Arquivo do mês: dezembro 2012

EMBAIXADA DO PEIXE EM BRASÍLIA-DF

A primeira Embaixada do Peixe foi aprovada no Conselho Deliberativo do clube em março de 2012, o projeto que se tornou realidade é fruto da dedicação e ação de um grupo de torcedores / sócios do Santos Futebol Clube de Brasília-DF e região, são conhecidos como Loucos pelo Santos e costumam assistir juntos os jogos do Santos num bar denominado Hospício.

Loucos pelo Santos reunidos no Hospício em dia de jogo do Santos.

Loucos pelo Santos reunidos no Hospício em dia de jogo do Santos.

Após a aprovação no Conselho Deliberativo a Embaixada do Peixe em Brasília-DF foi efetivamente fundada no dia 10 abril e no mês de agosto houve aclamação de chapa única. O embaixador eleito foi Mayr Cerqueira Godoy junto com o secretário Manoel Eduardo Carvalho Neto e os membros dos Conselhos Consultivo e Fiscal.

Conselho Consultivo     
Gilberto Nunes de Oliveira
Robson Cardoso da Silva
Jonas Lopes
Julio Cesar Soares
Jovan de Abreu Filho

Conselho Fiscal   
José Roberto do Prado
Tony Toshio Kira
Laerte Lopes

A Embaixada do Peixe em Brasília está localizada na Avenida W3 Norte, quadra 503, no bairro Asa Norte.

No último sábado (01/12/2012) a Embaixada do Peixe em Brasília realizou um belíssimo evento para celebrar os 50 anos da conquista do primeiro mundial do Santos Futebol Clube e também os 10 anos do título brasileiro de 2002.

No evento houve uma breve apresentação do histórico da Embaixada e de seus membros,  os ex-jogadores e eternos ídolos Mengálvio e Robert estiveram por lá e foram devidamente reverenciados.

Evento da Embaixada do Peixe em Brasília-DF com as presenças de Mengálvio e Robert

Evento da Embaixada do Peixe em Brasília-DF

Evento da Embaixada do Peixe em Brasília-DF com Mengálvio e Robert

O evento marcou o lançamento do primeiro DVD produzido pela Embaixada, contendo toda a homenagem histórica ao Santos em função de seu Centenário ocorrida no Congresso Nacional e também a histórica fundação da primeira Embaixada do Peixe no planeta.

Também houve momentos reservados para coletar autógrafos e tirar fotos com os ídolos.

Embaixada do Peixe - Brasilia - Blog DNA Santastico (5)-tile

Muitos brindes foram sorteados, inclusive uma camisa autografada pelo elenco do Santos cujo sortudo foi o sócio Jovan de Abreu Filho, que deu a camisa para o filho de 13 anos.

No final todos assistiram o último jogo do Santos no Brasileirão 2012 diante do rebaixado Palmeiras, no campo Neymar & Cia deram show, o Santos venceu por 3 x 1 e em Brasília os torcedores ficaram felizes pela vitória do time e pelo sucesso do evento da primeira Embaixada do Peixe.

Os Loucos pelo Santos, responsáveis pela primeira Embaixada do Peixe no planeta.

A turma da Embaixada do Peixe de Brasília-DF no dia do evento.

O Blog DNA Santástico, na figura de seu mantenedor Edmar Junior, parabeniza os membros da Embaixada do Peixe de Brasília-DF, pelo pioneirismo, pela história de sucesso que estão construindo, pela pluralidade e boa convivência com outros grupos da Nação Santista e por colocarem nosso Santos Futebol Clube acima de tudo!

SAIBA MAIS…

Conforme o novo Estatuto Social do Santos Futebol Clube as embaixadas do peixe são representações dos associados do SANTOS com base territorial definida, organizadas e dirigidas de forma voluntária pelos associados interessados e sob a responsabilidade exclusiva desses associados, sob a forma de entidade legal distinta, sem fins lucrativos. O SANTOS poderá aprovar a criação das Embaixadas do Peixe em qualquer localidade do Brasil e do exterior por proposta de no mínimo 100 (cem) associados, desde que aprovado pelo Conselho Deliberativo.

As embaixadas do peixe devem funcionar como canal de comunicação do SANTOS com os seus associados e têm a finalidade de incentivar campanhas sociais do SANTOS, promover novas filiações de associados, realizar promoções, reunir e aproximar os associados de sua base territorial, e promover os fins do Estatuto Social do Santos Futebol Clube.

As Embaixadas do Peixe devem ser auto-sustentáveis e são disciplinadas por regimento interno elaborado pelo SANTOS, aprovado pelo Conselho Deliberativo. O não cumprimento do regimento interno e/ou do Estatuto Social do Santos Futebol Clube resulta na extinção da Embaixada do Peixe por deliberação do Conselho Deliberativo.

O SANTOS não é responsável perante terceiros por passivo ou obrigação, de qualquer natureza, contraído por qualquer de suas Embaixadas do Peixe.

—–//—–

Por ora, é só! Deixe seu comentário e até o próximo post!

Edmar Junior

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

Anúncios

NEYMAR – O CAMINHO DO MITO

Um belíssimo documentário sobre o craque Neymar, resultado do trabalho de conclusão do curso de Jornalismo da PUC-SP, produzido pelos alunos Eduardo Laiola e Rafael Reis, com orientação de Marcos Cripa. Vale muito a pena assistir:

OBS: Este trabalho não possui qualquer fim lucrativo ou comercial.

Obrigado Neymar Jr!

Obrigado Neymar Jr e parabéns pela brilhante trajetória!

Por ora, é só! Deixe seu comentário e até o próximo post!

Edmar Junior

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

HOMENAGEM AO ETERNO CAPITÃO ZITO

Assim como fizemos anteriormente com os ex-jogadores e eternos ídolos Dalmo Gaspar e Gylmar dos Santos Neves, eu e meus amigos Alex Santos e Wesley Miranda, nesta oportunidade acompanhados pelo Prof. Guilherme Nascimento, com muita honra prestamos mais uma homenagem para um grande ídolo da história do Santos Futebol Clube, desta vez o homenageado foi o Sr. José Ely de Miranda, o nosso eterno capitão Zito, um dos jogadores mais emblemáticos do período áureo do Santos.

Prof. Guilherme Nascimento, Edmar Junior, Zito, Alex Santos e Wesley Miranda

Prof. Guilherme Nascimento, Edmar Junior, Zito, Alex Santos e Wesley Miranda

VÍDEO

Contém imagens da carreira de Zito e da homenagem que prestamos:

zito, SAIBA MAIS…

Zito - Blog DNA Santastico (3)

Zito nasceu no dia 8 de agosto de 1932 em meio ao auge da Revolução Constitucionalista de São Paulo, a hoje cidade de Roseira nem era município, pertencia ainda à cidade de Aparecida. Somente na metade da década de 60, a cidade foi emancipada. No entanto quando isto aconteceu, o seu filho e cidadão mais ilustre já atuava há um tempo com a tarja de capitão da equipe do Santos, sendo reconhecido como um dos melhores da posição no planeta, além de ser bicampeão mundial com o Santos e com a seleção brasileira.

Quando pequeno o menino José Ely era chamado por seu familiares de “Joselito”, porém, em meio aos amigos, para simplificar ainda mais a alcunha, passou a ser chamado de “Zito”, apelido pelo qual é mundialmente conhecido até os dias de hoje.

A carreira de jogador de futebol de Zito começou aos 16 anos exatamente no Vale do Paraíba. Com 19 anos ele desfilava toda a sua técnica pelos gramados da região, sendo considerado o melhor volante de todo o Vale do Paraíba. Era um volante cheio de técnica, moderno para sua época, distante dos volantes que só sabiam destruir jogadas. Zito era daqueles jogadores que sabiam atacar e defender da mesma forma, sempre com classe e maestria.

Neste período Zito disputava muitos jogos pela equipe do Taubaté, inclusive participava do Campeonato Paulista. Por indicação acabou sendo contratado pelo Santos Futebol Clube e desembarcou na Vila Belmiro às vésperas de completar 20 anos de idade, no dia 15 junho de 1952. A estréia do volante com a camisa do Peixe aconteceu em 30/06/1952 no amistoso realizado contra o time carioca do Madureira, vencido pelo time santista por 3×1. Durante um bom tempo Zito foi reserva do saudoso Formiga e nesta condição conquistou seu primeiro título com a camisa do Santos, o Campeonato Paulista de 1955.

Zito - Blog DNA Santastico (1)

No ano seguinte, Zito já havia conquistado a condição de titular na equipe do Santos, sendo notável e impressionante seu senso de organização no meio-campo. O jogador também se destacava na liderança, respeitado naturalmente por seu companheiros, dentro e fora do campo. Neste ano (1956) conquistou novamente o título do Campeonato Paulista, fato que se repetiu em muitos outros anos.

Mas, ainda na década de 50, surgiu na Vila Belmiro um menino chamado Pelé, que como todos nos sabemos se tornou o melhor jogador de futebol de mundo. No entanto,  Zito nunca se fez de rogado quando precisava dar uma bronca em Pelé, mesmo quando esta já era de fato o Rei do Futebol.

Para o volante não importava quem estava ao seu lado. Se não estivesse jogando bem, Zito utilizava sua liderança inata para chamar a atenção do companheiro. Era muito comum observá-lo dando gritos de incentivo aos seus companheiros a fim de que a equipe marcasse mais gols, mesmo com o placar já bem dilatado a favor do Santos, com a vitória garantida. Zito tinha a permissão do técnico Lula para ser o grande orientador da equipe dentro das quatro linhas. Ele era uma espécie de técnico dentro do campo. Por meio de seus passes perfeitos e posicionamento dentro de campo, o Santos conseguiu alcançar muitos resultados positivos.

Zito - Blog DNA Santastico (6)

Seu perfil fez com que todos os jogadores, sem exceção, respeitassem-no, mesmo os mais renomados como Jair da Rosa Pinto, por exemplo. Até mesmo o Rei Pelé se curvava perante sua liderança. Na Vila Belmiro, Zito ficou também conhecido como “Gerente“.

Zito atuou no Santos até 1967, despediu-se do Peixe deixando a camisa número 5 para um jovem, que assim como ele, também se tornaria uma lenda viva na história do Santos: Clodoaldo.

Após encerrar a carreira, Zito permaneceu ainda muito ligado ao Santos, clube que segundo ele é o seu grande amor, sua vida. O ídolo continuou vivendo na cidade e atuou no clube em vários cargos, como auxiliar técnico, diretor de futebol, gerente e vice-presidente. Foi um dos responsáveis pelo surgimento na base santista dos jogadores Diego, Robinho e Neymar.

As homenagens fazem parte de sua vida, o craque virou nome de centro esportivo em Pindamonhangaba, cidade vizinha à Roseira. No “Centro Esportivo José Ely de Miranda”, muitos garotos aprimoram-se no esporte, onde quem sabe um dia, um novo representante da região do Vale do Paraíba possa despontar no cenário esportivo mundial.

Zito atuou em 727 jogos com a camisa do Santos, marcou 57 gols e seus principais títulos conquistados foram:

  • Campeão Mundial (1962/1963);
  • Campeão Sul-Americano (1962/1963);
  • Campeão Brasileiro (1961/1962/1963/1964/1965);
  • Campeão Torneio Rio-São Paulo (1959/1963/1964/1966);
  • Campeão Paulista (1955/1956/1960/1961/1962/1964/1965/1967).

Zito - Blog DNA Santastico (4)

O craque santista foi o grande líder de uma geração de sonho, representando a disciplina e a organização de uma equipe que jogava por música, passando por cima de qualquer adversário em qualquer situação. Um jogador que impõe respeito até mesmo para o Rei, certamente, deve ser ovacionado por todos. O melhor time do mundo só poderia mesmo ter um capitão da categoria e retidão de Zito.

Zito no melhor time de todos os tempos!

Em suma, foi muito bacana homenagear o eterno ídolo e capitão Zito, tenho certeza que este é também o sentimento dos meus amigos Alex Santos, Wesley Miranda e Prof. Guilherme Nascimento.

Obrigado Zito!

Obrigado Zito!

Fontes:

  • Grandes Ídolos do Santos / André Martinez / Ícone Editora
  • Santos Futebol Clube

Por ora, é só! Deixe seu comentário e até o próximo post!

Edmar Junior

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!