar até ele ainda seria árdua, pois lamentavelmente vips tinham acesso irrestrito ao palco, tiravam fotos, coletavam autógrafos e até abusavam da boa vontade do Rei Pelé, enquanto isso os normais que compraram livros e já estavam muito tempo na fila continuavam aguardando, de forma civilizada, providências da a essa altura já rotulada péssima “organização” do evento.

ANSIEDADE

O horário avançava, passava-se das 21:00hs, estava muito próximo mas comecei a temer que não conseguiria realizar meu sonho, com a ansiedade exalando solicitei aos amigos na fila para que guardassem meu lugar de modo que eu pudesse ir rapidamente até próximo do palco e tirar fotos do Rei Pelé (algumas pessoas já faziam isto), fui me aproximando, timidamente posicionei-me entre as primeiras cadeiras do teatro, o coração batia forte, em seguida misturei-me num grupo de fotógrafos imediatamente abaixo do palco, a emoção aumentava e quando me dei conta eu já estava sobre o palco diante do Rei Pelé, entre uma foto e outra que fiz observei que meu amigo Wesley Miranda já havia subido no palco também, o Rei Pelé seguia no ritual de autógrafos e fotos.

Rei Pelé concedendo autógrafo!

Rei Pelé concedendo autógrafo!

Alegria de diferentes gerações!

TENSÃO, INDIGNAÇÃO E FRUSTRAÇÃO

Ainda no palco quando eu já estava me retirando para ir ocupar meu lugar na fila, escutei uma insensível moça da “organização” dizer que era hora de encerrar, quase chorei, imaginei que não realizaria meu sonho e que dentro de instantes o teatro se transformaria numa peça da vida real onde a indignação e a frustração entrariam em cena. E de fato foi o que aconteceu, a informação logo chegou nas pessoas que aguardavam na fila e as manifestações começaram. Imediatamente um rapaz, que mais tarde eu soube que era um representante da Editora Magma Cultural, de forma muito mal educada começou apressar as pessoas que já estavam ali com o Rei Pelé, não queria mais permitir fotos com ele, solicitou ao staff a presença de seguranças e começou pedir ao Rei Pelé que se retirasse.

A REALIZAÇÃO DO SONHO

Eu ali, atônito, assistindo a confusão que ganhava proporção a cada minuto, com o livro numa mão, câmera fotográfica na outra, eis que um impulso involuntário me tomou a consciência, numa fração de segundo pensei: “não vou entrar na confusão e como já estou aqui diante do Rei Pelé é hora de realizar meu sonho, vai ter que ser assim”, dei alguns passos entreguei o livro para uma pessoa da “organização”, ela pediu que eu informasse meu nome, eu disse e repeti para ela, Edmar Junior com “D” mudo, ela entregou o livro ao Rei Pelé para ele autografar, aparentando cansaço e já preocupado com a confusão no entorno concedeu meu autógrafo, mais tarde descobri que ele escreveu Edimar Junior, pois a moça da “organização” não explicou para ele. Enquanto o Rei autografava avistei novamente meu amigo Wesley Miranda, chamei e entreguei-lhe minha câmera fotográfica, contrariando o rapaz mal educado da Editora Magma Cultural o Rei Pelé terminou de autografar e posicionou-se ao meu lado para minha tão desejada foto.

Rei Pelé e Edmar Junior – Sonho Realizado!

Em seguida as cortinas do teatro começaram a fechar e a turminha da “organização” começou a retirar o Rei Pelé, eu tinha sido o último, a confusão no entorno já estava totalmente formada há algum tempo, já não existia mais fila, quando ele já estava saindo viu duas crianças desoladas, o Rei voltou, concedeu autógrafos, tirou foto com elas, despediu-se rapidamente e foi levado embora.

SENSAÇÕES

Um misto de sensações tomou conta da minha pessoa, fiquei realmente muito feliz por ter conseguido realizar o sonho que vinha desde minha infância, por outro lado fiquei muito triste por ver que meu amigo Wesley Miranda, outros adultos e principalmente crianças que ali estavam não conseguiram coletar o autógrafo, tirar uma boa foto e realizar vossos sonhos.

Um evento com a presença do Rei Pelé jamais será um mar de tranquilidade, quando eu já estava saindo do teatro troquei algumas palavras com o jornalista Orlando Duarte e ele me disse: “é sempre assim, por onde o Rei Pelé passa é um fervor”. Mesmo assim, creio que o evento poderia ter sido melhor organizado, a responsabilidade era da Editora Magma Cultural, não se pode jamais agir de maneira irresponsável com os sonhos das pessoas.

Do lado de fora do teatro observei que muitas pessoas, como forma de protesto, resolveram devolver os livros, inclusive meu amigo Wesley Miranda, uma pena, pois apesar de tudo o livro é maravilhoso, contém texto reproduzido do livro “Eu Sou Pelé”, de 1961, obra de Benedito Ruy Barbosa, também há comentários de personalidades como o capitão da seleção alemã campeã em 1974 Franz Beckenbauer, o ex-presidente da Fifa João Havelange, o diplomata americano e Nobel da Paz Henry Kissinger, o artista Jô Soares, e ex-companheiros dos tempos do Santos e outros da Seleção Brasileira: Roberto Rivellino, Carlos Alberto Torres, Clodoaldo, Coutinho, Dorval, Edu, Formiga, Gerson, Lima, Mengálvio, Orlando Duarte, Pepe, Tostão, Zagallo e Zito. Mas o que realmente encanta é que a publicação apresenta cerca de 180 fotos do acervo pessoal de Pelé, algumas inéditas, feitas por José Dias Herrera, morto em 2010, que acompanhou a trajetória do Rei Pelé desde o início no Santos. As imagens mostram, entre muitas outras coisas, Pelé jogando sinuca, no exército e no vestiário da Vila Belmiro.

Em tempo, informo que a Livraria Cultura agiu de forma decente, recolheu os livros e devolveu o dinheiro daqueles que assim desejaram.

Da minha parte, espero que situações como esta não se repitam, que os responsáveis por este evento aprendam a tratar e respeitar as pessoas. Para aqueles que não conseguiram realizar o sonho desta vez, desejo que acalmem-se, em seguida continuem sonhando e buscando a realização do mesmo!

Terminando este longo post, lembrei que o Rei Pelé era o ídolo que faltava, devo agradecer aos Deuses do Futebol todos os dias, pois tive honra de conhecer pessoalmente os cinco ídolos do ataque dos sonhos de outrora, de hoje e de sempre declamado como uma quintilha poética:

“Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe”

Dorval, Melgávio, Coutinho, Pelé e Pepe – Ataque dos Sonhos

Mas isto é assunto para um próximo post. Por ora, vou ficar aqui curtindo a realização deste meu sonho!

Obrigado Eterno Rei  Pelé!

Anúncios

11 Respostas para “EU E O REI PELÉ, SONHO REALIZADO!

  1. Pingback: RETROSPECTIVA 2011 – BLOG DNA SANTÁSTICO | BLOG DNA SANTÁSTICO

  2. Valeu Camilla, agradeço pela visita ao blog e desejo que não só este, mas que todos os seus sonhos se realizem!
    Bjs!
    Edmar Junior

    Curtir

  3. Nossa é meu sonho conhecer o REI!!!!! Parabéns Edmar, você mereceeee!!!!

    Curtir

  4. Pai, o sonho e a realização do mesmo resultou do DNA SANTÁSTICO que herdei de ti. O feito em si e teu sentimento sobre tal é algo que devemos celebrar juntos!
    Te amo!
    Edmar Junior

    Curtir

  5. Edmar Dantas Silva

    Parabéns por ter realizado o seu sonho. Fiquei feliz tanto quanto você, é como se eu tivesse realizado o meu sonho.
    Edmar Dantas

    Curtir

  6. Olá Clayton

    Ter alguns instantes ao lado do Rei é algo realmente mágico.
    Muito bacana que tenha tido a oportunidade de vivenciar esta experiência e obrigado por compartilhar aqui no blog.
    Um forte abraço!
    Edmar Junior

    Curtir

  7. Que bom que voce conseguiu realizar esses sonho. Realmente é uma troca de energia imensa estar ao lado do Rei. Ja tive essa oportunidade á alguns anos atras. Na ocasião eu trabalhava num posto de gasolina aqui no Guarujá. Eu devia ter 13 anos. Na verdade eu ficava enchendo o saco dos funcionários do postos, ajudando eles e ganhando uns trocados. Numa tarde dessas o Rei parou com seu carro para abastecer. Eu não tinha visto. Um amigo me aviso que era Ele. Corri, me aproximei do carro, me encostei na janela Dele e com um baita sorriso no rosto eu fiquei ao lado do Rei sem reação. Ele me deu um afago na cabeça e me deu um autográfo. Pergunto seu eu era santista e eu disse que sim. Ele sorriu e disse mais aulguma coisa que não me lembro mais. Lembro de ter ficado do lado do carro até o mesmo ser abastecido com o tanque cheio. Foi mágico. Não esqueço. Uma pessoa do bem !!!!
    Parabéns pela foto e pelo sonho realizado.

    Curtir

  8. Tem razão João Flávio, foi lamentável a falta de respeito com que trataram as pessoas. É como escrevi no post, fiquei feliz por realizar meu sonho, porém, triste ao ver a indignação e frustração daqueles que ficaram horas esperando para ter alguns instantes ao lado do Rei Pelé, que na minha visão não teve culpa, a responsabilidade era de quem “organizou”.
    Muito obrigado por sua visita ao blog!
    Um forte abraço!
    Edmar Junior

    Curtir

  9. João Flávio Amaral

    Edmar, parabéns pelo feito, realmente conseguiu algo de muita importância. Mas vou corroborar com seu texto e salientar a importância que deve ter a organização de um evento de tamanha responsabilidade. Faltou profissionalismo e principalmenterespeito com quem estava do lado de fora do teatro. Eu casualmente estava passando pela Av. Paulista e me deparei com o lançamento do livro. Não tive duvidas, comprei e fiquei por um longo tempo aguardando até que recebemos a noticia de que ele iria embora. Nada define melhor o que ocorreu ontem como o termo “falta de respeito”. Mas assim como você, pelo menos consegui uma foto ao lado do capitão do tri e apesar de querer muito ver e ler o livro com calma, em forma de protesto fiz questão de devolvê-lo. Parabéns pelo blog e sucesso.

    Curtir

  10. Wesley estou sinceramente muito feliz que você tenha gostado do post, pois você estava lá e vivenciou tudo comigo, sua aprovação confere credibilidade a tudo que escrevi. Muito obrigado, parceiro!
    Edmar Junior

    Curtir

  11. É com grande prazer que leio seu post, de certa forma realizamos nosso sonho, e eu agradeço muito a sua dica, em cima da hora me fez mudar todos o meu planejamento, mas deu certo.
    Infelizmente, do grupos dos normais fomos os únicos que conseguimos pela nossa astucia, infelizmente mesmo!!
    Mas a vida segue, qualquer dia desses estaremos por ai, em novas aventuras!!

    Abraços

    Curtir

Comente aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s