O gol mais bonito de Pelé e o soco no ar

No dia 2 de agosto de 1959 o glorioso Santos Futebol Clube venceu o Juventus na Rua Javari, nesta partida o Rei Pelé marcou o mais belo gol da carreira segundo avaliação dele mesmo. Foram 3 chapéus consecutivos em jogadores de linha, depois também encobriu o goleiro Mão de Onça e finalizou o lance com uma bela cabeçada.

Infelizmente o gol não foi registrado por câmera de televisão. No filme Pelé Eterno foi preciso reproduzir o lance por meio de tecnologia.

Se depender dos relatos de quem afirma ter visto o gol das arquibancadas do estádio naquele dia, pode se dizer que o estádio da Rua Javari então teve seu recorde de público. Hoje em dia, em tom de brincadeira, dizem que haviam 100.000 pessoas no estádio, todo mundo diz ter visto in loco o gol mais belo da carreira de Pelé, mas o detalhe é que na época o estádio comportava apenas cerca de 10.000 pessoas.

Em 2010, durante uma entrevista o ex-goleiro Mão de Onça relembrou o lance:

– Aos 36 minutos do segundo tempo, o Santos já vencia por 3 a 0. Antes da risca do meio-campo, o Pelé já saiu em disparada. Eu gritei para o Julinho: “Olha o Cão, atenção!”. Eu chamava o Pelé de Cão… Pensei que o Julinho ia cortar de cabeça, mas o Pelé matou no peito, tirou a bola, já o encobriu… Depois foram os outros. Fiquei por último… Quando eu levantei, com a bola lá dentro, o Rei comemorando, aquela gritaria toda no estádio, o Clóvis estava debaixo do gol. Se jogou lá, tentando tirar a bola. Olhei para ele e disse: “Pô, como é que pode esse cara meter um gol assim, dessa maneira?” Ele me respondeu: “Esse aí é o diabo em forma de gente!”. O Julinho ainda falou: “A bola estava no meu peito. Quando vi, sumiu!” – disse o ex-goleiro.

O Juventus é carinhosamente conhecido como “Moleque Travesso” denominação que ganhou e adotou após uma vitória surpreendente diante do time da Marginal em 1930, de lá para cá muitas foram as travessuras. Mas naquele 2 de agosto de 1959, quem aprontou foi o Rei Pelé, confira no vídeo abaixo:

O feito motivou que fosse erguido, em 2006, um busto em homenagem ao Rei do Futebol nas dependências do estádio.

Edmar Junior diante do busto em homenagem ao Rei Pelé no estádio da Rua Javari

Edmar Junior e o campo onde o Rei Pelé fez o mais belo gol de sua carreira.

Segundo o ex-goleiro Mão de Onça, naquele 2 de agosto de 1959, o Rei Pelé estava visivelmente irritado com a perseguição da torcida do Juventus, fez então o mais belo gol de sua carreira, uma verdadeira travessura, ao final do jogo todos renderam-se a sua genialidade e o aplaudiram.

Pelé o soco no ar

E foi também na comemoração deste antológico gol que o Rei do Futebol fez pela primeira vez o gesto que marcou sua carreira: o soco no ar.

Foto: Domício Pinheiro/AE

Foto: Domício Pinheiro/AE

A Santos TV conta essa história com depoimentos do próprio Pelé e também de Lima, que na época defendia as cores do Juventus:


Por ora, é só! Deixe seu comentário (você pode inclusive usar seu perfil do Facebook para isto) e até o próximo post!

Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Edmar Junior

Torcedor do Santos FC por hereditariedade.
– Sócio do Santos FC desde 08/2006.
Diretor Social na Associação Movimento Resgate Santista.
– Membro da ASSOPHIS (Assoc. dos Pesq. e Historiadores do Santos)
Membro da Confraria do Futebol Paulista/Por um Futebol Melhor
– Membro do Memofut (Grupo Literatura e Memória do Futebol)
Colecionador de livros sobre o Santos FC e seus ídolos.
Campeão do Quiz do Torcedor no Navio do Centenário.
Mantenedor do Blog DNA Santástico.
Mantenedor do Blog Miscelânea Santista.

 

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

Anúncios

Uma resposta para “O gol mais bonito de Pelé e o soco no ar

  1. aí vão os versos desse gol inigualável:
    Contra o Juventus Pelé marcou, gol de beleza fenomenal. Quem viu, para o mundo contou obra prima que foi este lance genial.

    A torcida juventina
    Xingava e pegava no pé.
    Deles era a sina
    ver obra prima de Pelé.

    Após gol antológico
    Pelé saiu socando o ar.
    Este foi um gesto folclórico
    do rei para gols comemorar.

    Pelé deu chapéus em três zagueiros, Isso dentro da grande área, ele fez. Encobriu também o goleiro, concluiu de cabeça por sua vez.

    A torcida se pôs de pé, Aplaudindo o que viram ali. Este gol marcado por Pelé, chamou-se “Gol da Javari”.

    Curtir

Comente aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s