Arquivo da categoria: Boteco da Vila

NAVIO DO CENTENÁRIO – O QUE ROLOU NO 2º DIA…


No 2º dia do Cruzeiro o jornalzinho Diário de Bordo contendo a programação já indicava que o dia seria especial e com uma paisagem paradisíaca no entorno. Para deleite dos cerca de 1.300 santistas a bordo o Grand Mistral (Navio do Centenário) ancorou na Ilha Grande, que fica no município de Angra dos Reis-RJ.

Passeio na Vila do Abraão, Talk-show com participação de ídolos e historiadores,  Quiz do Torcedor, Espetáculo a Bordo e Mesa Redonda comandada pelo apresentador Milton Neves foram algumas das grandes atrações deste dia.

———- / / ———-

passeio na vila do abraão (ilha grande)

O dia amanheceu lindo e revelou uma paisagem exuberante!

Muitos aproveitaram para curtir as piscinas do navio.

Outros, inclusive eu e alguns amigos (as), optaram por embarcar numa lancha e visitar a Vila do Abraão na Ilha Grande.

Rumo a Vila do Abraão na Ilha Grande.

A Vila do Abraão é o principal ponto de chegada dos turistas que visitam a Ilha Grande.

Um lugar charmoso e com boa estrutura para quem deseja conhecer esta maravilha do Rio de Janeiro.

Vila do Abraão

É na Vila do Abraão que está localizado a maioria das pousadas e hospedagens, campings, casas de praia e suítes para alugar, restaurantes, agências de passeios e mergulhos, guias de trilhas, comércios e barcos para translados. Por isso, a Vila do Abraão é conhecida como “capital da Ilha Grande”.

Eu e meus amigos (as) esticamos um pouco o passeio, embarcamos num “táxi” e seguimos para uma bela e calma praia da enseada do Abraão, lá pudemos curtir ainda mais o lindo dia de sol e a paisagem deslumbrante, regamos as palavras com cerveja bem gelada e mergulhamos no mar refrescante de Angra dos Reis.

No "táxi"!

Praia do Abraãozinho - Vida difícil...rsrs. O Grand Mistral aparece lá no fundo!

O passeio estava uma delícia, passaríamos o dia todo ali facilmente, mas muitas atrações ainda estavam por vir a bordo do Grand Mistral, então resolvemos retornar.

Na Estação Abraão momentos antes de retornar ao Grand Mistral.

QUIZ DO TORCEDOR

Após retornar do passeio, realizar pausa para banho e almoço, me dirigi ao Teatro Ibiza (deck 6) para participar da primeira das três fases do Quiz do Torcedor.

Nesta etapa do Quiz participaram todos aqueles que desejaram, no telão foram apresentadas (uma a uma) 29 questões de múltipla escolha que contemplavam praticamente todos os períodos da gloriosa história do Santos Futebol Clube, os participantes tinham apenas alguns poucos segundos para marcarem em formulário previamente distribuído a alternativa que julgavam correta.

O regulamento desta primeira etapa previa uma nota de corte e que somente passariam para a segunda fase os 30 torcedores melhores classificados, sendo este resultado anunciado apenas no dia seguinte através de comunicado por escrito da Equipe do Cruzeiro do Centenário do Santos.

Sendo assim, fiquei com #AnsiedadeExalando até o dia seguinte e creio que os demais participantes também, rsrs.

Talk-show

Terminada a primeira fase do Quiz do Torcedor fui para o Boteco da Vila (Sala Formentera, deck7) para assistir o talk-show com a presença de ídolos e historiadores do Santos Futebol Clube.

O talk-show foi mediado pelo amigo Jornalista / Escritor Odir Cunha e contou a participação dos ex-jogadores e eternos ídolos Rodolfo Rodríguez, Manoel Maria e Negreiros.

Rodolfo Rodríguez, Manoel Maria, Negreiros e Odir Cunha.

 Quem também participou do talk-show foram os historiadores do Santos:

Prof. Guilherme Nascimento, que esta trabalhando e lançará em breve o Almanaque do Santos Futebol Clube,  será uma obra sensacional contendo fichas técnica dos jogos do alvinegro praiano ao longo destes 100 anos entre outras importantes informações.

Guilherme Guarche do Centro de Memória e Estatística do SFC.

Rodolfo Rodríguez, Manoel Maria, Negreiros, Odir Cunha, Guilherme Nascimento e Guilherme Guarche.

 O talk-show foi uma delícia, todos os torcedores que ali estavam se divertiram bastante, aprenderam muito com as histórias que foram contadas e puderam fazer perguntas.

No final do talk-show os ídolos com muita cordialidade atenderam a platéia presente, tiraram fotos e distribuíram muitos autógrafos.

À esquerda o ex-jogador Manoel Maria e Edmar Junior. À direita o ex-jogador Rodolfo Rodríguez concedendo autógrafo.

Mestre Odir Cunha também atendeu os torcedores e autografou livros de sua autoria.

Odir Cunha autografando livro.

E como não podia ser diferente os amigos que trabalham no Santos Futebol Clube marcaram presença no talk-show, organizando e registrando tudo.

Amiga Adriane Marietto do Santos Futebol Clube, com carisma e competência atuou na organização de várias atividades do Cruzeiro do Centenário.

Os amigos (Rafael Miramoto, Clayton Gama e Diogo Venturelli) atuaram com a já tradicional competência na geração de conteúdo para o site oficial / SantosTV.

E aproveitando que estou destacando alguns dos profissionais do Santos Futebol Clube que estiveram a bordo, não poderia deixar de fazer uma menção honrosa ao sempre atencioso e prestativo amigo Manoel Venceslau da Ouvidoria do SFC, bem como ao pessoal que trabalhou na sala anexa ao Boteco da Vila, atendendo aos sócios, eliminando dúvidas e captando novos sócios para o programa Sócio Rei.

Edmar Junior com o amigo Manoel do Venceslau e equipe na sala de atendimento aos sócios e novos sócios.

Após ter assistido o talk-show e passado na sala de atendimento aos sócios tive a satisfação de encontrar, quando passeava pelas dependências do navio, com os ex-jogadores e eternos ídolos Lima e Serginho Chulapa.

Edmar Junior e Lima (O Curinga da Vila).

Serginho Chulapa e Edmar Junior

espetáculo

Após vivenciar tantas emoções ao longo do dia nada melhor do que relaxar assistindo mais um grande espetáculo a bordo, e foi exatamente o que fiz,  afinal muita coisa ainda estava por vir e a noite prometia ser ainda melhor.

Voltei ao Teatro Ibiza (deck 6) desta vez para assistir o maravilhoso espetáculo GLAMOUR com participação de Iryna & Luis interpretando cantos, a acrobáta Edina, as mágicas Natalia e & Keity e o Ballet Internacional do Grand Mistral.

Espetáculo Glamour. Bravo! Bravo! Bravo!

mesa redonda

E finalmente chegou um dos momentos mais aguardados do dia, a mesa redonda mediada por um dos maiores comunicadores do Brasil, o apresentador e santista Milton Neves que nesta ocasião teve como convidados o ex-jogadores Jamelli, Alberto, Serginho Chulapa e Rodolfo Rodriguez.

O Teatro Ibiza (deck 6) lotou e os torcedores receberam todos efusivamente com palmas e cantando o hino do glorioso Santos Futebol Clube.

Mesa Redonda com Milton Neves e convidados.

O clima foi de total descontração, Milton Neves estava bem à vontade e os jogadores também, ouvimos e vibramos com histórias sensacionais.

Antes de encerrar, Milton Neves abriu aos torcedores um momento para perguntas.

Cosmo Damião (Fundador e Presidente de Honra da Torcida Jovem) reverenciando ídolos e realizando sua pergunta.

Quando a mesa redonda terminou, os torcedores subiram ao palco para agradecer, tirar fotos e coletar autógrafos do apresentador Milton Neves e ex-jogadores do Santos Futebol Clube.

Antes de deixar o teatro ainda vivenciei dois momentos interessantes, encontrei o Sr. José Macia, também conhecido como Pepe, o Canhão da Vila. E tive a honra de encontrar um torcedor portando um exemplar extremamente bem conservada do famoso, lindo e raro “Álbum de Ouro do Santos Football Club“, até me emocionei quando ele me permitiu folhear e tirar uma foto com esta belíssima obra. Eu adoraria possuir um exemplar do Álbum de Ouro no meu acervo santástico…um dia vou conseguir!

Eterno ídolo Pepe (O Canhão da Vila) e Edmar Junior

O feliz proprietário do Álbum de Ouro e o emocionado Edmar Junior.

Haja coração! E a próxima atração era o tradicional Baile do Branco e Preto. Quando eu estava a caminho da cabine para tomar um banho e colocar o traje de gala (a celebração do Centenário do Santos merecia!) encontrei o apresentador Milton Neves.

Milton Neves e Edmar Junior

BAILE DO BRANCO E PRETO

O tradicional Baile do Branco e Preto normalmente é realizado no Salão de Mármore da Vila Belmiro, desta vez como estávamos a bordo do Grand Mistral o baile foi realizado diante das piscinas (deck 11) e independente do traje que usavam, a única premissa é que estivem de branco e preto, todos os torcedores foram convidados para dançar e se divertir ao som das bandas É-Nóis e Coisa de Pele, além de um DJ.

A equipe de entretenimento do Grand Mistral também participou, bem como os ex-jogadores e eternos ídolos que ao lado da torcida celebraram no baile o Centenário do glorioso Santos Futebol Clube.

Edmar Junior, Juninho e Dr. Mário Badures, traje de gala para celebrar em grande estilo o Centenário do glorioso Santos Futebol Clube.

"Nosso branco é a paz, nosso preto é da nobreza. São as cores de um time que nós amamos com certeza." ♫ De branco e preto nós temos a satisfação, cantamos alegre para o povo, que nosso Santos é o eterno campeão ♫ OOOOO OOOO…

Juninho, ex-jogador e ídolo eterno Edu e Edmar Junior.

Celebrando com amigos (as) o Centenário do glorioso Santos Futebol Clube. #JamaisEsqueceremos!

O Baile do Branco e Preto foi espetacular e terminou com muita alegria e “gosto de quero mais”, sendo assim, troquei o traje de gala por uma roupa mais leve e fui ao encontro dos meus amigos (as) na balada da Disco Banderas (deck 12), onde a festa  prosseguiu…

E a celebração do Centenário prosseguiu na Disco Banderas até o início do 3º dia de Cruzeiro.

Em suma, este 2º dia e início de 3º foram bastante intensos, num lugar paradisíaco, com fortes emoções e muita alegria ao lado de ídolos e amigos.

Quem esteve lá espero que esteja curtindo relembrar estes momentos, e quem não foi espero que esteja gostando e tendo uma noção do que de melhor rolou.

No próximo post contarei em detalhes o que rolou no Grand Mistral (Navio do Centenário) no 3º dia de Cruzeiro.

Deixe seu comentário e até o próximo post!

Edmar Junior

Leia também: NAVIO DO CENTENÁRIO – 1º DIA

NAVIO DO CENTENÁRIO – O QUE ROLOU NO 1º DIA…


No período de 04 à 07 de Março, estive à bordo do navio Grand Mistral navegando pela costa brasileira e vivenciando a experiência única de celebrar em alto-mar o Centenário do glorioso Santos Futebol Clube.

Eu havia prometido aos leitores que no retorno contaria o que rolou, farei isto neste e nos próximos posts. Quem esteve lá poderá relembrar, afinal esta viagem já deixou saudade e quem não esteve poderá viajar comigo neste resumo.

———- / / ———-

check-in

Deixei a cidade de São Paulo rumo à Santos no início da tarde, cheguei no Terminal Marítimo de Passageiros por volta das 15hs, horário proibitivo para minha intenção de fazer o check-in, seguir para Vila Belmiro, assistir com alguns amigos o clássico Santos x time da Marginal na reabertura da Vila após reforma do gramado e depois retornar ao navio. Sendo assim, notifiquei via celular um dos meus amigos que estava na Vila, fiz o procedimento de check-in e embarquei imediatamente no Grand Mistral.

Detalhe da tematização na Recepção do Navio do Centenário.

O CLÁSSICO / NAVIO DA ALEGRIA

Após localizar minha cabine, deixar minha bagagem de mão, tratei logo de saber em qual local do navio poderia assistir o clássico. Fui informado que haveria transmissão em telão no Teatro Ibiza (deck 6), sem perder tempo foi para lá que dirigi-me.

Torcedores no Teatro Ibiza assistindo o clássico Santos x time da Marginal.

Edmar Junior no Teatro Ibiza durante a transmissão do clássico Santos x time da Marginal.

O primeiro tempo já estava acabando e nada de gol, como eu já estava ficando tenso resolvi sair do Teatro, na saída acabei passando pelo Bar Navona (deck 6), onde também havia transmissão do jogo.

Ambiente do Bar Navona onde torcedores também assistiram o clássico Santos x time da Marginal.

O primeiro tempo terminou 0 x 0, ainda no Bar Navona encontrei os ex-jogadores e eternos ídolos Rodolfo Rodríguez e Edu .

Edmar Junior à esquerda com Rodolfo Rodríguez e à direita com Edu.

Depois fui para Sala Formenteira (deck 7) onde foi montado o já tradicional Boteco da Vila e que também estava com transmissão do jogo,  quando cheguei o segundo tempo já estava rolando, no caminho enquanto deslocava-me para o local eu havia ouvido grito de gol ecoado nas dependências do navio, fato que logo constatei, o Santos estava ganhando com gol do jogador Ibson.

Torcedores reunidos no Boteco da Vila (deck 7) assistindo o clássico Santos x time da Marginal.

Fiquei por ali até o jogo acabar. E para felicidade dos integrantes da nação santista à bordo do Grand Mistral o Santos venceu (1×0) o rival time da Marginal, o Navio do Centenário transformou-se rapidamente também no Navio da Alegria.

memorial

No clima de celebração pela grande vitória do glorioso Santos diante do rival da Marginal, dei uma passadinha na sala Sota de Oros (deck 7), anexa ao Boteco da Vila, onde foi montado um Memorial do Santos Futebol Clube, lá pude relembrar fatos e conquistas de outrora.

Edmar Junior no Memorial do Santos Futebol Clube

partida

Enquanto os últimos cuidados e procedimentos ainda estavam sendo executados para o Grand Mistral zarpar e seguir oceano Atlântico adentro fui conferir o que estava rolando nos decks 11 e 12, lá tive a satisfação de encontrar o meu amigo e mestre Odir Cunha (Jornalista / Escritor), ele foi um dos grandes responsáveis pelo Navio do Centenário ter  acontecido.

Odir Cunha, Edmar Junior e Suzana (esposa do Odir).

Do deck 12 escutei um burburinho proveniente do deck 11, observei e logo descobri que se tratava dos integrantes da banda Charlie Brown Jr (CBJR) sendo assediados por fãs da nação santista. Como sou fã da banda há anos, fui lá também, consegui uma foto com o  Chorão, líder e vocalista do CBJR.

Chorão (líder e vocalista da banda Charlie Brown Jr) e Edmar Junior

Fiquei por ali no deck 11, não demorou e a noite chegou, encontrei com o Paulo Alberto (Radialista Esportivo e Apresentador do Programa de TV Radar Esportivo),  o ex-goleiro Lalá e o ex-jogador Negreiros.

Paulo Alberto, Lalá, Edmar Junior e Negreiros.

Paulo Alberto, Lalá, Edmar Junior e Negreiros.

Após a conclusão do simulado de emergência de acordo com as normas de Organização Marítima Internacional enfim o transatlântico Grand Mistral estava pronto para zarpar, iniciando assim aquele viria ser o inesquecível Cruzeiro do Centenário.

E a partida do Porto de Santos foi de arrepiar e muito emocionante, a vibração no navio estava incrível e foi correspondida por santistas que interagiam à partir da orla e nas varandas dos prédios de Santos.

Partida do Porto de Santos! Foi de arrepiar!

Partida do Porto de Santos! Emocionante!

Quem também chamou atenção durante a partida foi um tripulante que estava numa pequena embarcação e seguiu durante algum tempo ao lado do gigante Grand Mistral, ele tremulava uma bandeira do Santos com tamanha empolgação que acabou “incendiando” ainda mais a galera do navio. Só quando o Cruzeiro do Centenário já havia terminado foi que descobri através do meu amigo Felipe Valle que era ele próprio o tal tripulante à bordo daquela embarcação pequena fisicamente, mas que se tornou gigante na transmissão de entusiamo, graças a louvável atitude do meu amigo Felipe Valle.

A pequena embarcação e o entusiasmado Felipe Valle.

vídeo

Confira no vídeo produzido pela equipe da SantosTV o check-in, o embarque, o clássico e a partida do Porto de Santos.

PASSEANDO PELO NAVIO

Após as emoções da partida, eu e amigos demos uma passeadinha nas dependências do Navio.

No Restaurante Mallorca (deck 5) encontramos os queridos mascotes Baleinha e Baleião.

Baleinha, Edmar Junior e Baleião.

Meu amigo Dr. Mário Badures e eu tiramos uma onda no Cassino, rsrs.

Dr. Mário Badures e Edmar Junior no Cassino.

Quem também estava à bordo do Grand Mistral era o notável e alegre Chacrinha (um dos fundadores da Torcida Jovem do Santos), o homem é uma grande figura santista.

Chacrinha e Edmar Junior

espetáculo

Após uma pausa para o jantar, voltei ao Teatro Ibiza (deck 6), desta vez para prestigiar uma atividade não relacionada ao Santos, assisti o espetáculo STAR WALKER – Tributo ao Rei do Pop. Gostei muito!

Espetáculo STAR WALKER

noite do esquenta

E para terminar o dia e entrar no outro, rolou a Noite do Esquenta no Boteco da Vila (deck 7), as bandas É-nóis e Coisa de Pele fizeram a galera dançar.

Edmar Junior, Cianne, Junior e Gabriel, diversão na pista do Boteco da Vila.

Pista lotada, galera curtindo muito, inclusive os ex-jogadores Lima, Edu, Negreiros e Jamelli que estavam ali também.

Só alegria na celebração do Centenário do Santos Futebol Clube.

E como não podia faltar, rolou um PARABÉNS ao Santos Futebol Clube.

Bom, isto foi um resumo do que de melhor rolou no primeiro dia do Cruzeiro do Centenário, espero que tenham gostado, no próximo post contarei como foi o segundo dia.

 Até mais! 

Edmar Junior

OBS: Post atualizado em 13/03/2012 e 18/03/2012 para inclusão de vídeos.

O QUE ROLOU NO PRÉ-CARNAVAL…

ESTRÉIA NA LIBERTADORES 2012 / bOTECO DA VILA

Nesta semana pré-carnaval o glorioso Santos Futebol Clube fez sua estréia na Copa Santander Libertadores 2012 diante do The Strongest da Bolívia. Infelizmente o Santos perdeu muitos gols e vacilou na defesa, fatores que culminaram numa derrota de virada por 2 x 1. Uma pena, pois antes do jogo mesmo sabendo que além do adversário havia também a altitude, a expectativa era boa!

Dias antes do jogo fiz minha reserva no Boteco da Vila para assistir a partida na companhia de vários outros santistas num local bacana, totalmente tematizado, com sorteio de brindes, exposição de taças,  talk-show, fotos e autográfos dos ex-jogadores. Porém, após ter efetuado minha reserva e antes do evento ocorrer, ao acessar o site oficial do Santos Futebol Clube para ler notícias, como faço habitualmente, me deparei com uma foto onde apareço em meio a amigos numa edição anterior do Boteco da Vila acompanhada de um texto de divulgação da edição então prestes acontecer, foi uma grata surpresa, rsrs.

Edmar Junior e amigos no site do Santos em matéria de divulgação de nova edição do Boteco da Vila.

Boteco da Vila,  bar temático oficial do Santos, dessa vez foi montado no Restaurante Villa Fiore no bairro Paraíso em São Paulo e com organização da Santos F.C. Tour.

Edmar Junior no Boteco da Vila

Boteco da Vila – Clique na imagem para ampliar em nova janela.

Os ex-jogadores Negreiros (que jogou com Pelé) e Robert (Campeão Brasileiro em 2002) foram os convidados desta edição do Boteco da Vila.

Edmar Junior e o ex-jogador Negreiros

Edmar Junior e o ex-jogador Robert

Em suma, essa edição do Boteco da Vila foi excelente como as anteriores, pena que o time não correspondeu e foi derrotado na estréia da Libertadores 2012. Espero que os erros sejam corrigidos, que o técnico enxergue que há jogador que não possui qualidade técnica “PARÁ” continuar vestindo o manto sagrado da Vila. E bola pra frente! Vamos ser TETRA Santos!!!

pelé arena

A estréia do Santos na Libertadores foi na Quarta-feira (15), o dia seguinte Quinta-feira (16) foi de chateação devido a derrota, já na Sexta-feira (17) resolvi fazer um passeio para esquecer, ao menos temporariamente, a inaceitável derrota. Estive mais uma vez no Pelé Arena, no ano passado já havia passado por lá pouco antes da decisão da Libertadores 2011.

Pelé Arena

Pelé Arena

Dessa vez fui para almoçar, o prato escolhido foi um belo e delicioso Filé de Abadejo acompanhado de cerveja Original bem gelada, fiz uma excelente refeição ao mesmo tempo em que contemplava ao redor a decoração / tematização do Pelé Arena.

Alguns detalhes da decoração / tematização do Pelé Arena

Como não podia ser diferente, o Rei Pelé é o grande destaque da decoração / tematização.

Ir ao Pelé Arena tem sido um passeio sempre muito agradável.

Edmar Junior no Pelé Arena

Clique aqui e saiba mais sobre o Pelé Arena.

museu do futebol / exposição vestiário

Concluída a visita ao Pelé Arena resolvi dar uma esticada no passeio e dirigi-me para o Pacaembu, mais especificamente ao Museu do Futebol para visitar a exposição temporária VESTIÁRIO que foi lançada durante esta semana.

Edmar Junior (sombra à direita) diante do local da exposição VESTIÁRIO.

EXPOSIÇÃO UNE FOTOGRAFIA, ARTES PLÁSTICAS E VÍDEO MAPPING

“Vestiário propõe uma fusão entre visão e alucinação, arrancando o visitante da monotonia do cotidiano, chacoalhando e aturdindo suas percepções”, diz o curador Leonel Kaz que, ao lado da equipe de conteúdo do Museu do Futebol – instituição da Secretaria de Estado da Cultura – organizou a nova mostra da instituição. Uma feliz coincidência: o antigo local do vestiário do Pacaembu é, hoje, utilizado como sala de exposições temporárias do Museu.

“Uma das sacadas desta exposição é a articulação de três artes distintas – fotografia, mapping e artes plásticas – que, num jogo de sobreposições, trazem alguns dos imaginários que flutuam em torno desse espaço íntimo que é o vestiário”, diz Clara Azevedo, diretora de conteúdo do Museu.

Foto: Gilberto Perin

O fotógrafo gaúcho Gilberto Perin acompanhou os atletas do Grêmio Esportivo Brasil, de Pelotas, na disputa pelo título da segunda divisão do Campeonato Gaúcho de 2010. As imagens mostram os dramas e as alegrias vividas no interior de vestiários e dá ao torcedor a sensação de adentrar um dos espaços mais secretos do esporte. “Decidi acompanhar este time porque, meses antes, um grave acidente no ônibus que transportava a equipe mobilizou emocionalmente os atletas. Assim, pude captar momentos-limites de tensão, alegria, disputa. E, também buscar um mundo desconhecido (e proibido) para torcedores e mídia”, diz Perin.

Em “Vestiário”, estas imagens são interpretadas pelo artista plástico Felipe Barbosa, com suas inusitadas bolas de futebol descosturadas e outras peças refeitas a partir de materiais recolhidos, transformados e reorganizados geometricamente. Ele transformou o vestiário do Pacaembu num ateliê de artista em que chuteiras, caneleiras e luvas são expostas repetidamente em armários cenográficos que reproduzem o ambiente de vestiário.

Sobre estas camadas da fotografia e da “instalação” artística entram os jogos de luz e sombra propostos pelo VJ Spetto, por meio de uma intervenção eletrônica que é o vídeo-mapping (isto mesmo, a capacidade de modificar a percepção de objetos por meio da luz!). Confira no vídeo abaixo:

Com esta exposição, o Museu do Futebol trabalha para que a ação educativa se torne um instrumento de transformação. Para que as exposições suscitem interrogações, modifiquem o olhar. Para que o visitante entre com perguntas e saia com mais perguntas do que entrou. E principalmente, descubra porções lúdicas que, muitas vezes estão adormecidas em cada um de nós.

“A associação do Safra à essa exposição traduz o comprometimento do banco com o resgate e a divulgação das tradições e manifestações históricas e culturais do Brasil”, diz Rossano Maranhão, presidente do Banco Safra, instituição patrocinadora da mostra.

SERVIÇO:
Exposição Vestiário
Local: Museu do Futebol
Onde: Sala Osmar Santos
Data de inauguração: 14 de Fevereiro

Museu do Futebol
Praça Charles Miller, S/N – Estádio do Pacaembu
São Paulo – (55) 11 3664-3848
Fale com a ouvidoria:
ouvidoria@cultura.sp.gov.br

Fonte: Museu do Futebol.

Além da visita à exposição VESTIÁRIO, também fiz uma nova e minuciosa visita nas atrações fixas do Museu do Futebol, infelizmente desta vez não estava sendo permitido fotografar as maravilhosas atrações do museu, regra que acatei prontamente. O único local onde estava permitido fotos era no ponto onde é possível ver o gramado e arquibancadas do estádio do Pacaembu.

Edmar Junior em visita ao Museu do Futebol no ponto onde é possível avistar o gramado e arquibancadas do estádio do Pacaembu.

Bom, foi isto que rolou nesta semana pré-carnaval, Boteco da Vila, Pelé Arena, Museu do Futebol e a exposição temporária VESTIÁRIO são exemplos de evento, local e passeios que recomendo aos leitores do blog, o Boteco especialmente para os santistas e os demais para todos os admiradores do futebol.

Por ora é só, desejo a todos os leitores do Blog DNA Santástico um Carnaval extremamente divertido, que todos curtam com responsabilidade e muita alegria!!!

Sabrina Torres, torcedora representante do Santos no Concurso Gata do Paulistão 2012 e parceira do Blog DNA Santástico. | Foto: Juara Prado

Edmar Junior