Arquivo da categoria: Libertadores da América

HOMENAGEM TRI ANIMADA!

Leitores do Blog DNA Santástico, olhem que linda esta homenagem produzida pelo santista Adriano L. R. Dias em função da recente conquista do TRI da América pelo Santos Futebol Clube. Simplesmente sensacional!!!

Gostaram?

É isso aí, por ora é só!

HOMENAGEM DA PREFEITURA DE SANTOS

Eu já havia publicado aqui no blog fotos da bela homenagem que a Prefeitura de Santos fez ao glorioso Santos Futebol Clube em virtude da conquista do TRI da América, agora vejam um vídeo sensacional de tal homenagem:

Eu gostei e você leitor (a)?

RAPIDINHAS – (05/07/2011)


1. No último Sábado (02/07) mesmo com o time bastante desfalcado as Sereias da Vila conseguiram arrancar um heróico empate (3×3) diante do Juventus, na Rua Javari, em partida do Campeonato Paulista. Os gols do Santos foram marcados por Karen, Sol (contra) e Raquel. Clique aqui e saiba mais.

A esquerda Sereia Raquel comemorando seu gol na partida contra o Juventus (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo) e a direita com Edmar Junior.

2. Também no Sábado (02/07) o time de futsal do Santos venceu o clássico (4×2) diante do São Paulo na Arena Santos em jogo da Liga Nacional. Os gols do Santos foram marcos por Falcão, duas vezes, Pixote e Deives. Clique aqui e saiba mais.

A esquerda Falcão comemorando um dos seus gols na partida contra o São Paulo e a direita com Edmar Junior.

3. E na noite de ontem (Segunda-feira, 04/07) o time de futsal do Santos voltou a quadra da Arena Santos desta vez para enfrentar e ganhar do Corinthians por 3 x 2 e  assegurar a liderança da Liga Nacional. Os gols dos Santos foram marcados por Falcão, duas vezes, e Pixote. Clique aqui e saiba mais.

4. Assim que terminou a partida em que o Santos sagrou-se TRIcampeão da América, uma equipe do site Melhor de Santos iniciou uma sequência de fotos da Praça Independência (tradicional local de comemoração de títulos conquistados pelo Santos), o resultado foi a união de 1.000 fotos no período da 00h:00 às 2h:30 daquela madrugada. Confira que bacana a movimentação da torcida tricampeã:

5. E prosseguem as homenagens ao glorioso Santos Futebol Clube TRI Campeão da Libertadores da América. Veja abaixo vídeo produzido por Armando Tadeu contendo um lindo samba, composição do amigo Ricardo Peres e seu filho Bio Peres.

6. Quem também gravou uma música para o Santos foi banda santista de pop rock DiClock. Inspirada na música “Amar não é pecado” de Luan Santana, a banda elaborou uma homenagem em alusão a conquista do TRI da América, a versão também é um incentivo visando o possível confronto entre Santos e Barcelona no Mundial que será realizado no final do ano. Confira abaixo:

E você leitor (a) viu alguma homenagem interessante feita para o glorioso Santos por aí?

Por Edmar Junior

FESTA DO TRI, NÃO CANSO DE COMEMORAR!

Na Sexta-feira (01/07) o Santos Futebol Clube celebrou em grande estilo a conquista do TRIcampeonato da Copa Libertadores da América com uma festa no Estação Santos, espaço de eventos localizado no centro histórico da cidade de Santos.

Estação Santos

A celebração contou com a presença do Prefeito Sr. João Paulo Tavares Papa, do Presidente do Santos Sr. Luiz Alvaro de Oliveira Ribeiro, do Vice-Presidente do Santos Sr. Odílio Rodrigues Filho, do Presidente do Conselho Deliberativo do Santos Sr. André Monteiro de Fazio, de Gerentes, Diretores, Conselheiros, Sócios e Ex-jogadores do Santos entre outros convidados. Algumas personalidades chegaram ao local com no bonde ‘camarão’ que em ação de homenagem foi tematizado com imagens do Santos Futebol Clube. A parte externa do veículo retrata uma baleia, símbolo do clube, já o interior do bonde é ornamentado com fotos históricas do Santos, principalmente com relação às três conquistas continentais em 1962, 1963 e 2011:

Bonde Temático

Fui convidado! E com muita honra e alegria não tive dúvida, aceitei e compareci para prestigiar este importante momento de celebração da conquista do TRI da América.

Convite!

Na recepção do Estação Santos já era possível notar que o espaço havia recebido um bela decoração em alusão ao glorioso alvinegro praiano.

A esquerda Edmar Junior na recepção do Estação Santos e a direita exemplar de velas decorativas que enfeitaram todo o ambiente.

Assim que entrei no salão encontrei muitos amigos, alguns de arquibancada, outros de militância. Como não podia ser diferente, o clima estava bem festivo, maravilhas gastronômicas estavam sendo servidas e cerveja de excelente qualidade (Original) entre outras bebidas molhavam as palavras em animadas conversas em todas as dependências do local.

Edmar Junior e Cosmo Damião (Fundador e Presidente de Honra da Torcida Jovem do Santos)

Amigos: Bruno Boy, Dr. Mario, Edmar Junior, Renan e Elton Peixe

A responsabilidade de entoar os hinos do clube e realizar toda a animação musical ficou por conta da Banda Trilha Sonora:

Banda Trilha Sonora

Um dos melhores momentos da festa aconteceu quando o Diretor Social Moacir Brandelero subiu ao palco e com a Taça Libertadores da América exposta diante de si e de todos solicitou a presença do  Prefeito Sr. Papa, do Presidente do Santos Sr. Luiz Alvaro, do Presidente do Conselho Deliberativo Sr. André de Fazio e do Secretário de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo Sr. Paulo Alexandre Barbosa que na ocasião representou o Governador Geraldo Alckmin. No palco todos discursaram e exaltaram a conquista do Tricampeonato da Copa Libertadores da América.

Sr. André de Fazio (Presidente do Conselho Deliberativo do SFC), Sr. Luis Alvaro (Presidente do SFC), Sr. Paulo Alexandre Barbosa (Secretário de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo), Sr. Papa (Prefeito de Santos) e Sr. Moacir Brandelero (Diretor Social do SFC).

No vídeo abaixo registrei o emocionante discurso do Presidente Luis Alvaro:

Algumas fotos deste momento marcante da festa:

Após os discursos, enquanto eu tirava uma foto junto com o Presidente Luis Alvaro, a Banda Trilha Sonora assumiu novamente o palco e comandou passistas da Escola de Samba União Imperial de Santos que entraram no salão e com muita graça, beleza e samba no pé fizeram a alegria dos convidados.

Presidente do Santos Luis Alvaro e Edmar Junior

Passistas da União Imperial e Edmar Junior

A festa sem dúvida estava muito divertida, mas no que diz respeito a emoção, ao menos no meu caso, foi quando tive mais uma vez a oportunidade de estar ao lado da Taça Libertadores da América, eu já havia estado com ela quando a mesma esteve em exposição no Shopping Eldorado, em São Paulo, antes partida final entre Santos e Penãrol, mas desta vez foi diferente, pois além de poder tirar fotos, pude tocar e beijar a nossa tão almejada taça.

Edmar Junior e a Taça Libertadores da América

Depois, enquanto a festa rolava, dei uma circulada nos camarotes e tive a oportunidade de encontrar alguns ex-jogadores. Encontrei Negreiros e Lalá que eu já conhecia. Mas também tive a honra e o prazer de encontrar o grande ídolo Mengálvio que há muito tempo eu desejava conhecer. Agora, daquela famosa linha formada por Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe só me falta conhecer pessoalmente e tirar foto com o Rei.

Festa do TRI

Edmar Junior com os ex-jogadores Negreiros, Lalá e Mengálvio na festa do TRI!

A festa só não foi completa porque algumas pessoas queridas não estavam lá, bem como os jogadores atuais Campeões da Libertadores da América que já estavam concentrados, em São Paulo, para partida do Brasileirão no dia seguinte diante do América-MG, além é claro de Neymar, Ganso e Elano que estão na Seleção para disputa da Copa América,  mas ainda assim foi uma festa sensacional, daquelas que jamais se esquece, aliás, eu sou TRI da América e não me canso de comemorar!!!

E você leitor (a), também continua comemorando o TRI aí?

Leia também: TRICAMPEÃO DA AMÉRICA, UM SONHO REALIZADO!

Por Edmar Junior

IMAGENS TRI-EMOCIONANTES!

Estamos prestes a completar uma semana que conquistamos o TRI da América. Ao longo dos últimos dias assisti vídeos e vi fotos que me fizeram reviver todas as emoções que senti e fatos que presenciei naquela recém e histórica noite no Pacaembu.  Reuni neste post alguns destes materiais santásticos:

Para começar, um vídeo produzido pelo santista Rachid, que esta sempre presente nos estádios captando imagens sensacionais da nação santista para sua Santosfc.TV:

Aqui um vídeo especial gerado pela SantosTV com destaque para o #MARBRANCO que “invadiu” o Pacaembu e ajudou empurrar o time rumo ao título:

No próximo vídeo uma homenagem ao Santos Futebol Clube produzida por Narrador Kanhanga, um rapper angolano que em 2005 ganhou uma bolsa de estudos no Sul do Brasil, para cursar Administração de Negócios Internacionais, desde então Porto Alegre é sua cidade.  O Rap do Mazembe saudando a vitória do time africano frente ao Internacional de Porto Alegre no mundial de clubes da Fifa em 2010 teve mais de 650 mil views no Youtube em menos de uma semana. A partir daí uma infinidade de fãs passou a conhecer e acompanhar o seu trabalho original como rapper, através de vários canais de comunicação online, ele  ganhou popularidade, e hoje é  um dos Rappers que mais se destaca no cenário Hip Hop brasileiro:

Uma manhã ensolarada, um título histórico e a paixão pelo clube que leva o nome da cidade ao mundo. Essa foi a combinação perfeita para mais uma comemoração ao tricampeonato da Copa Libertadores da América, na sexta-feira (24), nas areias da Praia do Gonzaga. Torcedores do Santos abraçaram o distintivo gigante do clube esculpido em areia. Veja que foto maravilhosa:

Distintivo gigante do Santos Futebol Clube

– Então leitor (a), gostou desta seleção de imagens? E você, tem algum vídeo ou foto bacana para compartilhar, se tiver deixe um comentário / link no post.

Por Edmar Junior

TRICAMPEÃO DA AMÉRICA, UM SONHO REALIZADO!

Salve Nação Santista!

Após uma longa espera, que durou anos, e superar várias adversidades na edição 2011 da Taça Libertadores, enfim o nosso glorioso Santos Futebol Clube sagrou-se TRICAMPEÃO da AMÉRICA! Este, sem dúvida, é um orgulho que nem todos podem ter!

Demorei um pouquinho para escrever algo aqui no blog sobre a conquista porque a comemoração foi intensa, cheguei em casa somente na manhã (por volta das 9h:00) do dia seguinte ao jogo, dormi apenas pouco mais de duas horas, as 12h:00 já estava diante da TV para assistir toda a cobertura realizada pela imprensa jornalística e esportiva, também dei uma conferida nos principais portais da Internet, isso consumiu todo o período da tarde e parte da noite.

Bom, como todos acompanharam e já sabem que o final da Taça Libertadores da América foi maravilhoso, então vou descrever para vocês leitores (as) do Blog DNA Santástico um pouquinho dos momentos que vivenciei antes, durante e após a partida da conquista do TRI.

ANTES DA PARTIDA

Partimos para o Pacaembu, eu e meu amigo Robson.

Peço licença aos leitores para um parêntese e assim relatar que minha amizade com este amigo vem desde os anos 80, época muito difícil para garotos santistas, vivíamos uma escassez de talentos, vitórias e títulos,  ganhar uma Libertadores então não passava de sonho e inocentes devaneios das nossas mentes adolescentes, a conquista do TRI era algo muito remoto. Estudávamos juntos, quando terminamos a 8ª série (1987) cada um continuou a respectiva vida para lados diferentes, nos distanciamos e ficamos cerca de 14 anos sem nos vermos, quis o destino que nosso reencontro ocorresse justamente numa época em que uma nova geração de Meninos da Vila estava prestes a surgir na Vila Belmiro, felizmente após anos de fila eu e o Robson vimos juntos no estádio o Santos Futebol Clube renascer com a conquista do campeonato brasileiro de 2002 pela geração de Diego e Robinho, de lá para cá nosso Santos tem nos proporcionado oportunidades de juntos vivenciar muitas alegrias. Bom, parêntese feito, sigo com o texto sobre os momentos vivenciados antes da partida do TRI.

Chegamos no Pacaembu pouco antes das 20h:00, o movimento pré-jogo estava bom e o clima bastante positivo,  demos a tradicional paradinha próximo da banca de jornal da Praça Charles Miller para encontrar mais amigos e molhar as palavras (tomar cerveja). Logo seguimos para dentro do estádio, onde outros amigos já nos aguardavam. Lá dentro, para controlar a ansiedade enquanto aguardava a hora do jogo começar procurei me distrair tirando fotos, conversando e ajudando na distribuição de materiais que contribuíram para a festa mais linda já realizada na história do Pacaembu.

Rafael, Robson, Edmar Junior, Dante Machado, Renan, André, Elton, Fernando e Carol.

A esquerda com amigos Gustavo e Schneider. A direita com Guilherme Gomez Guarche (Pesquisador do Santos Futebol Clube)

Torcedores com visual inusitado fizeram sucesso no Pacaembu:

A nação santista deu show, a festa foi linda no Pacaembu!

Pouco antes do juiz apitar o início da partida, pensamentos nostálgicos me sequestraram por alguns instantes, lembrei de vários momentos da minha trajetória como torcedor do glorioso, lembrei de muitos amigos santistas que por algum motivo de força maior não estavam ali comigo, lembrei da final de 2003 quando deixamos escapar o sonho do TRI,  lembrei do meu Pai, do qual orgulhosamente herdei o DNA Santástico, ele naquele momento estava em sua casa, no interior de São Paulo, certamente emanando energias positivas. Em meio aos gritos e cantos do #marbranco que “invadiu” o Pacaembu, eu em silêncio tomado pelos pensamentos emocionei-me, recompondo-se logo em seguida quando o árbitro autorizou o início do jogo.

DURANTE A PARTIDA

Sobre o jogo, nem vou me alongar muito nos comentários, todos que assistiram sabem que foi tenso em alguns momentos e empolgante em outros, um verdadeiro misto de sentimentos.

Na minha análise:

Santástico:
– Nação Santista (fez uma linda festa nas dependências do Pacaembu).
– Neymar (deu trabalho para seus marcadores e fez um golaço após linda jogada construída por Ganso e Arouca).

Ótimo:
– Danilo (marcou bem, apoiou quando possível e fez o gol do título).
– Edu Dracena (mais uma vez cresceu em jogo de decisão).
– Adriano (discreto, joga para o time, anulou o principal jogador deles).
– Arouca (errou alguns passes, marcou bem e foi fundamental na construção da jogada que originou o primeiro gol).
– Muricy Ramalho (armou bem o time e soube alterar quando foi necessário).

Bom:
– Rafael (quando foi preciso mostrou a habitual segurança).
– Durval (mais uma bela atuação, nem o gol contra que fez tira seus méritos).
– Ganso (movimentou-se com inteligência, mais uma vez mostrou sua categoria).

Regular:
– Léo (fez o que pode, demonstrou sua garra).
– Alex Sandro
– Pará
– Elano (não esta em sua melhor condição física, mas lutou).
– Zé Eduardo (perdeu gols, mas sua entrega neste jogo foi nítida).

Neymar foi Santástico!

APÓS A PARTIDA

No final deu tudo certo, o jogo terminou Santos 2 x 1 Peñarol, os Deuses do Futebol estiveram conosco e o tão almejado sonho de conquistar o TRI da Libertadores tornou-se uma linda e feliz realidade. Daí em diante foi só comemoração, primeiro no próprio Pacaembu assim que árbitro encerrou a partida e principalmente quando nosso capitão Edu Dracena ergueu a Taça Libertadores da América para o delírio de toda a  nação santista em todas as partes do mundo.

SANTOS 2 X 1 PEÑAROL
Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Adriano, Arouca, Elano e Paulo Henrique Ganso (Pará); Neymar e Zé Eduardo. Sosa; González (Albín), Valdéz, Guillermo Rodríguez e Darío Rodríguez; Corujo, Aguiar, Freitas e Mier (Urretaviscaya); Martinuccio e Olivera.
Técnico: Muricy Ramalho Técnico: Diego Aguirre
Gols:
Neymar, a 1min e Danilo, aos 23min e Durval (contra), aos 34min do 2º tempo
Cartões amarelos: Neymar e Zé Eduardo (Santos); González e Corujo (Peñarol)
Renda e Público: R$ 4.266.670,00 / 37.894 pagantes
Data: 22/06/11. Local: Pacaembu, em São Paulo. Árbitro: Sergio Pezzotta (ARG). Auxiliares: Ricardo Casas (ARG) e Hernán Maidana (ARG).

Capitão Edu Dracena ergueu a Taça para delírio da Nação Santista!

A cerimônia de entrega da taça e medalhas contou com a ilustre presença do maior jogador de futebol de todos os tempo, o nosso eterno Rei Pelé. Quem convive comigo, sabe que um dos meus sonhos é conhecer pessoalmente o Rei. Lá no Pacaembu, houve um momento que o guerreiro Léo estava correndo próximo da grade do setor onde eu estava, portando a taça e mostrando para a torcida, enquanto ele corria pelo lado de dentro do campo eu e meu amigo Elton corríamos pelo lado de fora rente a grade, eis que num momento o jogador avistou o Rei Pelé entrando numa van, já se preparando para deixar o estádio, o Léo foi dentro da van, buscou o Rei e entregou-lhe a Taça Libertadores, o Rei feliz da vida à levantou, depois devolveu ao jogador e eles conversaram rapidamente, o Rei ficou mais um segundos por ali para atender fotógrafos e logo voltou para a van.

Foi um momento muito emocionante para mim, fiquei a menos de 2 metros do Rei Pelé, separado pela grade e por torcedores que estavam na minha frente, mas foi uma sensação quase que indescritível, o sonho da conquista da América foi realizado, um dia conhecerei pessoalmente o Rei Pelé, eu acredito!

O Rei Pelé esteve presente no Pacaembu, estive perto dele (ali no círculo vermelho), um dia conhecerei pessoalmente o Rei!

Depois da festa no Pacaembu, eu e amigos entramos no carro e ao som dos hinos do clube partimos rumo a Vila Belmiro para continuar a comemoração, na estrada vimos muitos carros com bandeiras e as buzinas dos veículos ecoaram durante quase todo o caminho, quando chegamos na entrada de Santos nos deparamos com uma feliz comunidade local que aguardava ansiosamente pela chegada do ônibus do Santos na cidade.

Vários carros vindo de São Paulo na chegada à Santos!

Já na Vila Belmiro, o cenário apresentava as ruas do entorno do estádio interditadas pela Polícia Militar, dava para escutar o barulho e ver alguns dos torcedores que assistiram o jogo e permaneceram dentro do estádio, nas ruas uma aglomeração de torcedores foi se formando somente até onde a PM permitia, todos aguardavam com ansiedade a chegada do ônibus, porém, ao invés dele o que surgiu foi um caminhão, tipo trio elétrico, com o jogadores fazendo festa e trazendo a taça.

Do lado de fora da Vila aguardamos os jogadores e a taça, chegaram de trio-elétrico!

Infelizmente, devido a atuação da PM e a desinformação presente naquele momento,  eu e meus amigos, todos sócios do Santos Futebol Clube, não conseguimos entrar no estádio em tempo de presenciar a comemoração dos jogadores no sagrado gramado da Vila Belmiro. O fato não nos abalou, o momento era de alegria, entramos no estádio quando deu, continuamos a nossa comemoração, depois relaxamos um pouco, demos uma volta pelas dependências, tiramos algumas fotos e quando os refletores já estavam quase todos apagados deu até vontade de dormir por lá mesmo, feliz e TRICAMPEÃO da América!

Edmar Junior na Vila Belmiro diante dos bustos do Athié Jorge Coury (ex-Presidente), Urbano Caldeira (ex-jogador, técnico e dirigente) e Modesto Roma (ex-Presidente). Reverência e respeito por 3 santistas ilustres, que estão lá no céu, e que certamente ficaram felizes com a conquista do TRI da Libertadores.

A comemoração foi intensa, quando os refletores da Vila Belmiro já estavam quase todos apagados deu até vontade de dormir por lá mesmo, feliz e TRICAMPEÃO da América!

Saímos do estádio, ficamos mais um pouco por ali na Vila curtindo o momento e celebrando a conquista, depois subimos a montanha rumo a cidade de São Paulo, antes de chegar em casa dei uma passadinha na padaria para comprar pãezinhos e resolvi dar uma espiadinha na banca de jornal, eu ainda estava com a mesma roupa (de branco da cabeça aos pés), nem tinha ido para casa ainda e a banca já estava recheada de jornais destacando o tri campeão da América, o glorioso SANTOS FUTEBOL CLUBE, comprei vários destes jornais, uma revista poster e enfim segui para casa.

Parabenizo os jogadores, a comissão técnica, o Presidente, a Diretoria, os funcionários, a nação santista e todos aqueles que de alguma forma estiveram envolvidos com esta brilhante conquista, agora é cuidar do planejamento e preparação para o mundial de clubes no final do ano que será realizado no Japão!

Rumo ao Japão!

É isso aí, vamos ao Japão transformar outro sonho em realidade!

Vamos ser TRI Santos! Vamos ser TRI Santos! Vamos ser TRI Santoooooos!

Por Edmar Junior

Nota do autor: o TRI MUNDIAL não tornou-se realidade ainda, o sonho permanece intenso!

CHEGOU O DIA, ANSIEDADE PREDOMINA!

Salve nação santista, chegou o grande dia! Hoje às 21h:50 no estádio do Pacaembu o glorioso Santos Futebol Clube entrará em campo em busca da tão almejada conquista do TRI na grande decisão da Taça Santander Libertadores 2011 frente ao tradicional Peñarol-URU.

Esta partida será a de número 100 do Santos na história da Libertadores, assista abaixo no emocionante vídeo produzido pela SantosTV a chamada especial para grande decisão:

Como não podia ser diferente, a ansiedade, que há dias já se faz presente por aqui, hoje esta predominando com muita intensidade.

Segundo o Dicionário Aurélio:

Ansiedade: s.f. Angústia, aflição, grande inquietude. / Desejo veemente, impaciência, sofreguidão, avidez. / Medicina Estado psíquico acompanhado de excitação.

Pois é, acredito que este é o sentimento que tem acompanhado a maior parte da nação santista nos últimos dias e especialmente no dia de hoje. Fazendo uso de uma hastag que o craque Neymar costuma escrever em seus tweets, pode-se dizer que a ansiedade esta #exalando. Vi algumas manifestações de amigos santistas nas redes sociais, alguns não conseguiram dormir direito, mal conseguem pensar em outro assunto, o foco é quase total na decisão de logo mais, creio que se pudessem todos já estariam diante do Pacaembu numa animada resenha aguardando a hora do jogo.

Estamos prestes a vivenciar mais um lindo capítulo da gloriosa história do Santos Futebol Clube, a conquista do TRI, será o título mais importante desde o final da consagrada Era Pelé.

Comecei acompanhar tudo sobre o Santos em meados da década de 80, período difícil para um garoto santista, vivíamos uma escassez de talentos, vitórias e títulos, mas eu nunca desisti, segui firme no meu propósito de amar incondicionalmente este clube, na década de 90 houve um alento, fomos oficialmente vice-campeões, mas moralmente campeão do Brasil em 1995 (fomos roubados na decisão frente ao Botafogo-RJ), no final da década vieram os títulos do Torneio Rio-São Paulo (1997) e Copa Commebol (1998), deu para sentir o gostinho do que é ser campeão. Em 2001, sofremos quando fomos eliminados do Paulistão daquele ano pelo time da Marginal com um gol do jogador Ricardinho à 15 segundos do final da partida, mas assim como uma fênix que ressurge das próprias cinzas, o Santos renasceu naquele momento, o raio caiu novamente na Vila Belmiro e surgiu uma nova geração de Meninos da Vila que foram campeões do Brasil em 2002 frente ao rival da Marginal com um time comandado por Diego e Robinho (8 pedaladas jamais esquecerei), depois disso vieram muitas alegrias, fomos campeões brasileiro novamente em 2004 contra tudo e contra todos, campeões paulista em 2006 (eu vi o helicóptero trazer a taça para Vila) e também em 2007.  Já em 2008 e 2009 passamos por alguns momentos ruins, mas em 2010 já na gestão do querido Presidente Luiz Alvaro, eis que novamente o Santos voltou a jogar um futebol que encantou a nação santista e todos aqueles que são apaixonados pelo esporte, com destaque para Neymar e Ganso (ambos resultantes de um terceiro raio que caiu na Vila) ganhamos o Paulistão e o inédito título da Copa do Brasil (não é mole não, fui para a Bahia para gritar é campeão). Este título nos deu o direito de disputar a atual Taça Libertadores. Neste ano de 2011 já fomos campeões do Paulistão novamente, mais uma vez diante do time da Marginal, que inclusive já havia sido precocemente “toliminado” da pré-Libertadores, fechamos o caixão do centenário deles, jamais vou parar de rir!

Neste período que descrevi acima houveram outras decisões e conquistas importantes, porém, menos expressivas. Destaquei somente os principais títulos conquistados.

Mas não há, ao menos neste momento, conquista que seja mais importante do que o TRI da América, sonho com isto desde minha infância, em 2003 deixamos escapar na decisão contra o Boca Juniors-ARG, mas desta vez tenho muita fé que a história será diferente. É hora de transformar o sonho em realidade!

Hoje todos os caminhos levam ao Pacaembu, nem mesmo o rodízio municipal de veículos vai me impedir de ir ao estádio no horário que eu desejar, estarei trajando branco da cabeça aos pés e serei mais um integrante do #marbranco que “invadirá” o estádio.

Que os Deuses do Futebol estejam conosco, para vencermos a ansiedade, o jogo e conquistarmos novamente a América! Se assim for (desejo muito que seja), após o jogo seguirei rumo a Vila Belmiro para receber o CAMPEÃO e celebrar a conquista.

A guerreira
Nação
Santista
I
Em
Direção
Ao
Decisivo
Enfrentamento rumo ao TRI da América!

Boa sorte para todos nós!

Por Edmar Junior!