SORTEIOS DE BRINDES BLOG DNA SANTÁSTICO | WALDMAN

No final dos anos 80, após participar do trabalho de vários artistas nacionais como Kiko Zambianchi, Deborah Blando, Marcelo Nova (Camisa de Vênus), P.A. (RPM), Radio Taxi, U2 Cover entre outros, o guitarrista Everton Waldman passou a ser contatado por vários músicos de todo o Brasil para dar consultoria sobre produtos do segmento musical.

Com o passar do tempo, juntamente com seu irmão, Juliano Waldman, fundou a empresa EQUIPO, com o propósito de representar algumas poucas marcas do segmento musical como Hartke Systems/USA, Behringer/Alemanha (até então desconhecida), Laney/Inglaterra e Spectraflex/USA.

Logo Equipo

Ano após ano, a EQUIPO crescia a passos largos, aceitando convites para distribuição e promoção de novas marcas como Samson, Ibanez, Tama, Sabian, Koss, Cort, Ghs e tantas outras.

Este espírito trabalhador e sempre disposto a tentar novos desafios foi herdado do carismático Sr. Gerson Waldman (Pai), que os ensinou a valorizar o caráter acima de qualquer negócio.

Com sua consolidação dentro do segmento musical, a EQUIPO se especializou também em produtos de áudio, DJ e iluminação, o que a tornou um ícone no mercado, sendo respeitada por músicos, lojistas, marcas mundiais exportadoras e até mesmo concorrentes.

Após 20 anos de muito trabalho e esforço, estes jovens empreendedores adquiriram pleno conhecimento do que há por trás das marcas mais famosas do mundo no quesito produção. Fato fundamental para seu próximo passo.

Surge então a Waldman – marca que tem a missão de trazer ao mercado brasileiro o acesso a produtos de qualidade internacional a preços justos e perfeitos.

Logo Waldman

Seus produtos são frutos de uma extensa pesquisa de mercado, enquanto que as mais importantes fábricas localizadas no maior polo de produção do mundo garantem a qualidade, acabamento e preço honesto.

O alto padrão de qualidade, somado a um time de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) e designers ávidos por um trabalho impecável, resulta em uma marca focada no consumidor.

A Waldman não oferece somente produtos.
A Waldman oferece sonhos.
Sonhos de verdade para a sua vida!

E como música e futebol se misturam, a Waldman, totalmente inspirada nos principais times de futebol brasileiro, entre eles evidentemente o glorioso Santos Futebol Clube, lançou a linha de produtos Dream Team:

O Soft Gloves é um headphone com espumas macias e driver de 40 mm, capaz de proporcionar extremo conforto e excelente desempenho nos graves.

O Soft Gloves é um headphone com espumas macias e driver de 40 mm, capaz de proporcionar extremo conforto e excelente desempenho nos graves. 

O Super Fan é um fone de ouvido intra-auricular com alto falantes potentes. Possui espumas que se ajustam ao seu ouvido, criando uma excelente vedação a prova de ruídos externos.

O Super Fan é um fone de ouvido intra-auricular com alto falantes potentes. Possui espumas que se ajustam ao seu ouvido, criando uma excelente vedação a prova de ruídos externos.

O Screamin’ Buddy é um fone de ouvido intra-auricular que se encaixa perfeitamente ao seu ouvido, proporcionando uma excelente sensação de conforto.

O Screamin’ Buddy é um fone de ouvido intra-auricular que se encaixa perfeitamente ao seu ouvido, proporcionando uma excelente sensação de conforto.

O Team MIC é um microfone dinâmico cardióide de excelente qualidade e extremamente versátil. Perfeito para ensaios, shows, karaokês e muito mais.

O Team MIC é um microfone dinâmico cardióide de excelente qualidade e extremamente versátil. Perfeito para ensaios, shows, karaokês e muito mais.

Já na última EXPOMUSIC (30ª Feira Internacional da Música, Instrumentos Musicais, Áudio, Iluminação e Acessórios) que ocorreu em São Paulo entre os dias 18/09 e 22/09, a Waldman apresentou com grande sucesso alguns produtos da sua nova linha, a Guitar Force:

Produtos da Linha Guitar Force

Produtos da Linha Guitar Force

Guitarra - Blog DNA Santastico

Guitarra lançada na EXPOMUSIC 2013

Todos os produtos acima mencionados possuem o selo que comprova sua autenticidade. Diga não à pirataria. Compre sempre produtos oficiais.

selo_oficial

Selo Oficial

SORTEIO DE BRINDES BLOG DNA SANTÁSTICO | WALDMAN

Em parceria com a Waldman, o Blog DNA Santástico através de seu mantenedor Edmar Junior, sorteará os seguintes produtos da linha Dream Team:

01 Super Fan

01 Super Fan

01 Soft Gloves

01 Soft Gloves

MECÂNICA PARA PARTICIPAÇÃO

Participar dos sorteios será muito simples, basta executar as seguintes passos:

1. CURTIR a Fan Page do Blog DNA Santástico no Facebook

2. Deixar apenas UM comentário (só valerá UM) AQUI neste post do blog descrevendo um momento interessante ou uma história inesquecível que vivenciou com o Santos Futebol Clube. Se desejar, deixe também um parágrafo no mesmo comentário mencionando o que você achou dos produtos da Waldman.

ATENÇÃO, OS DOIS PASSOS ACIMA SÃO OBRIGATÓRIOS PARA GARANTIR PARTICIPAÇÃO NO SORTEIO!

Observações:

Podem participar destes sorteios do Blog DNA Santástico, todas as pessoas físicas, que possuem ou possam indicar endereço no território nacional e perfil na rede social Facebook.

Esta ação tem caráter exclusivamente promocional, cultural e recreativo.

A ação poderá ser alterada, suspensa e/ou cancelada sem aviso prévio, por motivo de força maior ou por qualquer outro motivo que esteja fora do controle do Blog DNA Santástico e que comprometa a realização da mesma, impedindo ou modificando substancialmente sua condução como originalmente planejada, sem ser devida qualquer indenização ou penalidade aos participantes.

PRAZO

O prazo para participar será até às 23:59 hs do dia 06/11/2013.

SORTEIOS

Após o prazo para participação nos sorteios, será atribuído um número para cada participante que atendeu as premissas da mecânica acima descrita, os sorteios serão via RANDOM.ORG e apenas 02 números serão sorteados.

PREMIAÇÃO

Supe Fan - 02 - Blog DNA Santastico

Para o 1º número sorteado o participante correspondente ganhará um Super Fan.

Para o segundo número sorteado o participante ganha um 01  Soft Gloves.

Para o 2º número sorteado o participante correspondente ganhará um Soft Gloves.

RESULTADOS

Os resultados dos sorteios serão publicados posteriormente aqui no blog e na fan page, os vencedores deverão obrigatoriamente informar seus respectivos endereços até o dia 20/11/2013 para envio dos brindes em até 30 dias após esta data.

Boa sorte!!!

Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Edmar Junior

Torcedor do Santos FC por hereditariedade.
– Sócio do Santos FC desde 08/2006.
Diretor Social na Associação Movimento Resgate Santista.
Colecionador de livros sobre o Santos FC e seus ídolos.
Campeão do Quiz do Torcedor no Navio do Centenário.
Mantenedor do Blog DNA Santástico.
Mantenedor do Blog Miscelânea Santista.

 

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

Anúncios

66 Respostas para “SORTEIOS DE BRINDES BLOG DNA SANTÁSTICO | WALDMAN

  1. *** PARTICIPAÇÕES ENCERRADAS ***
    Obrigado à todos, em breve os ganhadores serão anunciados aqui no Blog DNA Santástico!

    Curtir

  2. Então, na verdade existem 3 momentos em que nunca esquecerei e que o Santos me proporcionou, o primeiro foi em 2001 na semi-final do paulista, o jogo estava empatado até que o Ricardinho marcou um gol no final do jogo para o Corinthians, eu era criança, tinha apenas 5 anos mas ali que percebi que havia um sentimento pelo Santos, lembro que olhei pro meu avô ( ele que me criou ) e ele estava chorando, automaticamente deitei no chão e comecei a chorar loucamente e assim descobrindo o meu amor pelo Santos Futebol Clube. O segundo momento foi em 2002, um amistoso Santos x Corinthians na Vila Belmiro, eu não me recordo de muitas coisas desse jogo, mas lembro que foi a primeira vez que eu entrava em um estádio, e era naquele estádio do time que eu amo, era uma emoção grande, uma ansiedade enorme, lembro que o Santos ganhou ( 3×1 ou 3×2 não me lembro ), fiquei muito feliz, ali começava uma série de jogos em que eu iria na vila mais famosa do mundo. E o terceiro momento foi o da libertadores de 2011, eu com meus 15 anos, no dia da final era aniversário de um grande amigo meu que é santista também, estavam todos no pátio do meu prédio conversando, zuando, dando risada e eu, mais dois amigos e o padrasto desse meu amigo que fazia aniversário estávamos na porta da casa dele assistindo o jogo, lembro que quando acabou o jogo eu ajoelhei no chão e comecei a chorar, não sabia o que dizer, era a maior emoção que eu sentiria em toda a minha vida, era um momento mágico, sem explicação, chorei por mais de 30 minutos sem parar, estava muito feliz. Esses foram os momentos que o Santos me proporcionou. E sobre o que achei sobre os produtos eles ficaram show de bola, lindos demais.

    Curtir

  3. Bem, tenho inúmeras histórias do nosso Glorioso Alvinegro Praiano. Desde a final do Paulistão de 1978, já em 1979, quando meus pais foram ao estádio e eu fiquei em casa ouvindo a partida pelo rádio. Essa é a minha primeira lembrança do Peixe. Mas no Brasileirão de 2004 foi incrível. Após o Santos apenas empatar com o Paysandu, no Pará, comecei acompanhar o duelo do Furacão contra o Grêmio. Fim do primeiro, 3 a o pros paranaenses. Aí desisti e fui fazer outra coisa pensado na perda do título nacional. Eis que quase as 10 da noite um grande amigo, Marcos, me liga pra conversarmos. De repente ele me pergunta e o nosso Santos, hein? Respondi, agora já era, o Atlético levou o título hoje. Ué, mas ele também empatou, continua tudo igual. Eu gritei: O QUE? Como assim empatou, virou 3 a 0? Ele me respondeu que o Grêmio havia empato o jogo. Meu amigo, neste instante eu sabia que iríamos conquistar o caneco, pois estava na mão dos caras e eles desperdiçaram sua chance. Duas rodadas depois eu estava no Anacleto Campela numa espécie de redenção da semifinal do Paulistão daquele mesmo ano quando fomos goleados. Dessa vez, goleamos, ultrapassamos o Atlético e, praticamente, asseguramos o título. O título mais difícil de todos o Campeonatos Brasileiros de sua história. Mais de 10 gols mal anulados, cinco perdas de mando de jogo, 18 penalidades assinaladas para nosso rival na competição e ainda o sequestro da mão de nosso principal jogador, o Robinho.
    Só o time que parou uma guerra poderia conquistar um campeonato tão complicado.
    Quanto aos produtos da Waldman, são como o Santos, lindos e um show de bola.

    Curtir

  4. 63 - Vitor Braga

    Bem, o momento mais emocionante que eu posso descrever é aquela final de 2002, na qual me tornei santista… Não lembro muito bem de como foi, afinal, só tinha 5 anos. Mas a partir dali, um novo motivo de alegrias brotou no meu peito…

    Curtir

  5. São tantas histórias, mas vou deixar aqui a mais recente. Eu não estava no estádio, não foi um show do Santos, nenhuma goleada histórica. Mas no dia Terça-Feira, 03/05/201 eu tive que fugir da escola passar por perrengues, rasgar a calça pra assistir um jogo incrível onde o Rafael em noite inspiradíssima segurou o America do México pelas 8 de finais da libertadores 2011. Esse sim foi um jogo que podemos chamar de teste pra cardíaco, que sufoco, e foi ali que eu tive a certeza que levaríamos a libertadores 2011 que jogo. O meu Santos é sensacional ❤

    Curtir

  6. 61 - Rodrigo Florentino

    Com certeza o Campeonato Brasileiro de 2002, finalzinho do jogo, Deivid e Anderson marcaram os gols do Corinthians, naquela altura o jogo estava 2 x 1 para o Corinthians ( placar agregado era Santos 3 x 2 Corinthians ), o Santos estava tomando pressão no final, quando surgiu as estrelas de Elano e Léo, assim virando o jogo para o Santos, e assim o Peixe conquistou o 8º título brasileiro , VAI PRA CIMA DELES SANTOS !

    Curtir

  7. 60 - Héder Sobrinho

    Pra mim que sou torcedor fanático do santos, jamais me esqueçerei do campeonato brasileiro de 2002, todo mundo disacreditava do nosso Santos e dos até então jogadores desconhecidos do nosso elenco, eis que daí surgiu uns dos melhores times do futebol brasileiro nos ultimos anos, aquele time que entrou na ultima vaga e com nenhuma vantagem nas partidas de mata mata. conseguiu nos surpreender. e acabamos sendo campeão daquele ano em cima do nosso maior rival nos ultimos anos!! foi perfeito!!

    Curtir

  8. Momento inesquecível foi quando Santos veio jogar em Cascavel PR. Contra o Coritiba e saiu com a vitória o/.

    Curtir

  9. Momento interessante que vivi como Santista? Todos, pois ser Santista e uma maneira interessante de viver vários tipos de emoções!

    Mas inesquecível mesmo, são as 8 pedaladas… Jamais esquecerei!!!

    Curtir

  10. Um momento muito inesquecivel em todo esse tempo q sou torcedora santista foi a conquista do paulista de 2010 no jogo Santos x Santo Andre… sofri muito, gritei muito mas saimos vitoriosos.

    Curtir

  11. Olá Edmar, torço para o Santos desde 1960. Um momento muito especial para mim, foi a primeira vez que vi ao vivo o Santos jogar. Foi em 1968, na época eu morava em Guarapuava-PR, a 250 km de Curitiba.

    Em partida válida pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o Santos veio à capital paranaense para jogar com o Atlético Paranaense de Sicupira, Bellini, Djalma Santos entre outros grandes craques que formaram um esquadrão no clube da baixada.

    Mesmo sabendo que Pelé não jogaria pois estava contundido, saí de Guarapuava no sábado, em companhia de um amigo, que por sinal era e ainda é corintiano. No dia seguinte (08/09/1968), diante de um sol escaldante, e o maior publico presente até hoje no estádio Dorival de Brito, vi o Santos ser derrotado pelo Atlético por 3 x 2.

    Mas o resultado negativo não frustrou a emoção de ver meu time do coração pela primeira vez.
    O Santos jogou com: Claudio, Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel e Rildo; Clodoaldo e Negreiros; Edu, Toninho, Douglas (Marçal) e Pepe (Abel).

    Devido ao excesso de público, tinha torcedor trepado em arvores e muros. Infelizmente um torcedor tocou em um fio de alta tensão e faleceu.

    Este jogo foi um dos muitos momentos maravilhosos que o Glorioso Santos FC me proporcionou…

    Curtir

  12. Tenho várias histórias e momentos santásticos com o Peixe, sendo o mais emocionante para mim a segunda partida da semifinal do Brasileirão 1995, quando o Santos reverteu um 1×4 tomados do Fluminense no Rio com um épico 5×2 no Pacaembu, com show de Giovanni e Companhia. Mas a que vou contar é mais engraçada que emocionante.
    Aconteceu no Campeonato Brasileiro de 1977, dia 11/12, Santos e Palmeiras, no Pacaembu. Decidimos ir ao jogo eu e um grande amigo palmeirense, o Alberto. Tiramos um pueril “par ou ímpar” e – coitado do Alberto – eu ganhei o direito de assistirmos o jogo na torcida do Santos. Aos 43 min, Jorge Mendonça abre o placar para o Palmeiras. O Alberto se levanta, ergue o braço direito e – percebendo então onde estava – bate o punho direito contra a sua mão esquerda e exclama: “Que defesa de m… Como pode tomar um gol assim!”. E senta-se, entre feliz e constrangido, se é que esses sentimentos se misturam. E eu não sabia se esbravejava contra a nossa defesa ou caía na gargalhada pelo insólito comportamento do Alberto.
    Para o meu alívio, aos 17 min do segundo tempo, Toinzinho empata para o Peixe. O jogo terminou 1×1.
    Para ilustrar e como curiosidade histórica, o Santos jogou com: Ricardo; Nelsinho Batista, Joãozinho, Fernando e Gilberto Sorriso; Carlos Roberto, Aílton Lira e De Rossis (Juary); Nilton Batata, Toinzinho e João Paulo (Bianchi).

    Curtir

  13. 54 - Janaina

    Bom sou santista graças minha mãe querida!Sou Loucaaa por esse Time Santos FC.Meu primeiro jogo foi no Santos 1 x 0 Botafogo-SP. Data: 22/02/2009, domingo, 17h00.Emoção pura ,levei meu afilhado que tbm é santista graças a mim rs.Depois desse jogo viciei é claro já fui na Vila algumas vezes assistir jogos lá até chorei rs.Antes de assistir o jogo Santos 2 x 0 Flamengo 12/09/2012. Fui na Memorial das Conquistas … Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro). Não segurei a lágrimas chorei mesmo rs.Só quem ama sabe essa Emoção.SFCAMO!

    Curtir

  14. 53 - Juliana C Souto

    o melhor momento com o glorioso sem dúvida foi em março de 2012 quando meu filho Matheus com 6 anos foi recebido por todo elenco do Santos e estava com leucemia e a emoção foi muito grande neste dia e inesquecível fomos carinhosamente bem recebidos por todos lá no CT.

    Curtir

  15. Sem a geração de Meninos da Vila com Juari, João Paulo e cia. eu não teria me consagrado santista… foi nesse ano (1978) a primeira vez em que fui a um estádio de futebol (a Vila Belmiro, no caso) e me vesti com o manto sagrado ( na verdade o uniforme completo, da cabeça aos pés). Foi uma sensação única, me sentia como se estivesse vestindo um uniforme de super herói, como se eu fizesse parte de um grupo seleto de pessoas… pessoa não, deuses! Aquilo me deu certeza de que meu amor pelo Santos seria eterno!… E eu não estava enganado!
    Quanto aos produtos da Waldman, achei ótimos… com o escudo do Santos então, ficaram melhores e mais bonitos ainda! =D

    Curtir

  16. 51 - Rodrigo de Aguiar

    Eu nasci de uma familia santista e meu pai sempre me ensinou a amar o SFC,em 2004 o Santos ganhou o titulo mais marcante para mim e vou contar um pouco dessa historia.
    Em 2004 foi detectado que meu pai estava com cancer e nossa familia estava muito preocupado com ele,minha familia passando esse problema e o Robinho com o sequestro da mãe,lembro-me quando ia visita-lo no hospital que ficávamos vendo as noticias do sequestro,nosso SFC vinha bem mas o Atletico liderava,nesse ano eu tinha ido em diversos jogos inclusive com meu pai.
    Chegando dia 17/12 era a ultima rodada do brasileiro e se o SFC ganhasse seriamos campões,eu conversei com minha familia e decidi ir para S.J.Rio Preto com meu irmão,mesmo sabendo da situação do meu pai,ele estava em casa mas não estava bem.
    Chegando em S.J.Rio Preto a primeira coisa a fazer foi ligar em casa,minha mãe disse que ele estava bem e que era pra gente torcer e aproveitar e que meu pai estaria feliz de saber que estávamos lá.
    No final o SFC foi campeão e comemoramos o titulo no interior,nessa mesma data meu pai foi internado novamente para nunca mais voltar para casa,minha mãe conta que quando o SFC foi campeão ele ouviu os fogos e ela disse:Nelson o Santos foi campeão.
    Uma lagrima caiu de seus olhos e o mesmo abriu um sorriso.
    O mesmo veio a falecer 14 dias depois por isso esse momento foi muito marcante na minha vida.

    Curtir

  17. 50 - Sandra Rodrigues Rosa

    Minha história com o Santos vem desde os 7 anos de idade, ouvia aos jogos do Santos no radio ao lado do meu pai, ouvir jogos pelo radio era emocionante porque na hora do gol, do jeito que o radialista narrava e gritava o gol ja sabia quem havia marcado.Aos 10 anos fui a Vila pela primeira vez, com uma vizinha que amava futebol e o Santos FC, ela sempre me levava aos jogos do Santos, e eu sem noção todos dia batia na porta dela para saber se iriamos ao jogo.Um dia ela fez um surpresa que nunca esqueci, me levou ao treino do Santos que era na Vila , la conheci o João Paulo, Nilton Batata,, Juari, Pita, e assim fui aprendendo a amar o Santos FC e graças as raizes da familia e a minha vizinha sou Santos, e depois de dois anos após realizar meu sonho em conhecer os jogadores e uma semana depois de ir ao ultimo jogo ,Deus a levou de volta para casa, nunca esqueci a alegria que ela me trouxe e o amor que me ensinou a ter pelo Santos F C.
    Amo o Santos por me fazer uma apaixonada por futebol e por ser o time Glorioso, conhecido mundialmente.

    Curtir

  18. 49 - Heloyse Flores dos Santos

    Quando eu entrei com meus alunos em campo há 13 anos atrás ,uma emoção inexplicável ficar no campo em pleno jogo com a torcida gritando e eu no meio dos meus ídolos!! NASCER VIVER E NO SANTOS MORRER É UM ORGULHO QUE NEM TODOS PODEM TER!!

    Curtir

  19. Tem tantos momentos, mas vou falar um que foi junto com meu pai santista, gracas a ele, hoje sou santista.
    Na final do Paulistão de 2007, no Morumbi, o primeiro jogo, perdemos para o Sao Caetano por 2×0, meu pai desacreditou, mas eu fui la e comprei o ingresso para o ultimo jogo, o Santos fez 2X0 no Sao Caetano, levamos o Campeonato, e eu comemorei tanto, que fiquei cheia de hematomas, nesse dia descemos para Santos cantando, foi lindo ver um comboio na Imigrante de Santistas.
    Depois de 2 anos, encontrei o Moraes em Santo Andre, e abracei ele e agradeci pelo gol, ele sorriu, e ficou rindo. Claro uma desconhecida, louca, vai abracar ele do nda…rs…rs. Bons momentos e eternos…!!!

    Curtir

  20. A princípio achei que a minha torcida pelo Santos Futebol Clube era algo apenas hereditário, mais não, o destino também quis assim e eu agradeço a Deus ! Não sou Alvinegro da Vila mais famosa do mundo porque ele parou guerras com seu futebol arte, porque é o campeão do Século XX nas Américas pela FIFA, o maior campeão Brasileiro, o time que mais fez gols, um dos maiores campeões de todos os tempos tendo o melhor elenco de todos os tempos ou porque é o recordista em recordes entre outros grande feitos, mais sim porque o meu amor por ele é incondicional e foi ele, sim, um clube de futebol que me reergueu no momento mais triste de minha vida até então, no começo de 2011 perdi a minha querida e saudosa avó, fato que me ‘derrubou’ fortemente, era inédito a perda de ente querido em minha família, parecia que nunca mais voltaria a me alegrar… Mais tarde, pensando sozinho, concluí que na vida nada é mais importante do que a felicidade e o Peixe após 48 anos voltou a conquistar a América me dando esta oportunidade que talvez tenha sido a única de minha vida sendo uma oportunidade que poucos tiveram a honra de obter me fazendo feliz em um ano que excluiria facilmente de minha vida, mais o Santos FC me faz lembrar de 2011 com muito carinho !!! #SantosSempreSantos

    Curtir

  21. Desde que nasci, fui incentivado a ser Santista, porem, após o titulo Brasileiro de 2002, eu me apaixonei definitivamente pelo clube. Hoje em dia sou Sócio, mas já cheguei a passar 7 horas e meia na fila de uma bilheteria, para ver meu peixe jogar. Estive junto com o Santos na bela virada na final do Paulistão de 2007, 2×0 para o Santos (Adaílton, Moraes) estive presente também no TRI campeonato Paulista (2010 no Pacaembu, 2011 na Vila Belmiro e 2012 no Morumbi), voltei a uma final no Pacaembu para ver meu peixe Campeão da Recopa (2012), sem esquecer do titulo mais importante de todos, o TRI da Libertadores da América, (Também no Pacaembu). Alem desses ótimos momentos, também estive em momentos tristes, como algumas derrotas para o rival Palmeiras (todos na Vila Belmiro) e na final do Camp. Paulista de 2013. Estou junto com o Santos, aonde e como ele estiver!

    Curtir

  22. Há alguns anos atrás, durante um jogo conheci um casal que tinha acabado de chegar de Mato Grosso do Sul. Era a primeira vez que vinham a Santos e estavam realizando o sonho de conhecer nossa Gloriosa Vila. Ao final do jogo vejo o Coutinho passando perto de onde estávamos e o chamei, apresentando o casal a ele. Gentil como sempre, nosso craque conversou alguns minutos com eles e foi embora. Foi muito gratificante ver a emoção dos dois, que me abraçaram agradecidos pelo “melhor presente das suas vidas”. Com lágrimas nos olhos nos separamos e nunca mais os vi, mas se tornaram inesquecíveis na minha vida. Obrigada Santos, por isso também!!!

    Curtir

  23. A FINAL DE 2002 FOI UM MOMENTO MÁGICO , VER AQUELES MENINOS DESACREDITADOS CHEGAR NUMA FINAL DE BRASILEIRO…NOS CLASSIFICAMOS EM 8 …ULTIMO LUGAR PRA PEGAR O TÃO TEMIDO SÃO PAULO QUE VINHA GANHANDO DE TODOS …2 JOGOS IMPRESSIONANTE OS MENINOS SE AGIGANTARAM NO MORUMBI E NA VILA…E LA ESTÁVAMOS NÓS NA FINAL CONTRA O CORINTHIANS …PARTE DA IMPRENSA BRASILEIRA DANDO COMO CERTO O TÍTULO DO CORINTHIANS …E AI MAIS UMA VEZ NOSSO SANTÁSTICO SOBROU NO CAMPO MATAMOS O CORINTHIANS JA NO 1 JOGO ….E NA FINAL FOI SÓ DESFILAR NO GRAMADO E CONFIRMAR O TÍTULO BRASILEIRO DE 2002…E COMO NAO LEMBRAR O 1 GOL DA FINAL …ROBINHO PEDALANDO EM CIMA DE ROGÉRIO ESSE MOMENTO FOI O MOMENTO MAIS MÁGICO PRA NÓS SANTISTA …ROBINHO , DIEGO , RENATO ,ALBERTO , LÉO E OUTROS GUERREIROS …E DEPOIS DE TUDO FOMOS RUMOS A TÍTULOS ESPETÁCULARES …BRASILEIRO , COPA DO BRASIL , PAULISTA 3 SEGUIDAS …RECOPA …E VAMOS QUE VAMOS EM 2014 EM BUSCA DE SERMOS OS MELHORES DO BRASIL PORQUE SER SANTISTA NÃO É PRA QUALQUER UM ….

    Curtir

  24. 43 - Mariza Souza

    Coom certeza sem Soma de duvidas o melhor momento em que passei com o Santos FC até agora foi a FInal da Libertadores em 2011, emoção, ansiedade, confiança, orgulho, felicidade…tudo junto e misturado! Vivenciar um momento tão maravilhoso quanto aquele é o maior orgulho da minha vida! Afinal Nascer Viver e No Santos Morrer é um Orgulho que nem todos podem ter! ♥

    Curtir

  25. O momento mais marcante pra mim foi a final da Libertadores de 2011, eu chorei muito de alegria quando o gênio Neymar abriu o placar, começando com Arouca, depois um passe do Ganso e o Arouca jogando muito manda a bola pro Neymar. E foi um dos melhores momentos da minha vida.

    Santos Sempre Santos s2

    Eu te amarei até morrer ! ; )

    Curtir

  26. Um dia memorável para mim foi a final da libertadores, assisti lado a lado com meu tio que assistiu os títulos de 62 e 63, fomos ao Pacaembu naquele jogo espetacular, choramos juntos, gritamos demais, e o mais gostoso foi poder esfregar isto na cara de todos os outros!

    Reenviando para usar o meu perfil do facebook, apague o comentário anterior.

    Curtir

  27. Um dia memorável para mim, foi em 2002 quando eu tinha apenas 7 anos, e estava assistindo o segundo jogo da final do brasileirão, juntamente com o meu pai, que graças a Deus também é santista. Esse dia eu nunca esquecerei,pois foi o primeiro título que pude comemorar de meu glorioso santástico, e para a comemoração ser melhor ainda foi em cima do nosso maior rival, que deixa o gostinho da vitória muito mais gostoso.

    Curtir

  28. 39 - Ricardo Peres

    Aqui vai a minha história.
    Não sei se é bem uma loucura mas pra mim foi por demais marcante!

    Eu estava morando a uns três meses nos Estados Unidos, mais precisamente em Coral Springs no Sul da Florida.

    Parece que quanto mais distante da cidade de Santos, mais é possível comensurar a importância que o Santos tem nas nossas vidas, no futebol nacional, e no futebol mundial.

    É impressionante ver como os brasileiros que moram por lá (são mais de 300.000) tem simpatia pelo time do Santos.

    Entre os cariocas, é quase que unanimidade.
    Hoje falo sem medo de errar, o Santos é o segundo time de todos eles.
    Torcem pelo nosso time com um fervor de fazer inveja.
    Entre os Nortistas, há um numero enorme, de torcedores santistas, com camisa, bandeira e tudo mais que têm direito.
    Do sul, oriundos em sua maioria de Santa Catarina e Paraná, outra grande leva de Santistas.
    E o engraçado é que fui descobrindo isso, quase que de surpresa.
    Lá os jogos são transmitidos pela Globo Internacional, e nem todos têm em casa a TV a cabo que retransmite as imagens”Globais”.
    Então, é muito comum, as pessoas se encontrarem nos restaurantes brasileiros pra ver os jogos.
    O que acaba transformando o balcão do mesmo, em uma verdadeira miniatura das arquibancadas, dos estádios brasileiros.

    Por não ter como ver os jogos nos horários transmitidos na primeira fase, pois coincidiam com meu horário de trabalho, ainda não tinha percebido, o quanto o nosso time é popular por lá ,e goza da simpatia de todo brasileiro.

    Eu trabalhava em um restaurante francês , que fica a 20 metros de distância de um desses restaurantes brasileiros, ou seja no mesmo prédio e no dia em que o Santos enfrentou o São Paulo, pela segunda partida das quartas de final, do Campeonato de 2002 naquela maravilhosa vitória de 2 a 1, eu estava de serviço (eu trabalhava de garçon) e por mais que implorasse ao meu patrão um Belga, que adora futebol e também ama o Santos, pois quando moleque na Bélgica assistiu a uma exibição no Peixe no seu país, ele não poderia me liberar do trabalho, pois o movimento era grande demais, e sem a minha presença o restaurante simplesmente parava.
    De cinco em cinco minutos, eu dava um jeito de pedir pra alguém dar um pulo no restaurante brasileiro e perguntar quanto tava o jogo.
    Mas quando faltavam mais ou menos uns quinze minutos pra acabar o jogo meu coração não agüentou. Disfarcei que ia no banheiro, larguei a bandeja, pulei a janela e fui para o restaurante brasileiro ver o final do jogo,
    Ao adentrar no restaurante, percebi, que a “arquibancada”, estava lotada.
    Todos em silêncio, viam na TV, as ultimas tentativas do São Paulo em reverter a situação, que lhe era desfavorável, mas sempre barradas com maestria pelos nossos dois belos volantes, Renato e Paulo Almeida.

    O tempo foi passando, o jogo se aproximando do final e de repente, a bola surge com Robinho, na ponta esquerda.
    Leão,em close dado pela TV, grita desesperado, para ele segurar a bola:
    – Já acabou……………….esbraveja nosso técnico, em quase desespero!

    Mas mesmo, com todo o comando e majestade, que o nome e o cargo lhe outorgava, como conter o ímpeto juvenil, daquela ” GAZELA NEGRA”?
    Missão impossível.
    Têm os jovens a impetuosidade por premissa, que as vezes nos alimenta o ódio pela inconseqüência, e em outras oportunidades nos envolve como que por encanto, pela ousadia!

    Graças a Deus, nesse momento a ousadia venceu, e o encantou reinou.

    Corte pra fora, corte pra dentro………que ousadia…………..
    Bola para Diego……………ele chega, quase atrasado, mas acredita.
    Vence num toque os dois zagueiros e de repente, um estádio, um goleiro, um gol…………..todos de joelhos a sua mercê!
    Saciando os nossos instintos mais sádicos, ele sem piedade, crava no peito da nação adversária, o golpe de misericórdia.

    Ai, é pulo, é abraço ,é beijo……………………….é todo mundo louco.

    Pensei que estava nas sociais da Vila, como é de costume, eu assistir aos jogos do Peixe.

    Mas num instante voltei a mim, e lembrei que estava muito distante.
    Mas por que tantos gritaram gol comigo?
    Por que tantos vibraram comigo?

    Ai, é que eu fui perceber a real dimensão do nome
    SANTOS FUTEBOL CLUBE.

    Sabe , o Santos é um time simpático à todos por lá.

    Isso nos dá uma felicidade misturada com orgulho, um sentimento inexplicável de satisfação.
    Talvez seja uma herança, do encanto que a nossa imaculada camisa branca produz nas pessoas……….enfim não sei explicar.
    E nessa hora, já nem me importava mais se íamos ou não ser campeões.
    Afinal, isso, se tornaria indiferente ,alguns dias depois que o campeonato acabasse, pois seria mais um titulo na nossa infinita coleção.
    O que mais me importava, naquela hora é que percebi que talvez tenha precisado dessa distância para descobrir, quanto o SANTOS FUTEBOL CLUBE, é grande.
    E o melhor de tudo, eu sou parte integrante dele, da mesma forma que ele é parte integrante do meu ser.

    E isso sim é o que importa!

    Sou Santos ! E o Santos “sou eu”!

    Para finalizar, quando lembrei que tinha fugido do trabalho, por causa do Santos, voltei correndo ao restaurante o qual eu trabalhava, e o caos estava estabelecido.
    A minha irmã , que era gerente do restaurante queria me matar. O dono do restaurante , o tal Belga , Mrs. Albert, que deveria estar louco comigo, pelo contrário.
    Olhou para mim, em meio ao caos e disse pra minha irmã que estava quase me estrangulando pela minha irresponsabilidade.

    – Deixa ele, isso é um tipo de amor, que poucos podem entender, mas eu o entendo.No meu intimo, ficaria desapontado e triste com você se você não tivesse fugido daqui pra ver o seu time do coração, afinal o nosso restaurante tinha que ter um representante na torcida pelo SANTOS,

    Comecei a chorar emocionado e dei um beijo de filho para pai na testa dele.
    Ano passado voltei ao Brasil e consegui fazer com que ele viesse ao Brasil ,conhecer o nosso país.

    Ao chegar aqui, perguntei a ele qual seria a primeira coisa que ele gostaria de conhecer no nosso país, e ele respondeu sem pestanejar, em seu forte sotaque .

    – La Ville Belmirrrô………….

    E lá fui eu leva-lo pra conhecer o nosso Alçapão.
    Quando adentrou ao estádio , ele com os olhos lacrimejados , me falou:
    – Estou realizando dois sonhos ao mesmo tempo.
    O meu e o do meu pai em conhecer o Estádio mais famoso do mundo.

    Ricardo Peres
    E-MAIL: rrcperes@terra.com.br
    MSN: rickperes@hotmail.com
    ICQ: 58.677.661

    Curtir

  29. Não irei escrever muitas palavras, pois nem preciso disso pra demostra meu amor pelo Santos FC, aqui em casa meu pai é vascaino e meus dois irmãos mais velhos um é são paulino e o outro gremista, não sei o que me fez torce pro Santos, isso já veio quando eu nasci eu acho, amo muito meu tinha, me sonho é ser um socio torcedor e poder ajudar, ir assistir todos o jogo no estadio, não irei contar mentiras só pra ganhar o sorteio, vim apensas ser sincero e dizer que eu quero muito ganhar…
    Tá meu facebook https://www.facebook.com/IggorMoreno157

    Curtir

  30. meu momento inesquecivel com o santastico foi no jogo do brasileiro retrasado quando levei meus filhos pela primeira vez ao estadio para ver santos jogar contra o atletico do parana e o neymar deitou e rolou fez gol deu passe meus filhos voltaram de la muito felizes e pra mim foi o dia mais feliz com meus filhos e meu peixe

    Curtir

  31. Minha história com o Santos é de antes mesmo de eu sequer ter visto o Santos campeão. Moro em um cidade chamada Suzano, próxima a São Paulo, e meu pai sempre me levava para assistir aos jogos da Copa São Paulo de Futebol Jr. aqui na cidade. Certa vez, teve um jogo Santos x Flamengo, na época Diego e Robinho eram da base do Santos, e estavam disputando.
    Lembro que em todos os jogos era tranquilo, dava pra entrar, escolher lugar pra sentar e tudo mais. Mas naquele jogo nós nem ao menos conseguimos entrar no estádio, andar em Suzano era praticamente impossível, todo mundo tinha ido ver o time do Santos jogando, naquele momento eu percebi que realmente era aquele time que eu amava, e daquele dia em diante, nunca mais deixei de lado esse time, que tanto amo.

    E sobre os produtos Waldman, realmente me apaixonei por tudo *-* Na realidade me apaixono por tudo que tem o Santos envolvido, rs

    Curtir

  32. 35 - edson e. dos santos

    caros santistas, qdo di titulo brasileiro de 2002, trabalhava de madrugada, saia para o trabalho por volta das 18h, mas naquele domingo, mudei a direção e fui para a Pça da Independência, é claro. saudações santasticas

    Curtir

  33. Meu amor pelos Santos vem por muito tempo…entre varios comentários pra desistir dessa alegria de vibrar pelo Santos.Quando o Santos foi Pra final contra o São Paulo em 2007 percebi que naquele momento não poderia ter outro time melhor para fazer parte de minha vida.

    Curtir

  34. 33 - Gabriel Casado

    Dentre várias histórias uma me marca bastante em especial por causa do meu pai, o senhor Valci Casado de Lima.

    Em 2007 quando o Santos foi para a final do Paulistão contra o São Caetano eu morava em Guaíra-SP, a 450 km da capital e ate então eu havia assistido apenas alguns jogos do Santos no interior.
    Quando o Santos se classificou para a final em 2007 meu pai estava morando em São Paulo e eu liguei pra ele pedindo que se preparasse porque iríamos no segundo jogo da final ver o Santos ser campeão!
    Logo após a derrota por 2×0 na primeira partida da final, meu pai me liga dizendo: “É filhão, acho que não vai ser desta vez que vamos ver o Santos campeão no estádio!”. Meu pai, santista fanático e corneta master, estava desistindo de ir ao jogo, mas logo interrompi ele dizendo: “Negativo, seremos campeões nem que seja com um gol do Moraes aos 40 do segundo tempo! Pode comprar o ingresso que sexta-feira depois que sair do trabalho vou pegar o onibus pra São Paulo!”.
    Já no domingo, chegamos em cima da hora no Morumbi por causa do transito que pegamos e entramos no portão errado! Aquilo foi um desespero total, como fariamos pra voltar? Pra nossa sorte um policial(que com toda certeza deveria ser Santista) abriu um portão pra que pudessemos passar para o outro lado. Chegamos na boca do tunel com 5 minutos de bola rolando e a lotação era tanta que era impossível subir para as arquibancadas! O primeiro gol, do Adailton, vimos ali mesmo, foi uma explosão que não consigo descrever em palavras!!! Eu gritava pra ele: “Nós vamos vencer.. seremos campeões!!!”. Que clima!! Que ambiente!! Cantavamos com toda potencia que nossas gargantas aguentavam.
    Ao final do primeiro tempo, conseguimos com muito custo dois lugares na arquibancada, mas ficamos a uma distancia de 4 ou 5 fileiras de altura, era impossivel encontrar outro lugar!
    Já no segundo tempo o sofrimento tomava conta! Não era mais possível soltar a voz e gritar apoiando.. o nervosísmo era maior, a agonia tomava conta.. quando de repente o Kleber cruza e o Moraes faz o gol de cabeça! ESSE É MOMENTO MAIS LINDO DA MINHA VIDA:
    A MINHA PRIMEIRA REAÇÃO FOI DAR UM SALTO E VIRAR DE COSTAS PARA PROCURAR MEU PAI… SÓ PODE TER SIDO DEUS QUE PREPAROU ESSE MOMENTO.. NÃO EXISTIA NENHUMA PESSOA NA NOSSA FRENTE.. SUBI AS 5 FILEIRAS EM 2 SALTOS NO MAXIMO E ABRACEI MEU PAI!!! ALI FICAMOS, ANESTESIADOS DE ALEGRIA, TODA AQUELA ANGUSTIA E NERVOSISMO SE TRANSFORMARAM EM FELICIDADE!!!! ERA GRITAR BI-CAMPEÃO E RODAR A CAMISA QUE JA NÃO ERA MAIS A MINHA, PORQUE NO MOMENTO DO GOL TODO MUNDO TIROU A CAMISA E VÁRIOS JOGARAM PRA CIMA.. EU FUI UM DELES..E SÓ SEI QUE PEGUEI UMA QUE NÃO ERA MINHA!
    Talvez os jogadores do Santos não tenham noção da felicidade que podemos proporcionar as pessoas. Do quanto esse momento vai ficar eternizado.. e que fizeram pai e filho passarem por uma experiencia que não tem preço!!!

    OBRIGADO SANTOS F.C. MEU AMOR… OBRIGADO PAI!!!!

    Curtir

  35. 32 - Arthur Silveira

    Sou novo perto da História do Santos FC. Mas mesmo sendo um ínfimo ponto perto da grandiosidade deste imenso clube, este já me proporcionou emoções que foram além do esperado. Sofri nos anos de 2008 e 2009, mas nunca abandonei essa paixão. Foi ela, aliás, que manteve esperançoso de que um dia voltaríamos ao lugar que sempre estamos: No topo do mundo. Em 2010, me encheu de lágrimas aquele time veloz e audacioso. Em 2011, foi um marco na paixão. Estava diante de um dos melhores Santos de todos os tempos e diante do melhor jogador do mundo atualmente. A combinação de experiência com juventude mostrou o quanto esse time só traz felicidade a quem torce por ele. Aquela Libertadores foi A Libertadores. Sofremos e sorrimos, choramos e comemoramos, mas principalmente, torcemos! Ver a pintura de Neymar com o passe do Ganso e o drible certo com a finalização perfeita de Danilo foi algo que NUNCA sairá de minha memória. Novos títulos virão, novos ídolos virão, mas essa Libertadores, com esses ídolos, foi um marco na História. Obrigado, Santos FC, por ser meu hoje e meu amanhã, e principalmente por ter feito parte da minha história.

    Curtir

  36. 31 - Gabriela Fernandes

    Em 2004 fui ao Morumbi assistir São Paulo e Santos no segundo jogo do campeonato Brasileiro com alguns amigos e conheci o vizinho de um deles que também é santista. Oito anos depois o reencontrei no Twitter e hoje somos namorados. Nunca passou pela minha cabeça que uma coincidência assim terminaria em namoro. Adorei os produtos da Waldman. Acertaram nas escolhas Uma família que é muito importante para a música com seus produtos só poderia escolher o SANTOS para ilustrá-los.

    Curtir

  37. 2002. Final do Brasileiro do ano. Estava com meu pai, tinha apenas 11 anos e mal sabia o que aquilo ia representar. No ultimo minuto de jogo, após aquele GOLAÇO do Léo saí correndo feito louco no quarteirão em que morava, aqui no interior da Bahia. Acho que eu era um dos únicos a comemorar aquele fato histórico aqui. Eu e meu velho.

    Curtir

  38. São vários momentos incriveis com o Santos, mas vou relatar um que foi muito marcante. Na semifinal de 1995 em que o Santos tinha perdido a primeira partida para o Fluminense, no domingo seguinte dia da segunda partida algumas horas antes de acontecer o jogo fui visitar um asilo de Idosos de uma cidade visinha, como sempre fazia, para levar um pouco de amor aos velhilhos que lá se encontram, e neste dia encontrei um idoso acamado no asilo que era Santista e logo conversamos sobre a partida, ja que a situação era dificil para o Santos, mas ele com muito otimismo me disse que o Santos iria reverter o resultado, mas para isso eu deveria prometer a ele que voltaria na proxima semana ao asilo e levasse doces e palhas para fazer cigarro, logico que na hora eu topei a parada e o resultado todos grandes Santista lembram, da partida marcante que foi contra o FLuminense. No Domingo seguinte eu fui visitar ele e o Asilo, quando ele me viu ele chorou muito…
    Abraços..

    Curtir

  39. O momento mais bonito que tive , foi na despedida do Robinho na Vila em 2005 , Santos 4×3 Figueirense , foi eu , meu pai e dois irmãos assistir o jogo , aí o Giovanni marcou o terceiro gol do peixe , a torcida começou a gritar Giovanni,Giovanni , Giovanni. O mu filho falou : papai eles estão gritando o meu nome , aí eu falei : isso mesmo filho , é você o craque do nosso time !!!
    Meu filho tem o nome em homenagem ao nosso terno G10 ,merecidíssimo é claro !!!

    Curtir

  40. 27 - Juan Vinel

    Nada melhor do que torcer pro Santos, ja vive varios momentos de alegria com esse time,mas o que mais marco foi a conquista do tri da liberta esse vai ser um dia inesquecivel com certeza …Te amo Santos !!!

    Curtir

  41. Em 2002 quando eu tinha Quatro Anos de Idade presenciei pela TV um momento histórico do Santos Futebol Clube, que foi quando Santos ganhou o brasileirão de 2002 sobre o Corinthians.
    Logo após o Diego se machuca durante o jogo e sair, o Robinho chegou e falou para ele que eles iam levar aquele titulo para ele.
    E o Santos então começa a fazer aquilo que ninguém imaginava que ia acontecer… Robinho da Oito pedaladas pra cima do lateral direito Rogério (do Corinthians), e que acaba fazendo pênalti.
    E a torcida começa a gritar: ‘Ole ola robinho vem ai e o bicho vai pegar’♫
    Ficam então Robinho e Doni (Goleiro do Corinthians) frente a frente, Robinho bate para um lado e Doni cai para o outro, fazendo Santos 1 a 0.
    Jogo pegado, muitas reclamações a onde o Técnico do Santos daquele Campeonato (Leão) reclama demais e é expulso, a equipe sem técnico começa a ter que pensar sozinha.
    Com isso o Corinthians vira para 2 x 1 (Resultado em que o Santos era campeão ainda)
    Só que Robinho estava brilhando naquele jogo, fez um lindo passe para o Elano fazer o gol de empate.
    Santos meio que dominando o jogo, vem então o gol que fez o santos fazer historia naquele brasileirão (O Gol da Virada)
    Robinho pega a bola, pedala dentro da área, faz um drible que deixa dois jogadores do Corinthians passar reto por ele, a onde ele perde a bola, só que a bola cai no pé do Léo, que dribla um jogador e chuta no Ângulo do goleiro Doni, consagrando o santos Campeão do Brasileiro de 2002, encerrando um jejum de 18 anos sem que o Peixe conquistasse um título importante.

    Curtir

  42. 25 - Gilmar Gonçalves Pereira

    meu momento marcante foi quando eu estava na inauguração do memorial das conquista quando tive a sorte de tirar uma foto do lado do melhor jogador do mundo Edson Arantes do Nascimento(Rei Pelé)foi muito legal.

    Curtir

  43. Campeonato paulista de 2006 , Santos e Portuguesa , o dia mais feliz da minha vida, vendo o meu santos jogar pela primeira vez , eu com 6 anos , ali eu já era fanático pelo santos dps daquele jogo , o santos virou minha vida, e até hoje sou santos fc , O Santos é minha vida, um amor que jamais vou esquecer, é um orgulho que nem todos podem ter ♪ E quando o Santos faz gol eu comemoro com amor e emoção, ja tive a honra de conhecer Léo, Molina, Fábio costa, Rodrigo Souto, Kleber Pereira entre outros. E por isso estou aqui participando desse sorteio da Waldman que eu amo de mais esses produtos. E é isso Santos Fc até morrer !

    Curtir

  44. Campeonato Brasileiro de 2002, no auge dos meus 8 anos. Era muito pequena, pouco entendia de futebol, mas mesmo assim meu pai fazia questão que acompanhasse todos os jogos do Santos. E foi dia 15/12/2002 que senti meu sangue ferver de orgulho por ser santista. Quando vi aquele moleque franzino barbarizar a zaga rival, aqueles 3 gols de forma explendorosa. Não tenho dúvidas, eu nasci santista, mas nesse dia descobri uma sensação única, na qual jamais havia sentido. Era mais que orgulho, era AMOR. Amor puro e verdeiro, ao manto sagrado de tantas glórias, sentimento no qual nutro em meu peito até hoje. Obrigada por existir Santos Futebol Clube, meu primeiro e eterno amor!

    Amei os produtos. Parabéns, vocês são demais!

    Curtir

  45. Uma História Marcante… sobre o Santos teria várias mas não poderia deixar de contar essa:
    Após sofrer em varios jogos enquanto o SANTOS estava na fila vi o SANTOS campeão em 2002 e em 2004, logo após esse segundo titulo aconteceu algo que mudaria a minha vida.
    Em 2004 após o Santos campeão fiz amizade com um monte de santistas e estava no meio o que hoje é a minha noiva e ano que vem será minha esposa, porem naquele ano somente eramos amigos, e após desencontro e passados 5 anos em 2009 voltei a ter contato com ela e começamos a sair, namorar, noivar, e no navio do centenário pude ver que tive a sorte grande alem dela ser companheira e tudo que uma verdadeira esposa deve ser, ela no quiz do centenário ficou na frente de um monte de “marmajos” ficando em 5º colocada, quase indo para a rodada final de perguntas, arrumar uma noiva com todas qualidades que tem e ainda entender de futebol e ser fanatica pelo SANTOS que nem eu é muita sorte…

    Curtir

  46. 21 - Alex Santos Ribeiro

    Em 2002 o Santos foi campeao brasileiro com varias pedaladas do Robinho, eu nao tinha foto com os craques Diego e Robinho ate que eu fui em treino mas nao pude entrar foi ai que eu fiquei assisitindo o treino das arvores ao lado do CT, quando os jogadores passavam eu falei vou para tirar uma foto com voces eles nao acreditaram ate que o Diego falou vem, nao pensei duas vezes e pulei o muro tirei duas fotos rapidamente enquanto isso os segurancas correndo atras de mim, gracas a Deus nao aconteceu nada comigo mas consegui tirar uma foto com os craques.

    Curtir

  47. 20 - Rodrigo Vedor

    Uma história das mais marcantes foi quando eu tinha meus 9 anos de idade. Ano de 2002, Santos Futebol Clube não ganhava nada de futebol, eu comecei a me interessar por futebol e vi o time da marginal ganhando quase tudo, em boa fase, confesso que pensei em trocar de time. Fui conversar com meu pai sobre, ele só me falou que a escolha era minha e me pediu uma oportunidade de me levar a mais um jogo do Santos. Até que o Santos se Classificou e chegamos a final do campeonato Brasileiro daquele ano. Meu pai comprou os ingressos e fomos ao primeiro jogo. O Santos ganhou, fiquei empolgado, mas faltava alguma coisa, uma emoção mais forte. No meio da semana meu pai apareceu com os ingressos do segundo jogo, e ai fomos. O jogo começou, eu vi aquela torcida adversaria cantando e pulando, confiante no começo do jogo, achei que seriamos engolidos por aquele time, pois olhava para os lados e via a cara de agonia de muitos torcedores santistas e unhas sendo roídas sem limite. Não entendia mesmo o porque de tanto nervosismo se o Santos estava na frente no placar agregado. Só dava eles, até que um moleque magrinho que vi jogar demais, dar oito pedaladas em cima do Rogério e sofrer o penalti. Comecei a sentir a emoção daquele jogo. A agonia começou a tomar conta. Robinho fez aquele gol. Comemorei muito, abracei meu pai e vi o brilho nos olhos dele ao me ver comemorando aquele gol. Aquele primeiro tempo terminou 1 x 0. Começou o segundo tempo, comecei a ficar nervoso com aquilo, o tempo não passava, meu pai ficava olhando eu xingar, brigando e sofrendo ali na arquibancada, ele sabia que jamais eu trocaria de time. Aos 30 do segundo tempo saiu o gol de empate do outro time, aquele gol abateu não só nossa torcida, mas como o time em campo. Eu, comecei a ficar aflito, o tempo rastejava e o time adversario cresceu em campo. Faltando 5 minutos pra acabar aquele jogo, eles viraram o jogo pra 2 x 1. A decepção começou a ficar visivel no meu olhar, meu pai ali veio no meu ouvido e disse: “Esse titulo é nosso.”. Esse momento foi uma mistura de emoções, tudo podia acontecer naqueles infinitos 5 minutos finais.
    Aos 42, Robinho fez aquela jogava fantástica e tocou pro Elano empurrar pras redes. Fomos a loucura. Nossa torcida ja gritava é campeão, meu pai com os olhos cheios de lágrimas comemorando me deixou emocionado, ele parecia uma criança. No ultimo lance, Robinho recebeu aquele lançamento, driblou dois e tocou pro Léo que afundou o gol. Ali eu senti que o que eu sentia pelo Santos era amor e NADA mudaria isso. Naquele dia, ganhei uma bandeira das mãos do Léo, que guardo comigo até hoje. E depois daquele dia, Presenciei muitas glórias, chorei com as alegrias que esse time me dá, e até o fim da vida será assim. SANTOS FUTEBOL CLUBE MEU UNICO AMOR. E os Produtos da Waldman são fantásticos, onde tem pra compra?

    Curtir

  48. Quando mais precisei o Santos Futebol Clube me recusou na Base mesmo assim não parei de torcer pelo Peixe ! Hoje estou na base do palmeiras mais com muito orgulho e amor ao Santos que se um dia for atrais de mim eu irei de mãos abertas pois nunca irei negalo ! tenho grande carinho pelo Palmeiras mais um grande amor ainda pelo Santos ! tipo AMOR DE MÃe 😀

    Curtir

  49. Vou ter um filho no final do ano e sua primeira roupinha já foi comprada, um uniforme do Santos.
    Como toco cavaquinho, também apresentarei esse brasileiríssimo instrumento para ele.
    Já deu pra perceber que o cavaco personalizado virou um sonho né ?! rs
    Me coloquem neste sorteio.. haha

    Parabéns

    Curtir

  50. 17 - Wesley Ferreira da SIlva

    UM momento inesquecível na minha história com o Santos F.C, foi em um momento mais doloroso para mim, aquela final contra o BOCA Juniors em 2003, cara erra surreal ver o time que encantou, trouxe o orgulho de volta, que sentia prazer em ver o Santos jogar pela TV perdendo a final, mas aquela derrota foi a mais significativa, não por perder um titulo importante, mas me mostrou o verdadeiro amor, estava sentado no sofá apatico, sem reação, quando entra o jornal e mostra ao vivo direto do centro de SANTOS, aquela mega torcida comemorando, mas como? comemorar uma derrota? num momento triste sobre sair e comemorar, chorei demais ao ver o que é o real amor por um time, no clube onde saiu Pele, Robinho e mias a frente Neymar, com um time dessa grandeza, o que me deu mais orfulho de ser santista foi a SUPERAÇÃO E AMOR MAIOR PELO PEIXE…UM AMOR INCONDICIONAL….amei os produtos arrepiei quero muito esse fone da Waldman. Parabéns vcs são gênios

    Curtir

  51. 16 - Bruno Silva

    Vou Contar aqui o primeiro Titulo Brasileiro Do Santasticos que eu Vi, Aquele time Fantástico com Robinho, Diego e Elano, Pra mim foi a Disparada o Titulo Mais Suado do SANTOS e Mais MERECIDO

    Curtir

  52. 15 - Leonardo Castelli

    Campeonato paulista de 2000. Jogo as 11 da manhã, 2×0 pro Palmeiras, 30 minutos do segundo tempo. A torcida deles gritando “Eliminado, eliminado”, empate favorecia o Palmeiras, tudo conspirava contra o Santos. Até que Eduardo Marques acerta uma Tijolada de fora da área para diminuir o placar.

    A torcida comemorou meio tímida, meio sem esperança, até que em um escanteio, Anderson Luis empata o jogo. Momento de transe, uma das maiores emoções em estádio, só não foi a maior pois nos acréscimos, Dodô faria o dele e aquele jogo entraria pra história.

    Um dos maiores jogos, pela adversário, pelo horário e pelas circunstâncias.

    Abraço, Edmar!

    Curtir

  53. Quando eu era criança,nao convivia com meu pai,e ele era corinthiano! Minha mae tinha um namorado (que considero meu pai até hoje) que me deu uma camisa do santos,dai então me apaixonei e tudo que via do santos eu queria,e torcia e brigava se alguem falasse mal do meu time. A primeira vez que fui no estadio,época de Robinho,Diego.. Foi emoção pura,santos ganho de 3×1 .. Mais lindo ainda quando teve Festa do santos aqui Na minha cidade de José Bonifacio,jogadores bem antigos vieram,fiquei feliz por ter visto de perto os caras que mais fizeram historia no santos,além de Pelé! Santos sempre Santos.. seja longa a caminhada,dura a jornada,santos até depois da morte! ❤

    Curtir

  54. eu sempre goste de futebol que eu me lembro eu virei santista msm foi com os meninos da vila meu padrinho santista roxo me levava para ver o santos quando jogava em ribeirão preto eu era pequeno mais me encantava com os dibles do juari e companhia era demais a entrada do time todo de branco aqueles fogos a festas das bandeiras ai o dna santista falou mais alto não tive duvidas santista nato até hoje

    Curtir

  55. o melhor momento da minha vida foi comemorar a conquista da libertadores e no mesmo dia ter recebido a resposta de sim da minha noiva….

    Curtir

  56. O alçapão da vila completa hoje 97 anos de vida e eu completo 70 anos de SANTOS F C Como diz o ditado TÁ NA VEIA…..

    Curtir

  57. Minha história mais marcante com relação ao Santos aconteceu mais precisamente no dia 15 de dezembro de 2002. Todos reunidos em casa para acompanhar o segundo jogo da decisão do Brasileirão, em que o Santos, por ter vencido o primeiro jogo por 2×0, seria campeão com um empate ou derrota por 1 gol de diferença. O árbitro Carlos Eugênio Simon apita e o jogo começa. De repente, Diego sente a contusão e cai no meio de campo… enquanto isso, o Faz-me-rir quase marca um gol, salvo em defesa sensacional de Fábio Costa, que pegou muito no jogo todo. Robert entrou no lugar de nosso camisa 10. Jogo nervoso, pressão da Gambazada, até que, aos 25 minutos surge Robinho pela esquerda… avança, avança, e Rogério se afastando, sofrendo as OITO PEDALADAS inesquecíveis. Pênalti. E agora, quem baterá, o Diego está de fora? Eis que Robinho mostra com seu gesto de tomar a bola debaixo do braço que assumiria a responsabilidade. Bola de um lado, Doni do outro. Santos 1×0. Alegria e gritaria com muita comemoração em casa pelo gol de Robinho. Começa novamente a pressão do Império do mal, com mais uma seqüência de belas defesas de Fábio Costa. Fim do primeiro tempo. Se inicia o segundo tempo com o Santos se lançando um pouco mais ao jogo, mas no decorrer da partida as Galinhas foram tomando conta do jogo e voltaram a pressionar, pressão essa que aos 30 minutos resultou no gol de empate. Kleber cruzou e Deivid cabeceou no contrapé de Fábio Costa. Timidamente a torcida deles comemorou. A pressão continuou e, nove minutos depois, bola lançada na área e o zagueiro Anderson subiu de cabeça para virar o jogo. Os maloqueiros foram à loucura no Morumbi, achando que seria questão de tempo o título para eles e a sonhada Tríplice Coroa. Na vizinhança, os gambás comemoravam. Nós, santistas, apreensivos. Mas Robinho surge outra vez para acabar de vez com o sonho dos CUrintianos. Em grande tabela com Elano, sai em velocidade pela direita, vai até a linha de fundo e cruza pra trás. O mesmo Elano, que havia iniciado a jogada no meio de campo, surge como um raio e chuta para empatar o jogo. O Morumbi explode de alegria, pois agora o título estava mais próximo e os gambás cabisbaixos. Eles ainda tentavam, sem sucesso, buscar o gol para vencer o jogo, mas, no último lance… escanteio para o Faz-me-rir: bola para a área, afastada por Alex e que chegou aos pés de… ROBINHO! O craque avançou pela esquerda, deixou Kléber e Vampeta sentados e tocou para Léo, que driblou Fábio Luciano e soltou a bomba de pé direito e marcou o gol do título. Muita emoção, pois na época, eu, com 20 anos de idade, assistia à 5ª vitória seguida do Peixe sobre o maior rival no 5º confronto do ano e o 1º título que eu via ao vivo e a cores.

    Curtir

  58. FINAL DA LIBERTADORES , MAIOR EMOÇÃO QUE VIVENCIEI NA MINHA VIDA *—————-* PACAEMBU LOTADO, TAVA TÃO CHEIO PARECIA A VILA, UM CALDEIRÃO DE EMOÇÕES , GRITOS, CHOROS, TUDO DE ALEGRIA , MELHOR DIA DA MINHA VIIIIDA *-* SANTOS ❤

    Curtir

  59. 08 - Jair Pancioni

    Minha histria é que sou colecionador de itens que tem o nome do SANTOS FUTEBOL CLUBE, tenho mais de 400 itens todos catalogados e diferentes uns do outro, meu objetivo é que até o fim de 2013 ultrapasso a casa dos dos 500 itens e esse que está no sorteio ainda não faz parte da minha coleção.

    Curtir

  60. 07 - Carlos Roberto Marçal da Silveira

    Em 2004 fui São José do Rio Preto assistir à partida entre Santos e Vasco juntamente com alguns amigos. Voltei pra casa rouco, totalmente sem voz, e como sou professor e trabalho com a voz, isso foi uma loucura, mas valeu a pena. O Santos F.C. sagrou-se campeão após uma conturbada negociação para que Robinho jogasse antes de se transferir ao futebol europeu. Afinal, a rouquidão não foi nada, pois ver o Santos campeão vale todo e qualquer esforço uma vez que “…viver, nascer e no Santos morre é um orgulho que nem todos podem ter.”

    Curtir

  61. 06 - RICADO SILVERIO

    LEMBRO ATÉ HJ DA FINAL DA LIBERTADORES
    PACAEMBÚ,LOTADO LÁ TAVA EU NO TOBOGAN

    Curtir

  62. 05 - Arthur

    Uma Situação Inesquecivel com o Santos Futebol Clube foi a Vitoria Contra o Corinthians em 2002. Eu ate consegui os ingressos, mas por uma questão de superstição não fui ao jogo. O Fato inusitado,foi que assistiamos o jogo junto a uma familia de amigos, corintianos, e o filho mais novo deles, santista, ao perceber que toda vez que a Mãe dele se ausentava da sala, o Santos Fazia um GOL, inventou que estava com fome e queria Leite. Ao sair da sala, o Santos fez o 3 gol, selando a vitoria e o titulo. Além disso, foi uma vibração imensa, tirar o grito que a tempos estava na garganta É CAMPEÃO!!!!

    Curtir

  63. 04 - Heitor Pires dos Santos

    Minha principal história com o Santos acho que foi na última do paulista de 2009: precisavamos vencer a Ponte lá em Campinas pra ir pras semifinais. Mas não foi um jogo! As torcidas do Santos e Ponte têm briga, então foi tudo dificil naquele dia. Dificil pra conseguir ingresso (por ser interior e por ser jogo importante), dificil de chegar no Moisés Lucarelli e talvez essa seja a pior parte. Antes do jogo foi um corre-corre enorme. De um lado a nossa torcida, do outro da ponte e no meio vários policias na cavalaria. Depois disso ainda saimos perdendo e começou a maior chuva da minha vida em estádio! Só que graças a Deus e ao Kleber Pereira o santos fez 3×2 no finalzinho e nos classificamos. Depois do jogo mais correria com todos molhados, mas misturados com a alegria de vencer o jogo hahahaha
    Abraços, Edmar!

    Curtir

  64. 03 – Minha principal história com o Santos, foi a 1ª vez que fui a Vila Belmiro, nunca tinha ido a um estádio de futebol e sempre dizia que não iria a nenhum outro se não fosse assistir a uma partida do SANTOS na Vila famosa, meu pai não queria ir (ele também é um Santista fanático como eu, mas sempre dizia que seu tempo de estádio passou), então minha namorada que é torcedora do small na semana do meu aniversário comprou os ingressos, passamos o final de semana em São Vicente na praia do Gonzaguinha e fomos ver Santos 1 x 1 Mirassol ( gol do Elano de penalti). Nunca vou me esquecer disto, sempre digo a ela que em um namoro são as pequenas coisas que fazemos que marcam… e esta atitude dela sendo torcedora do small e indo comigo a uma partida do Santos foi demais…

    Curtir

  65. 02 - Gislaine

    Uma partida pra mim inesquecível , Santos e São Paulo , quando o seu rogerio ceni na maior pose foi cobrar falta … O que aconteceu? bola explodiu na barreira num contra ataque perfeito … surpreendente , a bola sobra pra Geilson , rogerio fica desesperado , mas não tem jeito Santos vai lá e carimba!!! Nunca esqueci deste lance e me diverti muito pq sempre desejei q isso acontecesse e justo contra o Santos , aconteceu… pra quem quiser relembrar (é o segundo lance deste vídeo) http://www.youtube.com/watch?v=3hyL1IthjcM

    Curtir

  66. Eu vou contar minha história primeiro. Eu era um menino muito sozinho perdi o pai usuário de drogas, fiquei sozinho muito triste. Até então, deus mandou mais um, considero até hoje o melhor pai que ja tive. Ele é santista mas não fanático. Porém, com essa energia, eu virei fanático. Fui ao estádio e vivenciei o título brasileiro 2002, meu primeiro título. Até então virei Santista Roxo. Mas não para por ai, não tinha muito dinheiro. Mas fazia esforço. O tempo se passou, até que em 2007 surgia outra oportunidade: Santos x Gremio, jogãooooooooo, fomos eliminados. Mas eu fiquei tranquilo, me deu orgulho aqueles jogadores que não desistiram. Eu agradeço até hoje ao meu pai por me dar uma vida. E agradeço ao meu segundo pai que me deu um mundo para viver. E o Santos só completou.
    Nascer, viver e no Santos morrer é um orgulho que nem todos podem ter

    Curtir