Arquivo da categoria: Arte

SANTOS FC – UMA HISTÓRIA CONTADA EM VERSOS | 16º CAPÍTULO

O Blog DNA Santástico orgulhosamente apresenta o 16º capítulo de “SANTOS FC – UMA HISTÓRIA CONTADA EM VERSOS”, de autoria do torcedor santista Roberto Dias Alvares, cuja obra conta a história do glorioso alvinegro praiano e momentos importantes do futebol brasileiro na forma de versos em aproximadamente 700 estrofes no sistema de quadras, onde o primeiro verso rima com o terceiro e o segundo rima com o quarto.

Neste capítulo a obra abrangerá o ano de 1978, apreciem:

SANTOS FC – UMA HISTÓRIA CONTADA EM VERSOS
| 16º capítulo |

 1978

Primeira geração meninos da vila, eu vi.
Jogaram e conquistaram o estadual,
Nilton Batata, João Paulo, Pita e Juary
ganhando este importante titulo, afinal.

Nas cobranças de faltas,
O Santos tinha Ailton Lira.
Cobranças rasteiras ou altas,
Seu pé parecia ter uma mira.

Ailton Lira - Blog DNA Santástico

Ailton Lira

Também batia penalidades
com classe e maestria.
Cobrava com simplicidade.
Marcava o gol e resolvia.

Jogar bola, diversão de criança.
Geração discoteca, em campo dançava.
No gol Vitor, Flávio, Wiliam, segurança.
Futebol alegre o time praticava.

Zé Carlos, Clodoaldo, Toninho Vieira,
eram médios-volantes eficientes.
Meio campo de Seleção Brasileira,
tinham toques de bola envolventes.

Nelson Borges e Célio faziam parte,
jogando com alma e coração.
Completando este time com arte,
jogavam Claudinho e Rubens Feijão.

Em uma lateral, Nelsinho.
Na outra, Gilberto Sorriso.
Neto, Antônio Carlos e Joãozinho.
Fernando e Bianque se fosse preciso.

Passando entre dois zagueiros,
Juary com muita raça,
chuta sem chances para o goleiro,
alegrando a grande massa.

Juary - Blog DNA Santástico

Juary

Nilton Batata, ponta driblador.
João Paulo, o papinha da Vila.
Jogando com alegria e amor,
com os adversários faziam fila.

Neste grupo de moleques,
talento do futebol brasileiro.
Pita dribla três beques,
com um toque desloca o goleiro.

Pita - Blog DNA Santástico

Pita

Deste time, o grande mentor,
apoiado pela torcida amiga.
Um homem de grande valor,
que se chamava Chico Formiga.

A decisão com o Tricolor,
Santos venceu com técnica e raça.
Disputando as finais com ardor,
Levou para a Vila esta taça.

De virada a primeira partida.
Dois a um, gols de Juari e Pita.
A torcida já estava convencida,
A conquista estava escrita.

Empate na segunda partida,
Na terceira sobrou emoção.
Zero a zero, decisão sofrida.
Levou o titulo na prorrogação.

Santos - 1978 - Blog DNA Santástico

Autor: Roberto Dias Alvares

O Blog DNA Santástico na figura de seu mantenedor, Edmar Junior, reitera agradecimento ao amigo Roberto Dias Alvares pela confiança, parabeniza pela iniciativa e pela belíssima obra que homenageia e exalta o glorioso Santos Futebol Clube.

Em breve o 17º capítulo de Santos FC – Uma história contada em versos será publicada aqui, não percam!

Veja Tambem - Blog DNA Santastico

Vídeo sobre os Meninos da Vila de 1978:

Leia também:

Santos FC – Uma história contada em versos – 1º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 2º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 3º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 4º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 5º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 6º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 7º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 8º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 9º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 10º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 11º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 12º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 13º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 14º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 15º capítulo


Por ora, é só! Deixe seu comentário (você pode inclusive usar seu perfil do Facebook para isto) e até o próximo post!

Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Edmar Junior

Torcedor do Santos FC por hereditariedade.
– Sócio do Santos FC desde 08/2006.
– Ex-Diretor Social na Associação Movimento Resgate Santista.
– Membro da ASSOPHIS (Assoc. dos Pesq. e Historiadores do SFC)
Membro da Confraria do Futebol Paulista/Por um Futebol Melhor
– Membro do Memofut (Grupo Literatura e Memória do Futebol)
Colecionador de livros sobre o Santos FC e seus ídolos.
Campeão do Quiz do Torcedor no Navio do Centenário.
Mantenedor do Blog DNA Santástico.

A conquista do Campeonato Paulista de 2015 contada em versos

O Blog DNA Santástico orgulhosamente apresenta mais uma obra de autoria do torcedor santista Roberto Dias Alvares, desta vez ele colocou na forma de versos a conquista do Campeonato Paulista de 2015, apreciem:

A conquista do Campeonato Paulista de 2015 contada em versos

Poesia

No Campeonato paulista
Santos em mais uma final.
Mantendo hegemonia jamais vista.
Sagrou-se campeão no final.

Robinho, o líder e comandante.
Ricardo Oliveira, o artilheiro.
A molecada ajudou bastante.
Assim mais uma vez em primeiro.

Contra o Audax, audacioso.
Deste jogo ninguém se esqueça.
Ricardo Oliveira dá chapéu maravilhoso
conclui para o gol vazio de cabeça.

Contra o Corinthians, maior rival
foi a consagração do goleiro Wladimir.
Grandes defesas, sequência sensacional.
Posição de titular conseguiu assumir.

No empate por um tento
mais um gol de Ricardo Oliveira.
Para a torcida um alento.
Gol em cabeçada certeira.

O Palmeiras foi batido
dois a um o resultado.
O adversário vencido.
Santos já classificado.

Primeiro jogo eliminatório,
esperança do adversário logo acaba.
Santos era superior, ficou notório.
Fez três no XV de Piracicaba.

O São Paulo novamente
foi adversário na semi final.
E o Santos com futebol consistente
venceu de maneira cabal.

O caveirinha, em alusão a seu crânio,
cruzou o campo em velocidade.
Pedindo passagem o garoto Geuvânio
Driblou três e chutou com rara felicidade.

O segundo gol do Santos
foi marcado no contra ataque.
Chiquinho recebeu pelos flancos
tocou para Ricardo Oliveira, o craque.

O São Paulo eliminado
pelo Santos não é novidade.
Mais uma vez Ganso foi vaiado.
Torcida santista é só felicidade.

A valorosa equipe palmeirense
contra o Peixe  na disputa.
Primeiro jogo o adversário vence,
mas do Santos não faltou luta.

Dudu errou a penalidade
e o placar nem foi justo.
No contra-ataque na realidade
o Santos, no adversário dava susto.

Na vila Belmiro a grande decisão.
O Santos teria de tirar a diferença.
Se quisesse ser campeão.
Fazer dois gols era a sentença.

O  time tinha consciência
que atacar era a saída.
Em um chutão de Valência
Robinho decidiu a partida.

Na matada deu o passe
para o gol de David Braz.
O zagueiro mostrou classe
no ataque e lá atrás.

Em outro passe de Robinho
Ricardo Oliveira na dividida
junto de Fernando Prass saiu sozinho.
Toque de classe decidindo a partida.

O juiz, sempre o juiz
resolveu ser protagonista.
Expulsou Giovânio, decisão infeliz.
Prejudicou a equipe santista.

No intervalo da partida
o time permaneceu no gramado.
Foram ovacionados pela torcida.
Robinho, o maIs aclamado.

O time mostrara afinco
construindo a história com os pés.
No gramado, repetiram noventa e cinco.
Igual Giovani, o nosso G10.

Na segunda etapa da partida
o Palmeiras voltou melhor.
Vencer era opção de vida
para um time que estava na pior.

O Palmeiras marcou seu tento
e o título seria nas penalidades.
O Santos neste momento
enfrentava a mais dura das realidades.

Em cobranças alternadas
Wladimir mostrou seu valor.
Quatro penalidades acertadas.
O Santos aprendeu com a dor.

No ano anterior, de fato
o alvinegro praiano
nos pênaltis perdeu o campeonato
para o time do Ituano.

Dessa vez foi só alegria
com a conquista do campeonato.
A torcida já sabia.
O Santos era o campeão de fato.

Robinho o grande ídolo santista
certamente foi e ainda é.
Ao aparecer em alguma lista,
o maior ídolo após a Era Pelé.

 Autor: Roberto Dias Alvares

Campeão Paulista de 2015 - Blog DNA Santástico

O Blog DNA Santástico na figura de seu mantenedor, Edmar Junior, reitera agradecimento ao amigo Roberto Dias Alvares pela confiança, parabeniza pela iniciativa e pela belíssima obra que homenageia e exalta o glorioso Santos Futebol Clube.

Veja Tambem - Blog DNA Santastico

Santos FC – Uma história contada em versos:

Santos FC – Uma história contada em versos – 1º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 2º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 3º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 4º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 5º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 6º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 7º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 8º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 9º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 10º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 11º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 12º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 13º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 14º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 15º capítulo

Por ora, é só! Deixe seu comentário (você pode inclusive usar seu perfil do Facebook para isto) e até o próximo post!

Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Edmar Junior

Torcedor do Santos FC por hereditariedade.
– Sócio do Santos FC desde 08/2006.
– Diretor Social na Associação Movimento Resgate Santista.
– Membro da Confraria do Futebol Paulista.
Colecionador de livros sobre o Santos FC e seus ídolos.
Campeão do Quiz do Torcedor no Navio do Centenário.
Mantenedor do Blog DNA Santástico.

 

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

SANTOS FC – UMA HISTÓRIA CONTADA EM VERSOS | 15º CAPÍTULO

O Blog DNA Santástico orgulhosamente apresenta o 15º capítulo de “SANTOS FC – UMA HISTÓRIA CONTADA EM VERSOS”, de autoria do torcedor santista Roberto Dias Alvares, cuja obra conta a história do glorioso alvinegro praiano e momentos importantes do futebol brasileiro na forma de versos em aproximadamente 700 estrofes no sistema de quadras, onde o primeiro verso rima com o terceiro e o segundo rima com o quarto.

Neste capítulo a obra abrangerá o período 1975 – 1977, apreciem:

SANTOS FC – UMA HISTÓRIA CONTADA EM VERSOS
| 15º capítulo |

 1975

Taça Governador da Bahia,
e também a Taça Laudo Natel.
Ganhando torneios, o Santos seguia.
Levantando sempre algum troféu.

1977

Foi de Pelé a despedida definitiva.
Meio tempo jogou para cada lado.
Ao final desta bela partida festiva,
por todo o estádio foi ovacionado.

Soccer - NASL - Pele Feature

Pelo Cosmos marcou um dos tentos.
Mas a torcida santista soube reconhecer.
Tantas alegrias, tantos felizes momentos.
Com Pelé, o Santos soube o que é vencer.

Pele - Cosmos - 01 - Blog DNA Santastico

Em seu discurso de despedida,
uma linda cena que comove.
Por Pelé, palavra três vezes repetida:
Love, Love, Love.

“Mil e trezentos gols assinalados”,
das mais diversas maneiras.
Chutes de esquerda ou direita dados,
ou em cabeçadas certeiras.

Gols de placa ou de penalidade,
amistosos ou grandes finais.
Oportunismo ou em velocidade.
Pelé sempre queria mais.

Bola em movimento ou parada,
de chapa, de bico ou peito de pé.
Pênalti ou falta bem cobrada,
Como era bom um gol de Pelé.

Em arrancadas irresistíveis,
driblando ou dando chapéus.
Em bicicletas incríveis,
cada gol seu, presente dos céus.

Pele - Cosmos - 02 - Blog DNA Santastico

Pelo Cosmos, Santos e Seleção,
Pelé mostrou-se incansável.
Marcou tentos em profusão.
Seu apetite pelo gol, insaciável.

Santos Ótica

Triangular do México e Hexagonal do Chile.
Mais dois troféus para a coleção.
No futebol não há quem mais brilhe,
do que este Santos eternamente campeão.

Autor: Roberto Dias Alvares

O Blog DNA Santástico na figura de seu mantenedor, Edmar Junior, reitera agradecimento ao amigo Roberto Dias Alvares pela confiança, parabeniza pela iniciativa e pela belíssima obra que homenageia e exalta o glorioso Santos Futebol Clube.

Em breve o 16º capítulo de Santos FC – Uma história contada em versos será publicada aqui, não percam!

Leia também:
Santos FC – Uma história contada em versos – 1º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 2º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 3º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 4º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 5º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 6º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 7º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 8º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 9º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 10º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 11º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 12º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 13º capítulo

Santos FC – Uma história contada em versos – 14º capítulo


Por ora, é só! Deixe seu comentário (você pode inclusive usar seu perfil do Facebook para isto) e até o próximo post!

Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Edmar Junior

Torcedor do Santos FC por hereditariedade.
– Sócio do Santos FC desde 08/2006.
Diretor Social na Associação Movimento Resgate Santista.
– Membro da ASSOPHIS (Assoc. dos Pesq. e Historiadores do Santos)
Membro da Confraria do Futebol Paulista/Por um Futebol Melhor
– Membro do Memofut (Grupo Literatura e Memória do Futebol)
Colecionador de livros sobre o Santos FC e seus ídolos.
Campeão do Quiz do Torcedor no Navio do Centenário.
Mantenedor do Blog DNA Santástico.
Mantenedor do Blog Miscelânea Santista.

 

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!