SANTOS FOOTBALL MUSIC

Gilberto Mendes (músico, compositor, professor e jornalista brasileiro) nasceu em Santos em 1922, no ano da Semana de Arte Moderna, divisor de águas em nossa cultura, que influenciou com seus anarquistas, futuristas, comunistas, militares, canibais e dadaístas, todos os movimentos de ruptura deste país desde então.

Gilberto Mendes

Considerando a influência da música de cinema, rádio, dos movimentos Concretista e Música Nova, entre outros, influência assimilada por Gilberto Mendes e transformada de maneira particular em sons, podemos dividir sua obra em três grandes fases:

a) Fase de Formação (1945-1959), em que o compositor nos apresenta referências nacionalistas, particularmente as rítmicas, como resultado de discussões e reflexões em torno do Manifesto Jadnov.

b) Fase do Experimentalismo (1960-1982), caracterizada por uma destruição lógica da organização tradicional.

c) Fase da Trans-Formação (após 1982), marcada por uma nova sintaxe, em que o som é recolocado em sua posição integrante de um conjunto mais longo e mais complexo. Como afirmou, certa vez, o próprio Gilberto Mendes:

“Meu espírito é integracionista. Fundir e fazer uma grande geléia de tudo”

Um dos expoentes da música santista a partir da segunda metade do século XX, Gilberto Mendes se destacou por sua arte de vanguarda, que lhe permitiu criar obras como Santos Football Music. Um dia, ao ouvir a transmissão de uma partida pelo rádio do carro de um amigo, teve a idéia de produzir uma obra que retratasse os sons e os sobressaltos de uma partida de futebol. Assim criou a música teatro que conta com a participação da platéia para recriar o clima nervoso de um estádio.

Confira abaixo antológica filmagem da música teatro Santos Football Music, composta por Gilberto Mendes em 1969 e estreada em Varsóvia pelo maestro Eleazar de Carvalho. A filmagem aqui mostrada é da interpretação da Orquestra Sinfônica de Santos, sob a regência de Luis Gustavo Petri e do próprio compositor, que rege a platéia. Este video é parte do dvd A ODISSEIA MUSICAL DE GILBERTO MENDES, produzido pela Berço Esplêndido e dirigido por Carlos de Moura Ribeiro Mendes.

 Bravo! Bravo! Bravo!

—– //—–

Neste final de semana será encenado gratuitamente em Santos o espetáculo ‘UMA FOZ, UMA FALA, UMA DANÇA PARA GILBERTO MENDES’. No dia 30, às 12h30, na Praça Mauá, e no dia 31, às 17h, na Praça Guadalajara (Nova Cintra).

Trata-se de uma espetáculo de dança contemporânea com proposta de celebração ao fenômeno musical e compositor santista Gilberto Mendes, que completa 90 anos de idade. A obra remete para a noção de abertura e infinidade no processo coreográfico que possibilita um despertar do espectador a um conjunto de efeitos cênicos que o levam ao estranhamento e a curiosidade acentuada sobre a compreensão da genialidade de Gilberto Mendes para inspiração de suas composições musicais.

Referências:
– Novo Milênio
– Blog do Odir Cunha
– Wikipédia
– Athos Núcleo Artístico
– Portal Santos (Agenda Cultural)

 Edmar Junior

Anúncios

Comente aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s