Arquivo da categoria: Data Comemorativa

DIA DO GOLEIRO!

O Santos Futebol Clube é o time mais artilheiro do mundo, em breve vai atingir a impressionante marca de 12.000 gols marcados. Mas, além do DNA ofensivo, o Santos também teve sua meta defendida por grandes goleiros ao longa de sua gloriosa história.

Hoje, no Dia do Goleiro, dedico este post para lembrar e homenagear os goleiros que mais defenderam o Santos Futebol Clube.

1º – MANGA

Atuou em 404 partidas no período 1951-1959, é o goleiro que mais vestiu a camisa do Santos Futebol Clube.

Manga

Manga

2º – FÁBIO COSTA

Apesar do temperamento explosivo, Fábio Costa esta entre os grandes goleiros da história do Santos Futebol Clube, suas defesas foram fundamentais na conquista do Brasileirão de 2002. Ele atuou em 345 partidas no período 2000-2003 / 2006-2010.

Fabio Costa - Blog DNA Santastico

3º – LAÉRCIO

Atuou em 335 partidas no período 1957-1969.

Laercio

Laércio

4º – GYLMAR DOS SANTOS NEVES

Goleiro extremamente vitorioso no Santos Futebol Clube, Gylmar marcou época e foi sem dúvida um dos melhores goleiros da história do futebol mundial em todos os tempos. Atuou em 330 partidas no período 1962-1969.

No ano passado eu e meus amigos Alex Santos e Wesley Miranda tivemos a honra de prestar-lhe uma homenagem. Acompanhado por sua esposa, o eterno ídolo Gylmar recebeu das nossas mãos uma placa como forma de agradecimento por sua dedicação e por tudo que ele fez literalmente defendendo o Santos Futebol Clube.

Alex Santos, Edmar Junior e Wesley Miranda com o ídolo Gylmar e esposa.

Antes de encerrarmos a visita, fiz questão de beijar uma das mãos milagrosas do ídolo Gylmar, foi um gesto de humildade, respeito, reverência e agradecimento pelas inúmeras defesas que ele praticou pelo nosso glorioso Santos Futebol Clube.

O vídeo abaixo contém imagens da carreira de Gylmar e uma síntese da homenagem que prestamos:

Se desejar ler o post completo da homenagem, clique aqui.

5º – marolla 

Atuou em 282 partidas no período 1979-1983 / 1985.

Marolla - Blog DNA Santastico

6º – Rodolfo Rodríguez

Atuou em 255 partidas no período 1984-1988. Dos que eu vi jogar, sem dúvida alguma foi o melhor.

Rodolfo e Edmar Junior

Rodolfo Rodríguez e Edmar Junior

A seqüência de defesas na Vila Belmiro

No dia 14 de Julho de 1984, um Sábado, na Vila Belmiro, ele protagonizou uma das mais fantásticas seqüências de defesas da história do futebol. Rodolfo Rodríguez faz uma série incrível de defesas contra o América de Rio Preto, que viraram referência toda vez que se fala em grande lance de goleiros. Foram cinco defesas consecutivas no total, enquanto a defesa do Santos assistia inerte aos milagres do guerreiro uruguaio. Na época o atacante Tarcísio, do América, declarou estupefato: “Rodolfo é maior que o gol”.

Em 18 de Julho de 2010, Rodolfo Rodríguez ganhou a primeira Defesa de Placa da história do futebol, entregue por Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, presidente do Santos Futebol Clube.

7º – CEJAS

Atuou em 253 partidas no período 1970-1974. Contratado junto ao Racing Club no fim de 1970 para que o torcedor esquecesse o ídolo Gylmar do Santos Neves que encerrava sua carreira, Cejas deu conta do recado e ficou marcado pela coragem e a raça!

Cejas - Blog DNA Santastico

Cejas

8º – Sérgio Guedes

Atualmente técnico de futebol, Sérgio Guedes teve uma boa passagem pelo Santos à partir do final dos anos 80, atuou em 241 partidas no período de 1989-1992 / 1996. Até hoje tenho guardado um autógrafo que ele me concedeu após um jogo em 1989.

Sergio Guedes - Blog DNA Santastico

9º – Cláudio

Atuou em 223 partidas no período 1965-1969 / 1972-1973.

Cláudio concedendo entrevista.

Cláudio concedendo entrevista.

10º – edinho

Atuou em 195 partidas no período 1991-1998.

Edinho e Edmar Junior

Edinho e Edmar Junior

11º – Zetti

Atuou em 188 partidas no período 1997-1999.

Zetti e Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Zetti e Edmar Junior

12º – Cyro Maciel

Atuou em 184 partidas no período 1934-1940 / 1943.

Cyro Maciel

Cyro Maciel

13º – Rafael Cabral

Atualmente defendendo o Santos Futebol Clube, o goleiro Rafael Cabral já escreveu seu nome na história do clube. Até aqui ele atuou em 183 partidas desde 2010.

Rafael Cabral - 26042013 - Blog DNA Santastico

Rafael e Edmar Junior

Rafael e Edmar Junior

14º – ATHIÉ JORGE COURY

Ele foi o Presidente mais vitorioso da história do Santos Futebol Clube, mas antes disto defendeu a meta do Peixe em 171 partidas no período 1927-1934.

Athié

Athié

PELÉ

Ele defendeu a meta do Peixe em poucas oportunidades, mas dizem que levava jeito, rsrsrs.

Parabéns pelo Dia do Goleiro para todos os goleiros que já vestiram e honraram o manto sagrado da Vila!  

DICA SANTÁSTICA:

Participe do SORTEIO do BLOG DNA SANTÁSTICO e concorra a um (1) exemplar do ALMANAQUE DO SANTOS FC, escrito e AUTOGRAFADO por Guilherme Nascimento e publicado pela editora Magma Cultural: HTTP://WWW.MEUSORTEIO.COM/E2947

2013 - Almanaque SFC

Por ora, é só! Deixe seu comentário (você pode inclusive usar seu perfil do Facebook para isto) e até o próximo post!

Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Edmar Junior

Torcedor do Santos FC por hereditariedade.
– Sócio do Santos FC desde 08/2006.
Diretor Social na Associação Movimento Resgate Santista.
Colecionador de livros sobre o Santos FC e seus ídolos.
Campeão do Quiz do Torcedor no Navio do Centenário.
Mantenedor do Blog DNA Santástico.
Mantenedor do Blog Miscelânea Santista.

 

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

Uma trilha sonora SANTÁSTICA para nação santista curtir enquanto navega:

SoundCloudSFC - Blog DNA Santastico

Clique na imagem e divirta-se!

Anúncios

Feliz Dia Internacional da Mulher

Santos - Beijo - Blog DNA Santastico

O Blog DNA Santástico deseja um feliz Dia Internacional da Mulher para todas as mulheres, em especial para as torcedoras do Santos Futebol Clube abaixo representadas por algumas delas:

 

Banner Trader Esportivo - 600 x 120 - Blog DNA Santástico


Por ora, é só! Deixe seu comentário (você pode inclusive usar seu perfil do Facebook para isto) e até o próximo post!

Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Edmar Junior

Torcedor do Santos FC por hereditariedade.
– Sócio do Santos FC desde 08/2006.
Ex-Diretor Social da Associação Movimento Resgate Santista
– Membro da ASSOPHIS (Assoc. dos Pesq. e Historiadores do SFC)
Membro da Confraria do Futebol Paulista/Por um Futebol Melhor
– Membro do Memofut (Grupo Literatura e Memória do Futebol)
Colecionador de livros sobre o Santos FC e seus ídolos.
Campeão do Quiz do Torcedor no Navio do Centenário.
Mantenedor do Blog DNA Santástico.

  | 

Banner Curso Trader Esportivo

Quer aprender a ganhar uma grana enquanto assiste aos jogos do PEIXE? Clique na imagem e saiba mais…

200.000 VISUALIZAÇÕES

O Blog DNA Santástico acaba de atingir e romper a importante marca de 200.000 visualizações.

200000 - Blog DNA Santastico

Com pouco mais de um ano e nove meses em produção, o blog possui também as seguintes estatísticas:

– Foram publicados 366 posts;

– Na enquete fixa, os visitantes que opinaram classificaram o blog:

84% como Santástico!
7% como Ótimo
4% como Bom
3% como Regular
2% como Ruim

– Foram registrados inúmeros comentários diretamente nos formulários do blog e  em outras mídias (Orkut, Facebook, Twitter e e-mail).

1086 pessoas curtiram a Fan Page do Blog DNA Santástico no Facebook até o momento.

Não sou Jornalista, Escritor ou Repórter, apenas um humilde, porém, apaixonado sócio e torcedor do Santos Futebol Clube que procura viver intensamente tal paixão. Agradeço a todas as pessoas que dispensaram parte do vosso precioso tempo para visitar o blog, conhecer, interagir e ajudar na divulgação.

Muito obrigado!!!

Edmar Junior

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

DIA DO TREINADOR – TRIBUTO À LUIS ALONSO PERES, O LULA.

Hoje, dia 14/01, é o Dia do Treinador de Futebol!

Neste dia não há como não se lembrar de Luis Alonso Peres, o Lula, aliás o primeiro Lula famoso do Brasil e o mais vitorioso treinador de futebol que este país  e o mundo conheceu.

LULA

LULA

Lula chegou no Santos em 1952 para comandar as equipes de base vindo da Portuguesa Santista, só virou treinador do time titular em 1954. Foi o único técnico campeão do Santos que não foi jogador, mas isso não impediu de ser o melhor, conseguindo quebrar o jejum de 20 anos do Santos conquistando o Campeonato Paulista de 1955.

Foi o treinador responsável por revelar a melhor safra de jogadores da história de um time de futebol.  Na Vila Belmiro, revelou Pepe, Pelé e Coutinho entre muitos outros, também foi o responsável por indicar contratações que foram fundamentais na trajetória gloriosa do alvinegro praiano como Gilmar dos Santos Neves, Mauro Ramos de Oliveira, Calvet, Lima, Dorval, Mengálvio, Carlos Alberto Torres, Rildo etc.

Lula e Pelé

Lula e Pelé

No comando do Santos foram 961 jogos, 628 vitórias, 147 empates e 186 derrotas e mais de 30 títulos, entre eles:

  • Campeonato Paulista de 1955, 1956, 1958, 1960, 1961, 1962, 1964 e 1965;
  • Torneio Rio-São Paulo de 1959, 1963, 1964 e 1966;
  • Taça Brasil de 1961 a 1965;
  • Libertadores da América de 1962 e 1963;
  • Campeonato Mundial Interclubes de 1962 e 1963.
LULA

LULA

Saiba mais sobre o vitorioso Lula no vídeo abaixo editado por meu amigo Wesley Miranda com colaboração do Diego Carvalho, vale muito a pena conferir:

Luis Alonso Peres, o Lula, morreu no dia 15 de junho de 1972, em Santos-SP, onde reinou durante 12 anos como técnico do Santos FC, de 1954 até 1966.

Blog DNA Santástico, na figura de seu mantenedor Edmar Junior, in memoriam parabeniza e agradece ao Sr. Luis Alsonso Peres, o Lula, por tudo que ele fez pelo glorioso Santos Futebol Clube.

O Blog também parabeniza todos os treinadores de futebol por este dia.

Dia do Treinador - Blog DNA Santastico

Por ora, é só! Deixe seu comentário e até o próximo post!

Edmar Junior

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

DIA DO FOTÓGRAFO – TRIBUTO À DOMÍCIO PINHEIRO

Hoje, dia 08/01, é o Dia do Fotógrafo!

Dia do Fotografo - Blog DNA Santastico

Fotografia - Blog DNA Santastico

Neste dia não há como não se lembrar de Domício Pinheiro e sua obra, um dos fotógrafos que melhor retratou o futebol em todos os tempos.

O mago da fotografia começou sua atuação na Folha Carioca, trabalhou no jornal Última Hora, mas passou a maior parte da carreira no grupo Estado (1954 a 1989).

Domicio Pinheiro - Blog DNA Santastico

Domício Pinheiro sobre o alambrado. Para obter a melhor foto ele era ousado e não poupava esforços!

Domício versus Pelé

Ele foi o único homem que marcou Pelé em cima durante toda a sua carreira no futebol e nunca levou um drible. A magia da camisa 10 era o seu fascínio, sua motivação, a sua fonte de inspirações. Para o fotógrafo profissional Domício Pinheiro, acompanhar Pelé, onde ele estivesse, era uma religião. Como resultado, ele transformou-se no maior documentador da carreira do Rei que se tem notícia no mundo.

Rio de Janeiro, Década de 60. Pelé posa antes de jogo da Seleção Brasileira com uma "auréola" formada pela tuba de um dos componentes da banda que toca o Hino Nacional. Foto: Domício Pinheiro/AE

Rio de Janeiro, Década de 60. Pelé posa antes de jogo da Seleção Brasileira com uma “auréola” formada pela tuba de um dos componentes da banda que toca o Hino Nacional. Foto: Domício Pinheiro/AE

Pelé em ação no jogo amistoso entre Brasil e Áustria, no estádio do Morumbi. Este foi o penúltimo jogo do craque, e que marcou sua despedida pelos campos de São Paulo, vestindo a camisa da Seleção. O jogo terminou empatado em 1 a 1. 11/07/1971. Foto: Domício Pinheiro/AE

Rio de Janeiro. Ano de 1962. Vestido com a camisa 10 do Santos, Pelé domina a bola durante o Mundial de Clubes de 62 na primeira partida contra o Benfica (Portugal), no estádio do Maracanã, zona norte do Rio. Foto: Domício Pinheiro/AE

Rio de Janeiro. Ano de 1962. Vestido com a camisa 10 do Santos, Pelé domina a bola durante o Mundial de Clubes de 62 na primeira partida contra o Benfica (Portugal), no estádio do Maracanã, zona norte do Rio. Foto: Domício Pinheiro/AE

Pelé posa junto a placa de rua que leva seu nome, em Três Corações. A Rua 13, uma ladeira estreita onde ficava a casa na qual nasceu Pelé, teve o nome trocado em homenagem ao Rei do Futebol, durante a preparação da Seleção Brasileira para Copa da Inglaterra. 19/04/1966. Foto: Domício Pinheiro/AE

Pelé posa junto a placa de rua que leva seu nome, em Três Corações. A Rua 13, uma ladeira estreita onde ficava a casa na qual nasceu Pelé, teve o nome trocado em homenagem ao Rei do Futebol, durante a preparação da Seleção Brasileira para Copa da Inglaterra. 19/04/1966. Foto: Domício Pinheiro/AE

O suor escorre pelo rosto de Pelé durante um treinamento. Em qualquer circunstância, o Rei mostrava total dedicação em campo. Santos, 01/01/1960. Foto: Domício Pinheiro/AE

O suor escorre pelo rosto de Pelé durante um treinamento. Em qualquer circunstância, o Rei mostrava total dedicação em campo. Santos, 01/01/1960. Foto: Domício Pinheiro/AE

Santos, 01/01/1960. Pelé é barbeado por Didi, na barbearia em frente ao estádio da Vila Belmiro. Até hoje Didi é o barbeiro preferido de Pelé. Foto: Domício Pinheiro/AE

Santos, 01/01/1960. Pelé é barbeado por Didi, na barbearia em frente ao estádio da Vila Belmiro. Até hoje Didi é o barbeiro preferido de Pelé. Foto: Domício Pinheiro/AE

Santos, SP. Década de 1960. Pelé, usando um chapéu de palha, pesca na beira de rio antes de jogo do Santos. Foto: Domício Pinheiro/AE

Santos, SP. Década de 1960. Pelé, usando um chapéu de palha, pesca na beira de rio antes de jogo do Santos. Foto: Domício Pinheiro/AE

Pelé com o uniforme da Seleção Brasileira sujo de barro em campo, durante partida no Rio de Janeiro, na década de 70. 01/01/1970. Foto: Domício Pinheiro/AE

Pelé com o uniforme da Seleção Brasileira sujo de barro em campo, durante partida no Rio de Janeiro, na década de 70. 01/01/1970. Foto: Domício Pinheiro/AE

Pelé "soca o ar", gesto utilizado por ele ao marcar gol, durante ensaio fotográfico realizado no estádio do Pacaembu, na zona Oeste, na cidade de São Paulo.  20/11/1969. Foto: Domício Pinheiro/AE

Pelé “soca o ar”, gesto utilizado por ele ao marcar gol, durante ensaio fotográfico realizado no estádio do Pacaembu, na zona Oeste, na cidade de São Paulo. 20/11/1969. Foto: Domício Pinheiro/AE

Com uma coroa na cabeça e um cetro na mão, Pelé acena para o público ao deixar o campo em sua despedida da Seleção Brasileira em São Paulo. No jogo realizado no estádio do Morumbi. O Brasil venceu a Áustria por 1 x 0. 11/7/1971. Foto: Domício Pinheiro/AE

Com uma coroa na cabeça e um cetro na mão, Pelé acena para o público ao deixar o campo em sua despedida da Seleção Brasileira em São Paulo. No jogo realizado no estádio do Morumbi. O Brasil venceu a Áustria por 1 x 0. 11/7/1971. Foto: Domício Pinheiro/AE

O futebol do Rei Pelé, que encantou povos de todos os continentes com sua genialidade e arte incomparáveis estão registrados na obra “era Pelé –  O Atleta do Século” documento histórico fotográfico de Domício Pinheiro, um grande legado para história do esporte, nela constam momentos inesquecíveis, dribles maravilhosos, jogadas fantásticas, gols incríveis protagonizados pelo Rei Pelé e eternizados em fotos por Domício Pinheiro e sua máquina.

Obra de Domício Pinheiro

Obra de Domício Pinheiro

O genial fotógrafo também retratou momentos importantes do cotidiano brasileiro durante a ditadura como manifestações populares, militares e religiosas.

Domício Pinheiro faleceu em 11 de fevereiro de 1998, aos 76 anos, tornou-se relevante e eterna referência na formação de vários profissionais que o sucederam.

Domício Pinheiro faleceu em 11 de fevereiro de 1998, aos 76 anos, tornou-se relevante e eterna referência na formação de vários profissionais que o sucederam.

O Blog DNA Santástico, na figura de seu mantenedor Edmar Junior, in memoriam parabeniza e agradece ao Sr. Domício Pinheiro por tudo que realizou em sua carreira e pela linda obra que nos deixou.

PARABÉNS A TODOS OS FOTÓGRAFOS PELO SEU DIA

08/01 – DIA DO FOTÓGRAFO | PARABÉNS A TODOS OS FOTÓGRAFOS!

Por ora, é só! Deixe seu comentário e até o próximo post!

Edmar Junior

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

BOAS FESTAS!

Blog DNA Santástico deseja à todos um Feliz Natal e um Ano Novo de muitas realizações!

BoasFestasDNA

E lembrem-se, o que o SANTOS une, nada pode separar!

Edmar Junior

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!

2002 – MENINOS DA VILA, PEDALADAS E TÍTULO, JAMAIS ESQUECEREI!


AS PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS…

Sou santista por hereditariedade, foi do meu pai que herdei o DNA Santástico, vem daí minha santisticidade. E ao relembrar minhas primeiras experiências como torcedor do glorioso Santos Futebol Clube fui remetido para 1983, naquele ano o Santos foi vice-campeão brasileiro, lembro de ter assistido o jogo final. Já no ano seguinte, 1984, o Santos conquistou o campeonato paulista, mas pasmem, não me lembro de absolutamente nada, naquele ano eu ainda era uma criança e houveram muitas mudanças na vida pessoal, minha família mudou de residência, eu mudei de escola, perdi contato com algumas crianças e fiz amizades com outras, durante algum tempo o futebol ficou em sei lá qual plano da vida.  Só voltei acompanhar novamente nas semifinais do campeonato paulista de 1986, mas o Santos acabou sendo eliminado.

UMA ÉPOCA SOFRIDA…

O ano de 1987 foi o ano em que realmente passei acompanhar de forma mais contundente o Santos, foi neste ano que fui, levado pelo meu pai, pela primeira vez em um estádio e não foi num estádio qualquer, foi simplesmente o Urbano Caldeira, estádio do Santos Futebol Clube, na vila mais famosa do mundo, a nossa querida Vila Belmiro. Neste ano o Santos fazia boa campanha no Paulistão, liderou a tabela durante praticamente todo o campeonato, fiquei empolgado, assistia tudo que passava do Santos, lia tudo e registrava em folha de papel almaço, eu sabia tudo na ponta língua, onde foi o jogo, quanto foi, quem fez os gols, em que minuto e tempo da partida. Mas infelizmente fomos mais uma vez eliminados na semifinal, desta vez pelo SCCP, numa humilhante derrota por 5 x 1. Detalhe, o centroavante do time do Parque São Jorge fez 4 dos 5 gols deles e senão bastasse o tal jogador era o Edmar, que acabou sendo o artilheiro do campeonato, naquele fatídico dia eu quis mudar o meu nome.

Mas a vida seguiu! Na escola, como todo garoto santista da época, eu era zuado pelos garotos torcedores de outros times e foi assim durante muito tempo. Em 1995, após anos de fila, parecia que enfim o sofrimento iria acabar, comandado em campo pelo Messias Giovanni, o time do Santos resgatou o orgulho de ser santista, teve uma arrancada sensacional no Campeonato Brasileiro, com direito até a jogo épico, quem não se lembra de Santos 5 x 2 Fluminense no Pacaembu? Mas na final contra o time da estrela solitária o glorioso Santos Futebol Clube foi “operado” pelo árbitro da partida, que não merece nem ter o nome citado aqui. O Santos foi o CAMPEÃO MORAL, na prática ficou com o vice-campeonato e a fila continuou.

Vida que segue, em 1997 o Santos ganhou o Torneio Rio São Paulo, foi a primeira vez que gritei “É Campeão”, foi uma grande alegria!

Em 1998, novo título, desta vez ganhamos a Copa Conmebol.

Mas para imprensa marrom e para os “antis” estes não eram considerados títulos de expressão, na visão deles o Santos permanecia na fila e os torcedores santistas continuaram sendo zuados.

O sofrimento prosseguiu, estivemos perto de um título paulista em 2000, mais uma vez acabamos vice. Em 2001, sofremos um duro golpe, na semifinal do campeonato paulista contra o SCCP, tomamos um gol no último segundo, feito pelo jogador Ricardinho. Foi cruel, doeu demais!

Tudo que relatei acima resumem uma época sofrida, mas importante para o fortalecimento do meu amor e de toda uma geração de torcedores pelo Santos Futebol Clube.

2002, O ANO DA LIBERTAÇÃO, O ANO DA ALEGRIA…

Em 2002, já com entre aspas “18 anos de fila”, assim como uma Fênix que ressurge das cinzas, o grande Santos Futebol Clube ressurgiu comandado pelo técnico Emerson Leão e por uma nova geração de meninos, destaque para Diego e Robinho. Naquele ano o Santos Futebol Clube sagrou-se CAMPEÃO BRASILEIRO contra o SCCP, enfim  eu e uma geração inteira de meninos se livrou do estigma que nos acompanhou durante muito anos, deixamos de ser os meninos da fila e nos tornamos também, assim como nosso jogadores, os MENINOS DA VILA!

Santos CAMPEAO 2002 - Blog DNA Santastico

Hoje, 15/12/2012, faz 10 anos que conquistamos o título de 2002, eu estava lá no Morumbi, de lá para cá muita coisa aconteceu, ser campeão tornou-se uma agradável rotina, porém, jamais esquecerei aquele dia 15/12/2002, foi um dia de libertação, de êxtase, de muita alegria, fico emocionado ao lembrar das defesas de Fábio Costa, da garra do Léo, das pedaladas do então menino Robinho, enfim do talento e da entrega de todo aquele time maravilhoso que colocou o Santos no topo do futebol brasileiro novamente e proporcionou um dos dias mais feliz da minha vida.

10 Anos de Pedalada - Blog DNA Santastico

Hoje é dia de relembrar, hoje é dia de celebrar, vamos voltar naquele dia 15/12/2002 e rever como tudo aconteceu através da edição do acervo digital:

Show, é sempre muito emocionante rever esta imagens!!!

FICHA TÉCNICA

Data: 15/12/2002
Competição: Campeonato Brasileiro — Finais — 2º jogo
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 74.586
Renda: R$ 1.152.809,00
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Cartões amarelos: Fabinho, Fábio Luciano, Fabrício, Maurinho e Fábio Costa
Gols: Robinho, aos 37min do primeiro tempo; Deivid, aos 30min, Anderson, aos 39min, Elano, aos 43min, e Léo, aos 47min do segundo tempo.
Resultado: Santos 3 x 2 Corinthians

CORINTHIANS
Doni; Rogério, Fábio Luciano, Ânderson e Kléber; Fabinho (Fabrício), Vampeta e Renato; Deivid, Guilherme (Leandro) e Gil.
Técnico: Carlos Alberto Parreira

SANTOS
Fábio Costa; Maurinho, Alex, André Luís e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego (Robert/Michel); Robinho e William (Alexandre)
Técnico: Emerson Leão

—– // —–

Eterna Pedalada - Blog DNA Santastico (13)

Eternamente obrigado aos Meninos da Vila de 2002, jamais esquecerei!

Por ora, é só! Deixe seu comentário e até o próximo post!

Edmar Junior

Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog DNA Santástico no Facebook!!!